Violência na África do Sul interrompe administração de vacinas contra a Covid-19

A África do Sul suspendeu a administração de vacinas contra a Covid-19 devido à violência que tem afectado o país, disseram hoje as autoridades de saúde do país que enfrenta um aumento exponencial de casos. “Por agora, tivemos de suspender as vacinas em Kwazulu-Natal”, anunciou o grupo hospitalar privado Netcare, citado pela agência France-Presse, que dá conta que a suspensão está ligada às dificuldades dos fornecedores em obter medicamentos para os hospitais que transitam desde a capital económica, Joanesburgo. “Enfrentámos dificuldades relacionadas com a escassez de trabalhadores, que não puderam…

Leia mais

“Temos fome”. “Abaixo a ditadura”

“É verdade que não temos Internet móvel, mas também não temos medicamentos”, respondeu na terça-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros cubano, Bruno Rodriguez. A Internet móvel foi restabelecida esta quarta-feira em Cuba, após três dias de interrupção depois das históricas manifestações de domingo, mas continua a ser impossível aceder a redes sociais e a aplicações de mensagens, constataram jornalistas da AFP. Com 3G ou 4G, o acesso à aplicação WhatsApp ou às redes sociais Facebook ou Twitter, entre outras, estava bloqueado, segundo a agência France-Presse. “É verdade que não temos…

Leia mais

Feriado histórico nos EUA em honra aos escravos

Num raro momento de unidade, republicanos e democratas no Congresso dos Estados Unidos da América aprovaram a criação de um novo feriado federal, 19 de Junho, para comemorar a emancipação dos últimos escravos no Texas em 1865. “Este dia representa a liberdade”, disse a democrata Sheila Jackson Lee, uma das legisladoras que apresentou o projecto de lei para fazer de 19 de Junho um feriado nacional. A Câmara dos Representantes aprovou o projecto de lei 415-14, com o apoio dos líderes democratas e republicanos. No dia anterior, tinha sido aprovado…

Leia mais

Guterres ONU(sto) de “tarefas colossais”

António Guterres tomou hoje posse para um segundo mandato como secretário-geral da Organização das Nações Unidas, declarando-se um “multilateralista devoto” e “português orgulhoso” e voltou a pedir distribuição de vacinas contra a Covid-19 como “prioridade mundial absoluta”. António Guterres, que prestou juramento pela segunda vez em cinco anos à frente de uma organização com 193 Estados-membros, em Nova Iorque, admitiu que existem “tarefas colossais” a que o mundo deve responder unido, com destaque para a prevenção de conflitos e preparação da segurança social em caso de futuras pandemias. Expressando gratidão…

Leia mais

Carniceiros maus e carniceiros bons

A justiça internacional confirmou, em recurso, a condenação a prisão perpétua do ex-líder militar sérvio da Bósnia, Ratko Mladic, condenado por crimes contra a Humanidade e crimes de guerra cometidos durante a guerra da Bósnia de 1992 a 1995. Na Re(i)pública de Angola do MPLA o “Carniceiro do 27 de Maio”, Agostinho Neto, é herói nacional do MPLA… O Mecanismo para os Tribunais Penais Internacionais (MTPI) de Haia rejeitou as alegações de Ratko Mladic e ratificou a sua condenação a prisão perpétua pelo genocídio de Srebrenica, onde morreram 8.000 muçulmanos,…

Leia mais

Ricos dos países “pobres” rezam na Catedral de Notre-Dame

O Presidente da República de França reúne-se esta terça-feira em Paris com dezenas de líderes africanos para debater o relançamento do crescimento, apostando no envolvimento dos parceiros internacionais e na criação de um pacote de “apoio massivo” às economias. “A cimeira pretende aprofundar duas linhas de ajuda: a criação de um pacote massivo de apoio para o continente africano, para superar o choque da pandemia e, por outro lado, lançar as bases para um novo ciclo de crescimento que beneficiará os povos africanos, mas que pode ser também um motor…

Leia mais

Chulam África até ao tutano

O director do departamento africano do Fundo Monetário Internacional (FMI) considerou hoje que o continente enfrenta uma “divergência perigosa” face ao resto do mundo em termos de vacinas e de crescimento económico decorrente da pandemia. “A recuperação é mais anémica do que gostaríamos, temos um crescimento de 6% no mundo, e na África subsaariana é de 3,4% este ano, queríamos que fosse ao contrário, porque esta é uma divergência perigosa”, afirmou Abebe Aemro Selassie, durante a Cimeira da Paz, que decorre na véspera da realização da cimeira sobre o financiamento…

Leia mais

Sorriam. África está à venda. Quem dá mais?

O presidente do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), Akinwumi Adesina (foto), salientou hoje as “incríveis oportunidades de negócio” no continente fruto da recuperação económica marcada pelo ambiente e alertou os investidores que “não podem ignorar África”. Também já disse que a corrupção “não é um problema africano”. Portanto… “O futuro parece melhor, ainda que desafiante, vamos crescer 3,4% este ano, depois de uma quebra de 2,1% no ano passado, a maior dos últimos 50 anos devido à pandemia, e a recuperação será feita em todo o lado e oferece incríveis…

Leia mais

Parabéns Denis. Eleições de amanhã… foram livres

O antigo chefe da diplomacia do MPLA, Manuel Augusto, vai liderar a missão de observação eleitoral da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos (CIRGL) às presidenciais na República do Congo, este domingo, anunciou hoje o Governo de Angola. Segundo o MPLA já hoje se pode dizer que vitória de Denis Sassou Nguesso nas as eleições de amanhã foram livres, democráticas, justas etc.. “Angola chefia a missão de observação eleitoral para as eleições na República do Congo na sua qualidade de Presidente em Exercício da CIRGL”, segundo um comunicado…

Leia mais

Democracia? Hum!

O presidente da Comissão da União Africana (UA), Moussa Faki Mahamat, considera que a democracia em África enfrenta “enormes problemas” e que, em muitos países, as eleições deixaram de ser a solução para o problema, passando a ser o problema para a solução. Deve ser por isso que o MPLA, apesar de estar há 45 anos no Poder, lá quer ficar mais 55 de modo a completar um século de governação ininterrupta… “A democracia e o constitucionalismo em África enfrentam problemas enormes que ninguém pode negar”, disse Moussa Faki Mahamat,…

Leia mais