“Golpe do baú” da Total,
acusa Isabel dos Santos

A empresária Isabel dos Santos afirmou hoje que a petrolífera francesa Total pretende ficar com os postos de abastecimento mais rentáveis da Sonangol Distribuidora, num acordo com o grupo petrolífero estatal angolano. O tempo (e não será muito) dirá se ela tem razão. Provavelmente tem. Isabel dos Santos, que até 16 de Novembro foi Presidente do Conselho de Administração do grupo Sonangol, tendo sido então exonerada pelo chefe de Estado, João Lourenço, assumiu esta posição através do Twitter, uma das redes sociais que desde a sua saída da petrolífera tem…

Leia mais

Os galões do soba Kopelipa

O general Manuel Hélder Vieira Dias Júnior “Kopelipa”, Presidente da República de Angola sempre que entender, continua – tal como o regime – a mostrar o que vale. A Unidade de Guarda Presidencial só a ele obedece e até mesmo José Eduardo dos Santos é obrigado a fazer o que ele quer. O simulacro de despachos (supostamente presidenciais) visam apenas dar um ar de legalidade ao seu golpe de Estado (in)constitucional. Desta forma, a hierarquia do Estado foi manda às malvas. O vice-presidente deve substituir o Presidente e, na impossibilidade…

Leia mais

Chama-se Kopelipa e quem manda (neste reino) é… ele

O general Manuel Hélder Vieira Dias Júnior “Kopelipa”, ministro de Estado e chefe da Segurança da Presidência da República, emerge da clandestinidade e assume à luz do dia o que nos bastidores, corredores do poder e da sociedade civil, há muito se cogitava. Ou seja, quem manda em Angola é (mesmo) ele. “Golpe de Estado constitucional”, chama-lhe Isaías Samakuva. “K opelipa” desempenha, de facto, alternadamente, quer o papel de Presidente, quer o de vice-presidente da República. Ele escolhe e determina em que vestes actua. O reino está a ficar lindo……

Leia mais

“Estão a ser cúmplices”

José Eduardo Agualusa considera que o possível e mãos do que garantido sucessor do actual Presidente angolano não ficará muito tempo no poder, e – reflectindo aliás um cada vez maior sentimento da sociedade angolana – critica os partidos da oposição por manterem uma situação de cumplicidade, em vez de lutarem para derrubar o regime. Em entrevista à agência Lusa, a propósito do seu mais recente romance, “A Sociedade dos Sonhadores Involuntários”, uma sátira à actual situação política de Angola, o escritor mostra-se descrente em relação à sucessão de José…

Leia mais

Mais uns tantos golpistas

Ponderadas as “ordens superiores”, o tribunal de Luanda agendou para 15 de Março a leitura da sentença do caso que envolve 37 antigos militares angolanos, acusados de prepararem um atentado contra o Presidente da República, posse ilegal de armas, rebelião e associação de malfeitores. A decisão foi comunicada hoje pelo juiz João António Eduardo Agostinho no final da audiência de julgamento que serviu para a discussão e apresentação dos quesitos, cujas questões levantadas durante a sessão serão respondidas também no dia 15. Durante a sessão de apresentação dos quesitos –…

Leia mais

A real situação dos trabalhadores no Brasil

A real situação actual do Brasil e dos seus trabalhadores não é a apresentada nos maiores meios de comunicação do país. O governo golpista do presidente Michel Temer busca solucionar vários problemas internos através de ajustes que ferem a classe operária, camponesa e trabalhadora do Brasil. Por Eduardo César Soares Filho Professor Através de políticas e métodos que fortalecem os empresários e os banqueiros, o presidente do Brasil ataca os direitos dos trabalhadores a cada dia. O governo do presidente Temer enviou ao congresso brasileiro uma proposta de lei afim…

Leia mais

Cadeias angolanas são autênticos hotéis

Os Serviços Penitenciários de Angola, de acordo com “ordens superiores” – a nova “entidade” divina que tudo justifica no reino – afirmaram que os 37 homens que estão a ser julgados por tentativa (mais uma) de atentado contra o Presidente Eduardo dos Santos, estão a receber assistência médica, negando a versão da defesa. Consta, aliás, que nem estão presos mas apenas a gozar férias num dos melhores hotéis do país. Por Óscar Cabinda “I nternamente, o processo de recepção de medicamentos está a ser efectuado, quer o processo de recepção…

Leia mais

É imperativo ter memória

O MPLA, partido que “só” está no poder em Angola desde 11 de Novembro de 1975, defende que se deixe as instituições de justiça (e como só existem as que devem fidelidade canina e bajuladora ao regime, estamos conversados) realizarem o seu trabalho. Por outras palavras, vamos continuar a ser todos culpados até prova em contrário (nos Estados de Direito é o contrário), assim como vamos ver os tribunais a, primeiro, determinarem a sentença e só depois fazerem o julgamento. Há quem lhes chame, com razão, uma palhaçada. O posicionamento…

Leia mais

(Gol)pistas em tribunal

A notícia, apesar do estratégico boicote oficial, surgiu na madrugada de 31 de Janeiro. Mais de 40 ex-militares armados, tentaram invadir o Palácio Presidencial em Luanda. A tentativa, real ou não, foi frustrada. Agora surge a divulgação de que o Tribunal Provincial de Luanda adiou (a pedido dos advogados de defesa) para o dia 2 de Dezembro o inicio do julgamento dos 37 cidadãos acusados já não só de atentado contra a Presidência da República, mas também por crimes diversos. De acordo com fonte policial, os acusados, dos quais dois…

Leia mais

É golpada, João!

“Sentado na Cátedra da Demagogia, o João bota faladura, tentando desviar a atenção da ditadura em vigor na angolana reipublicana monarquia. A este reigime fanático o João designa-o por socialismo democrático”. Por Domingos Kambunji O João anda preocupado com o que irá acontecer à Dilma. Não é ele um dos que faz parte do grupo das “mulheres de má nota” que ficam muito melindrados quando alguém critica a ditadura e a cleptocracia angolanas, afirmando tratar-se de ingerência nos assuntos internos de um país soberano, independente, com uma Constituição aprovada pela…

Leia mais