SENHOR MARCOS SOUTO, NÃO É INANIÇÃO. É MESMO FOME

O representante do Fundo Monetário Internacional (FMI) em Angola, Marcos Souto, disse hoje que a insegurança alimentar no reino do MPLA “ainda é relevante”, com grande número de pessoas a sofrerem de “forma desmedida” e “50% de crianças em inanição”. Sendo que “inanição” quer dizer “fraqueza extrema por falta de alimentação”. egundo Marcos Souto, apesar de Angola, neste momento, não ter problemas de limites orçamentais em função das condições globais, pelo facto de o preço do petróleo trazer receitas extras ao país, a insegurança alimentar no país “ainda é significativa”.…

Leia mais

GATO ESCONDIDO COM O CORPO DE FORA!

Seja porque chegou a Luanda o corpo de José Eduardo dos Santos, seja porque João Lourenço tem uma bitacaia no pé esquerdo, seja porque Marcelo Rebelo de Sousa vai estar presente no funeral do ex-presidente de Angola, seja porque as bissapas deixaram de produzir loengos, quase todos os supostos jornalistas portugueses que se deslocaram a Angola para cobrir as eleições limitam-se a fazer a cobertura das acções do MPLA. Será que não sabem que há outros partidos a concorrer? A poucos dias das eleições em Angola, a melhor forma de…

Leia mais

DA CALIFÓRNIA À BENGUELA DO MPLA

João Lourenço, candidato do MPLA à presidência angolana, por sinal já Presidente do MPLA e da República, bem como Titular do Poder Executivo, voltou hoje a falar da corrupção como ponto central do seu discurso, elogiando (é claro) os “fortes” que tiveram a coragem de combater este problema, ao contrário dos que acreditavam na autodestruição do partido. João Lourenço, líder do MPLA (partido no Poder há 47 anos) e que se recandidata a um novo mandato como Presidente da República de Angola, discursou na província onde nasceu, Benguela, onde apresentou…

Leia mais

É FARTAR VILANAGEM!

João Lourenço, Presidente da República de Angola e recandidato pelo MPLA, para além de Titular do Poder Executivo, aprovou, em vésperas de o executivo entrar em gestão corrente, 230 milhões de euros de créditos não orçamentados, dos quais mais de metade para investimentos em Benguela, Luanda e Namibe. Merece bem o Prémio Nobel da vilanagem política. Os créditos adicionais suplementares estão contemplados em decretos presidenciais publicados no Diário da República de 23 de Julho. Em causa está o pagamento de despesas relacionadas com os projectos do governo provincial do Namibe,…

Leia mais

MELHOR DO QUE O MPLA SÓ MESMO O… MPLA

João Lourenço, líder do MPLA, Presidente angolano e Titular do Poder Executivo, candidato a renovar o mandato nas eleições gerais de 24 de Agosto, apelou aos eleitores a votarem no seu partido, o único que dá “garantia de governar Angola”. Explicou que não debate nada com o seu principal adversário, que considera inimigo, Adalberto da Costa Júnior, porque “os debates não põem comida na mesa” e mandou o seu ministro de Estado e Chefe da Casa Militar, general Francisco Furtado, avisar que quem criticar o MPLA “leva no focinho”. “Vocês,…

Leia mais

TAMBÉM HÁ ENERGIA MORAL LIMPA E RENOVÁVEL?

A directora executiva da Associação Lusófona de Energias Renováveis (ALER) afirmou hoje que Angola está a entrar no mapa das energias renováveis e que o passo seguinte será um maior envolvimento do sector privado neste mercado. Quem quiser que acredite. O MPLA não acredita, mas que lhe dá um jeitão ao nível da propaganda eleitoral, isso dá. Isabel Cancela de Abreu, que falava à margem de uma conferência internacional sobre energias renováveis, em Luanda, elogiou (naturalmente) o caminho que Angola tem feito neste domínio e salientou o interesse dos associados…

Leia mais

CAMPANHA ELEITORAL DO… GOVERNO

O Governo angolano (em acelerada campanha eleitoral a favor do seu líder, Presidente do MPLA e cabeça-de-lista às eleições de 24 de Agosto) anunciou hoje que formalizou cerca de 200 mil operadores informais com a implementação, há sete meses, do Programa de Reconversão da Economia Informal (PREI) e disponibilizou 2,6 mil milhões de kwanzas (5,6 milhões de euros) em microcrédito. Só falta mesmo anunciar a formalização do fim dos 20 milhões de pobres… Segundo o ministro de Estado para a Coordenação Económica angolano, Manuel Nunes Júnior, a maior parte dos…

Leia mais

ANEDOTAS ANTIGAS COM NOVA MAQUILHAGEM

João Lourenço, Presidente angolano, acompanhado pelo Presidente do MPLA e pelo Titular do Poder Executivo, afirmou hoje que o poder político não condiciona a liberdade de actuação dos tribunais em Angola, que deixaram de estar “amordaçados” e perseguir apenas “ladrões de galinhas”. Dito assim, até parece que uma anedota dita por Gilmário Vemba. João Lourenço, que deu hoje uma entrevista colectiva a 12 órgãos de comunicação social angolanos, disse que não pretende desistir da luta contra a corrupção e que há ainda “muita coisa para recuperar”. Hum! O texto não…

Leia mais

JORNALISMO (NÃO) É SÓ INFORMAR

João Lourenço, Presidente da República de Angola (não nominalmente eleito), igualmente presidente do MPLA e Titular do Poder Executivo, autorizou a celebração do contrato no valor global de 14,7 mil milhões de kwanzas (34,1 milhões de euros) para a construção do Centro de Formação de Profissional de Jornalistas (Cefojor) na província do Huambo. Segundo João Lourenço, o contrato de abertura da linha de crédito no referido valor deve ser celebrado entre o Ministério das Finanças e o Banco de Fomento Angola (BFA). A autorização vem descrita no despacho presidencial nº117/22…

Leia mais

“QUERIDO LÍDER” TROCA SEIS POR… MEIA DÚZIA!

Angola prevê refinar no futuro quase 400.000 barris de petróleo bruto por dia com a construção das refinarias do Soyo e de Cabinda e com a requalificação da refinaria de Luanda, disse hoje João Lourenço na sua qualidade de Presidente da República, Presidente do MPLA, Titular do Poder Executivo e cabeça-de-lista do MPLA às eleições de Agosto. João Lourenço, que discursava hoje na abertura da 8.ª edição do Congresso e Exposição de Petróleo Africano (CAPE, na sigla inglesa), afirmou que a construção das refinarias, já em curso, visa tornar Angola…

Leia mais