45 anos de esclavagismo

Adalberto da Costa Júnior, líder da UNITA, maior partido da oposição que o MPLA (ainda) permite, disse hoje, em Luanda, que o presidente do MPLA, João Lourenço, partido no Governo há 45 anos, “tem medo do povo, que vai demonstrando saber ler e posicionar-se em defesa do seu interesse”. Finalmente… Adalberto da Costa Júnior discursava na abertura da II reunião ordinária da Comissão Política da UNITA, reunida para, nos próximos dois dias, analisar de forma minuciosa a situação do país e o programa anual do partido. No discurso, Adalberto da…

Leia mais

MPLA não tem vergonha, moral, respeito ou honra

A Fundação 27 de Maio, que representa vítimas dos massacres de milhares e milhares de angolanos levados a cabo pelo MPLA em 1977, em Angola, manifestou-se hoje contra a construção de um monumento único para todas as vítimas do conflito político no período pós-independência. A edificação do monumento será (assim determina o MPLA que está no Governo desde 1975 e que, por isso, continua a dizer que o MPLA é Angola e Angola é o MPLA) o culminar da barbaridade a que o Governo chama de implementação do Plano de…

Leia mais

Escravatura portuguesa começou há 400 anos. A do MPLA começou há 44 anos!

O Governo angolano vai assinalar os 400 anos da chegada dos primeiros 20 escravos angolanos ao território norte-americano com um conjunto de actividades nacionais e internacionais comemorativas da efeméride, que vão ser preparadas por uma comissão interministerial. Tudo isto numa altura em que o país “comemora” a chegada da escravatura angolana ao reino do MPLA, em 1975. Segundo um despacho presidencial, datado de 9 de Agosto, esta celebração “encerra uma oportunidade singular para Angola projectar a sua imagem e divulgar a sua importância histórica no desenvolvimento dos Estados Unidos da…

Leia mais

O Bairro dos Ministérios antecipará festa dos 100 anos de governo do MPLA

Incumbido de fazer um esclarecimento sobre o Bairro dos Ministérios, o ministro Manuel Tavares de Almeida informou que o Centro Político e Administrativo vai ser criado na modalidade BOT (Building Operating and Transfer), reafirmando que o mesmo vai aliviar os gastos públicos e criar empregos. Ai é? Então… Ndapandula ao MPLA, dizem os escravos. É Deus no céu e João Lourenço na terra… O ministro da Construção e Obras Públicas, Manuel Tavares de Almeida, quando falou no final da 7ª Sessão Ordinária do Conselho de Ministros, orientada pelo Presidente do…

Leia mais

Não é por decreto que o jacaré vira vegetariano

O MPLA, no poder em Angola há 43 anos, encorajou o executivo liderado pelo seu Presidente, João Lourenço, no combate contra aquilo que ele próprio criou como uma instituição nacional: corrupção, impunidade, bajulação, nepotismo e branqueamento de capitais. O apelo foi feito pela vice-presidente do MPLA, Luísa Damião, ao presidir à principal cerimónia das comemorações do 62.º aniversário da fundação do partido, que decorreu em Waco Cungo, na província do Cuanza Sul. “É nossa tarefa apoiar o executivo na construção de uma Angola próspera, cada vez mais democrática, solidária e…

Leia mais

Governo aborta “golpe de estado” das zungueiras…

O ministro da Justiça e dos Direitos Humanos de Angola, Francisco Queiroz, rejeitou hoje que a manifestação de zungueiras nas ruas de Luanda, tenha a ver com direitos humanos, mas sim com os seus interesses comerciais. Luvualu de Carvalho, João Pinto, ou qualquer outro sipaio do MPLA não diria melhor. É, aliás, uma clara demonstração de nepotismo e esclavagismo deste MPLA de João Lourenço. Francisco Queiroz, que falava hoje à imprensa à margem do ‘”workshop” para a recolha de contribuições à proposta da estratégia do executivo sobre os Direitos Humanos,…

Leia mais

Por terra, mar e ar

O Governo anunciou hoje que vai alargar às suas fronteiras marítimas e aéreas a denominada “Operação Transparência”, que já levou à saída oficialmente rotulado de voluntária de Angola de quase 400 mil imigrantes ilegais, muitos dos quais tendo documentação de identificação angolana. Por Orlando Castro (*) A informação foi avançada pelo ministro de Estado e Chefe da Casa de Segurança do Presidente da República de Angola, Pedro Sebastião, durante uma sessão de pré-aprovação (o MPLA chama-lhe de discussão) na especialidade do Orçamento Geral do Estado para 2019 na Assembleia Nacional.…

Leia mais

Coercivo e incongruente
(à medida e por medida)

A proposta de lei sobre o Repatriamento Coercivo de Capitais e Perda Alargada de Bens, hoje em discussão na Assembleia Nacional, visa obter autorização para confiscar “bens incongruentes domiciliados no exterior do país”. A proposta foi aprovada a 26 de Outubro pelo Conselho de Ministros angolano e está previsto entrar em vigor em Janeiro de 2019, enquadrando-se na Lei sobre o Repatriamento de Capitais, aprovada e publicada no Diário da República a 26 de Junho. A proposta de lei sobre o Repatriamento Coercivo e Perda Alargada de Bens, entre eles…

Leia mais

Um só partido, o MPLA. Um
só herói, Agostinho Neto

O ministro do Interior, Ângelo da Veiga Tavares, que esteve presente na homenagem a Agostinho Neto no âmbito das comemorações dos 43 anos de poder absoluto do MPLA em Angola, sublinhou que o país procura garantir melhores condições de vida da população, para honrar os esforços de todos aqueles que lutaram pela Independência Nacional e pela liberdade. Por Norberto Hossi A Angola do MPLA continua a ser (re)construída à imagem e semelhança do MPLA, como se fosse um regime de partido único. E, de facto – que não de jure…

Leia mais

Mais 43 anos e JLo e o MPLA acabarão com a… malária

Uma equipa de investigadores em Portugal descobriu que o parasita malária e a bactéria ‘E.coli’ evitam a sua destruição através da modulação de proteínas receptoras da célula hospedeira. Enquanto isso, em Angola a malária continua a ser a principal causa de morte e a incompetência dos governantes o principal problema. Num artigo agora publicado na revista científica “Scientific Reports”, os investigadores explicam que até agora sabia-se que várias bactérias e parasitas se servem da maquinaria da célula hospedeira para seu proveito, evitando a sua própria destruição, ou fagocitose, sem que…

Leia mais