ESCOLHIDOS POR JOÃO LOURENÇO

A CNN Portugal foi a primeira a receber a ordem superior do MPLA para noticiar que Paulo Portas, Carlos César e José Luís Arnaut vão integrar a missão de observação das próximas eleições legislativas angolanas, agendadas para 24 de Agosto, a convite do governo de João Lourenço. No dia 16 de Janeiro de 2018, o vice-presidente da Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa (CCIP), Paulo Portas, afirmou que a transição em Angola “é para levar a sério” e não “cosmética” como alguns analistas disseram. Finalmente os sipaios portugueses (os angolanos…

Leia mais

A EDUCAÇÃO PATRIÓTICA DA PGR E DA CNE

A Procuradoria-Geral da República (PGR) angolana “está a monitorar o país” e tem registado crimes eleitorais, nomeadamente “furto de bandeiras e queima de material de propaganda” de diversos partidos, que têm merecido resposta dos órgãos judiciais, disse fonte oficial. Segundo o vice-procurador-geral, Mota Liz, a PGR tem estado a monitorar o país em relação à prática de determinados crimes, sobretudo nesta fase de campanha eleitoral, e o “furto de bandeiras e a queima de material de propaganda” dos partidos lideram as ocorrências. “Além de outros crimes que têm estado a…

Leia mais

MPLA JÁ FORNECEU O GUIÃO AOS OBSERVADORES EUROPEUS

A missão de peritos eleitorais da União Europeia já se encontra em Angola e foi recebida pela presidente do Tribunal Constitucional (sucursal do MPLA), Laurinda Cardoso, segundo uma nota do gabinete de comunicação do TC. A missão europeia chegou a Angola na passada quinta-feira e é chefiada pela Embaixadora da União Europeia em Angola, Jeannette Seppen. Conta igualmente com a presença de Tânia Maria Magalhães Marques e de Alexandre Gray, ambos responsáveis do Serviço Europeu para a Acção Externa (SEAE). Durante a audiência com Laurinda Cardoso, a missão europeia recebeu…

Leia mais

ESTADO (MPLA) ALIENA 30% DA BODIVA

O Instituto de Gestão de Activos e Participações do Estado (IGAPE) de Angola anunciou a abertura de um concurso para a alienação de 30% do capital da Bolsa de Dívida e Valores de Angola (BODIVA). As acções vão ser vendidas através de um concurso limitado por prévia qualificação, segundo o comunicado do IGAPE. O concurso prevê a alienação de 30.000 acções com o valor nominal de 9.000 kwanzas (20,5 euros) representativas de 30% da BODIVA, agrupadas em 60 lotes de 500 acções cada um. Cada concorrente pode adquirir até um…

Leia mais

GOLPE (MAIS UM) NO BURKINA FASO

O Presidente do Burkina Faso, Roch Kaboré, demitiu-se hoje após a tomada do poder pelos militares, na sequência do golpe de Estado de domingo. Numa carta divulgada pela televisão estatal RTB, e dirigida ao novo homem forte do país, o tenente-coronel Paul Henri Sandaogo Damiba, Kaboré, de 64 anos, disse que se demitia. “No interesse da nação, na sequência dos acontecimentos de domingo, decidi demitir-me das minhas funções de Presidente (…), chefe de governo e comandante supremo das Forças Armadas Nacionais. Deus abençoe o Burkina Faso”, escreveu. A carta de…

Leia mais

Primeiro mata-se e depois logo se verá…

A Friends of Angola (FoA) exige que as autoridades angolanas abram um inquérito para levar à justiça os responsáveis pela violação dos direitos humanos e liberdade de expressão, de manifestantes na província da Lunda Norte. Em causa está a morte de um número ainda não determinado de manifestantes, que no sábado terão – segundo a versão oficial -tentado invadir uma esquadra policial em Cafunfo, município do Cuango, resultando, segundo números oficiais, em pelo menos seis mortos do autodenominado movimento do Protectorado Português Lunda Tchokwe e cinco feridos, entre os quais…

Leia mais

Se os porcos comem farelo e não morrem…

O Governo do MPLA, o único que Angola conheceu desde a independência, em 1975, assinala os 45 anos de independência a partir de terça-feira, com homenagens e inaugurações, entre as quais a do Hotel Intercontinental, nacionalizado no mês passado. No dia 11, quarta-feira, data em que se celebram os 45 anos da “Dipanda”, as cerimónias começam às 07h00 com o içar da bandeira no Museu Central das Forças Armadas Angolanas, seguindo-se às 09h00, a deposição de uma coroa de flores no memorial António Agostinho Neto, primeiro presidente de Angola, o…

Leia mais

Tal como o PCP planeara

O general Pezarat Correia, um dos portugueses envolvidos nas negociações para o Acordo de Alvor, assinado entre o governo português e os principais movimentos de libertação de Angola, em 1975, considera que a componente militar do documento “falhou terrivelmente”. Nada disso. O objectivo dos comunistas portugueses era entregar Angola ao MPLA e tiverem um êxito total. “H avia uma componente fundamental, e foi aqui onde o Acordo do Alvor falhou terrivelmente e depois deu lugar a toda a tragédia que se passou, que foi a parte militar”, porque não se…

Leia mais

Alto Kauango, a mãe dos Acordos de Bicesse

O general Sachipengo Nunda, na altura dos Acordos do Alto Kauango era chefe operacional na Região Centro e acompanhou todo processo, na distância geográfica e proximidade das comunicações militares. Instado a pronunciar-se pelo Folha 8 fê-lo começando por uma máxima sublime, para os que fazem a história: “Diante de um facto há sempre a minha história, a tua história e a história”. Esta resulta de factos, tendo como fontes primárias: Os protagonistas, os documentos e as fontes secundárias: obras escritas por outras pessoas. Na tropa também sabemos que “a vitória…

Leia mais