A CULPA NÃO É DA CHUVA

O novo comandante-geral da Polícia Nacional (do MPLA), Arnaldo Manuel Carlos, aponta a elevação do sentimento de segurança das populações como uma das prioridades. Mal seria se apontasse algo diferente. O problema não está no diagnóstico, está – há 46 anos – na medicação. Quando chove dentro de casa, o problema não é a chuva… Ao falar à Imprensa (sem perguntas previamente enviadas) depois de ser empossado nas funções, pelo Presidente da República, João Lourenço, Arnaldo Carlos disse que a concretização desse desiderato vai passar por fazer, primeiro, uma breve…

Leia mais

BOA VIAGEM, EMBAIXADOR!

Quase dois anos depois de chegar a Angola, o embaixador português Pedro Pessoa e Costa vai trocar Luanda por Oslo (Noruega), passando o posto a ser ocupado por Francisco Alegre Duarte. A mudança, bem como os nomes, já circulava há alguns meses nos meios diplomáticos, mas só recentemente foi concretizada de forma oficial com a nomeação de Francisco Alegre Duarte como novo embaixador de Portugal em Luanda a 24 de Dezembro, enquanto Pedro Pessoa e Costa viu esta semana publicada a sua nomeação para embaixador de Portugal em Oslo. Para…

Leia mais

GREVE “DJ MALVADO”? O QUE É QUE É ISSO, MEU!

Empresários do sector do entretenimento e restauração em Luanda admitem paralisar os trabalhos e avançarem para uma greve para contestar as limitações impostas pelas autoridades devido à Covid-19, referindo que existem operadores que “não trabalham há dois anos”. A pretensão foi avançada hoje pelo empresário do sector e DJ Cláudio Rodrigues, mais conhecido no universo do entretenimento angolano como “Dj Malvado”, referindo que existem a nível do sector “pessoas que estão sem exercer a actividade há mais de dois anos”. “Dj Malvado”, que defendeu o diálogo com as autoridades, referiu…

Leia mais

O MAIOR NÚMERO DE CORRUPTOS POR METRO QUADRADO

O analista angolano Eugénio Costa Almeida considerou hoje, em declarações à Lusa, que a divulgação das contas enquadráveis no que se convencionou chamar ‘Luanda Leaks’ provocou pouco mais do que o fim de uma certa nomenclatura económica e a saída de Isabel dos Santos do país. “Tirando o facto de ter acabado com uma certa nomenclatura económica, não me parece que tenha havido grande desenvolvimento, particularmente em termos de melhorar a classe económica, que permitisse uma substituição daqueles que foram projectados para fora do tecido económico angolano”, disse o investigador…

Leia mais

Primeiro mata-se e depois logo se verá…

A Friends of Angola (FoA) exige que as autoridades angolanas abram um inquérito para levar à justiça os responsáveis pela violação dos direitos humanos e liberdade de expressão, de manifestantes na província da Lunda Norte. Em causa está a morte de um número ainda não determinado de manifestantes, que no sábado terão – segundo a versão oficial -tentado invadir uma esquadra policial em Cafunfo, município do Cuango, resultando, segundo números oficiais, em pelo menos seis mortos do autodenominado movimento do Protectorado Português Lunda Tchokwe e cinco feridos, entre os quais…

Leia mais

Se os porcos comem farelo e não morrem…

O Governo do MPLA, o único que Angola conheceu desde a independência, em 1975, assinala os 45 anos de independência a partir de terça-feira, com homenagens e inaugurações, entre as quais a do Hotel Intercontinental, nacionalizado no mês passado. No dia 11, quarta-feira, data em que se celebram os 45 anos da “Dipanda”, as cerimónias começam às 07h00 com o içar da bandeira no Museu Central das Forças Armadas Angolanas, seguindo-se às 09h00, a deposição de uma coroa de flores no memorial António Agostinho Neto, primeiro presidente de Angola, o…

Leia mais

Tal como o PCP planeara

O general Pezarat Correia, um dos portugueses envolvidos nas negociações para o Acordo de Alvor, assinado entre o governo português e os principais movimentos de libertação de Angola, em 1975, considera que a componente militar do documento “falhou terrivelmente”. Nada disso. O objectivo dos comunistas portugueses era entregar Angola ao MPLA e tiverem um êxito total. “H avia uma componente fundamental, e foi aqui onde o Acordo do Alvor falhou terrivelmente e depois deu lugar a toda a tragédia que se passou, que foi a parte militar”, porque não se…

Leia mais

Alto Kauango, a mãe dos Acordos de Bicesse

O general Sachipengo Nunda, na altura dos Acordos do Alto Kauango era chefe operacional na Região Centro e acompanhou todo processo, na distância geográfica e proximidade das comunicações militares. Instado a pronunciar-se pelo Folha 8 fê-lo começando por uma máxima sublime, para os que fazem a história: “Diante de um facto há sempre a minha história, a tua história e a história”. Esta resulta de factos, tendo como fontes primárias: Os protagonistas, os documentos e as fontes secundárias: obras escritas por outras pessoas. Na tropa também sabemos que “a vitória…

Leia mais

Angola é (claro!) Luanda
– O resto? Um dia se verá…

Este deverá ser, pelo menos é isso que está estabelecido, ano de eleições em Angola. Assim, mais uma vez, os ministros e restantes membros do governo mostram que é altura de ter ideias, de vender promessas, de explicar que são capazes de fazer, agora, o que não fizerem em 41 anos de independência e em 15 de paz total. Hoje o ministro das Finanças de Angola tirou da cartola mais um anúncio. Anunciou um novo modelo de arrecadação de receitas para a capital, Luanda, que vai permitir – diz ele…

Leia mais