PINTURAS RUPESTRES “APOIAM” O MPLA

Nove conjuntos de pinturas rupestres na província angolana do Namibe foram classificadas como património histórico-cultural nacional, elevando o seu grau de protecção e valorização, segundo um decreto executivo do ministério da Cultura, Turismo e Ambiente, aprovado – mera coincidência, é claro! – em período eleitoral. São classificadas por esta via as Estações de Hai, Kenguerera 1, Kenguerera II, Lumbundjo, Majole, Vihalo 1, Vihalo II, Onkaka e Manacombo, situadas em Caraculo, Município da Bibala, na província do Namibe. O diploma realça a relevância destas pinturas “para o aprofundamento da História de…

Leia mais

“PRISÃO POLÍTICA”, UM CLÁSSICO DE LITERATURA DE PRISÃO

É uma grande honra apresentar […] a obra de Sedrick de Carvalho, “Prisão Política”, que sem dúvida é um clássico de literatura de prisão Africana e posso seguramente afirmar do mundo. Por Sousa Jamba Jornalista e Escritor No dia 23 de Agosto de 2015, eu estava nos Estados Unidos. Nasci em Angola, mas tinha vivido quase toda a minha vida fora do país: na Zâmbia, de onde estou a falar; no Reino Unido; e depois nos Estados Unidos. Sou um Angolano típico da Diáspora. De fora, seguimos de perto o…

Leia mais

UM TWAPANDULA PARA O EGOSISMO

O seculo, que saiu do mato, daquele nosso mato, “purcaso” das bals desentendidas, ainda escreveu lá mais! Escreveu! Haka! Sukuiangué wee! Por William Tonet Porra, assim digo o quê? Se “você já disseste” mesmo antes do “ualalé”, que a “chuva choveu” poesias de encantar e o loengo, que “apanhaste “cu’ele” nas bandas do São João, lhes “quindaste” katé no Kanhé, onde a cruz da Missão Católica embala as estrelas e conta nas orações os conterras, que vendem na praça popular, lá, naquele longe, onde na esquina se visiona a estrada…

Leia mais

“EGOSISMO” DE MAGNITUDE MÁXIMA

Quando 1975 chegava ao fim, Orlando Castro (como muitos milhares de cidadãos) tinha duas opções: ficar e morrer ou fugir para viver. No último dia na sua cidade (Nova Lisboa), chegou ao aeroporto, fumou o último cigarro (AC) e ouviu a última canção que estava, na altura, a ser passada no Rádio Clube do Huambo. A canção era, recorda, “If you need me”, dos After All, com a inesquecível voz de Gerrit Trip. Entrou no avião rumo a Lisboa, olhou pela última vez para a sua cidade e não teve…

Leia mais

QUAL CAMÕES, QUAL CARAPUÇA!

A abertura das actividades alusivas ao 8 de Janeiro, Dia da Cultura Nacional (do MPLA), acontece amanhã, no Memorial (27 de Maio de 1977) António Agostinho Neto, com a deposição de uma coroa de flores no sarcófago do, segundo o MPLA, maior poeta de língua portuguesa dos últimos oito séculos… Esta efeméride foi aprovada em decreto-lei nº 21 e publicada no Diário da República nº 87, I série, de Novembro de 1986, em homenagem ao discurso sobre a Cultura Nacional do primeiro presidente de Angola, António Agostinho Neto, proferido em…

Leia mais

ANGOLA ELEITA PARA O CONSELHO EXECUTIVO DA UNESCO

Angola foi eleita, durante a 41ª Sessão da Conferência Geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), membro do Conselho Executivo, para o 2022-2026. Educação, ciência e cultura é mesmo connosco. Se “haver” necessidade o Governo (do MPLA) até assina um “compromíssio”. Ao submeter a candidatura para a eleição, o Estado Angolano deixou patente a grande importância que atribui à UNESCO. Durante o mandato, o país pretende continuar a envidar esforços no sentido de contribuir para que a organização alcance os seus objectivos.…

Leia mais

Carreira de cinco décadas… em Lisboa e Porto

O músico Bonga vai celebrar 50 anos de carreira com dois concertos, em Novembro, na Altice Arena, em Lisboa, e no Pavilhão Rosa Mota, no Porto, anunciou a promotora esta sexta-feira. Os concertos acontecem nos dias 19 e 20 de Novembro, em Lisboa e Porto, respectivamente. “Para além das canções mais conhecidas do público, como Mariquinha, Olhos Molhados ou Homem do Saco, vão fazer parte do alinhamento destes concertos de celebração alguns temas de Kintal, o novo disco de inéditos do cantor que nos remetem para o percurso de vida…

Leia mais

Porque nunca é de mais!

Mais do que nunca, porque nunca é de mais, o Folha 8 repete hoje o artigo “Obrigado Tomás Lima Coelho”, publicado a 27 de Janeiro de 2018, a propósito do livro “Autores e Escritores de Angola (1642-2015)”, uma Obra exemplar que colocou Angola como o primeiro dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa a possuir um acervo desta natureza. “Venho participar o fim do meu trabalho de mais de dez anos em prol da(s) literatura(s) produzida(s) por angolanos(as), tanto no país como na diáspora”, afirmou Tomás Lima Coelho. “Quando em…

Leia mais

Fotos da luta de libertação em 1968

A fotógrafa italiana Augusta Conchiglia, que registou imagens da luta pela independência de Angola, em 1968, sob domínio colonial, agora expostas no Museu do Aljube, em Lisboa, considera que Angola vive hoje “um momento de esperança”. Augusta Conchiglia entrou clandestina em Angola, em Abril de 1968, para reportar a luta do MPLA. Juntamente com o realizador italiano Stefano de Stefani, seu companheiro na altura, foi guiada pelos guerrilheiros durante meses e ao longo de centenas de quilómetros, nas zonas supostamente libertadas do Moxico e Cuando-Cubango. Dos milhares de fotografias tiradas,…

Leia mais

Mais descobertas no Namibe

Um dos mais completos plesiossauros (réptil marinho fóssil, da Era Secundária, que atingia 5 metros de comprimento) de África foi descoberto em Angola por paleontólogos da Universidade Nova de Lisboa, anunciou a instituição de ensino superior em comunicado. Um novo estudo publicado na revista PlosOne “revela o mais completo crânio de plesiossauro de África sub-sahariana, tendo sido descoberto e escavado na província do Namibe, Angola, por Octávio Mateus, em 2017”, lê-se no comunicado. O estudo deste réptil marinho, com 72 milhões de anos, foi o resultado da tese do Mestrado…

Leia mais