ALA DO MPLA CELEBRA FRACASSOS DE JOÃO LOURENÇO

Higino Carneiro disse que o MPLA é um partido desorganizado e desunido. Vou usar as palavras de Higino Carneiro contra o próprio Higino Carneiro. Se vocês não conseguem organizar e unir o vosso partido acham mesmo que conseguirão organizar e unir um país com mais de 35 milhões de habitantes? Por Malundo Kudiqueba sta pergunta não é só para Higino Carneiro é para todos vocês reflectirem. Então vocês andam a celebrar as derrotas do presidente e esquecem-se de que o fracasso do João Lourenço tem reflexos no país e na…

Leia mais

O QUE A POLÍTICA DIVIDE O SOFRIMENTO UNE

Membros do MPLA e da UNITA estão divididos por questões políticas mas estão unidos pelo sofrimento. As siglas MPLA e UNITA não importam e fica demonstrado que o sofrimento em Angola é transversal e não apenas um conceito relativo como alguém tentou insinuar. Se há algo que une todos os angolanos, independentemente das suas afiliações políticas, é o sofrimento. Por Malundo Kudiqueba realidade do dia-a-dia no nosso país é uma experiência que transcende partidos, crenças e ideologias. Quer você seja um fervoroso membro do MPLA ou um convicto adepto da…

Leia mais

OCIDENTE NUNCA DEIXARÁ CAIR O MPLA

Não há “fair-play” político e os melhores nem sempre vencem. A política angolana é marcada por uma complexa teia de influências e interesses internacionais. O apoio do povo angolano é fundamental, mas não é suficiente para a UNITA alcançar o poder. Por Malundo Kudiqueba UNITA deve trabalhar diligentemente para conquistar aliados internacionais que possam oferecer suporte político, financeiro e logístico. A actual conjuntura internacional, com as potências ocidentais a demonstrar interesse renovado em África, apresenta uma oportunidade que a UNITA não pode ignorar. O Ocidente passará a olhar para UNITA…

Leia mais

O QUE ACONTECE NO MPLA TEM REFLEXOS NA VIDA DE TODOS NÓS

As eleições no MPLA são tão importantes quanto as eleições gerais do país. O futuro presidente do MPLA poderá potencialmente vir a ser o próximo presidente de Angola. O que acontece no MPLA tem reflexos na vida de todos angolanos. É nessa perspectiva que todos angolanos devem estar preocupados com a eventualidade de Higino Carneiro vir a ser o próximo presidente do MPLA e consequentemente de Angola. Por Malundo Kudiqueba histórico de Higino Carneiro como governante é uma clara indicação de que ele não possui as qualidades necessárias para liderar…

Leia mais

QUEM ELEGE O VENCEDOR É A COMUNIDADE INTERNACIONAL

A UNITA negociou mal as últimas eleições e no futuro devem aprender a resistir a todo tipo de pressão, opressão e repressão. Para quem não sabia fica desde já a saber que as eleições de 2022 foram negociadas, houve um pacto ou melhor um acordo entre o MPLA, UNITA e a comunidade internacional. Por Malundo Kudiqueba PLA, UNITA e a comunidade internacional foram os grandes vencedores das últimas eleições e o maior derrotado foi o povo angolano. O MPLA saiu vitorioso ao continuar no poder, a UNITA recebeu garantias, promessas…

Leia mais

NOS ESGOTOS CARCERÁRIOS DO MPLA (II)

O importante é resgatar com o tempo o testemunho singular destas vítimas, reconstruir os significados desse passado e integrá-los na memória colectiva. Por Carlos Pacheco (*) oi em clima de consternação e de terror provocado pelo vil “julgamento” de “Sotto” [de que se falou no texto anterior (https://www.publico.pt/2024/05/30/mundo/opiniao/esgotos-carcerarios-mpla-i-sombrasufoca-vida-angola-2092321)] que Angola, sob os ferros do autoritarismo e da violência, iniciou a sua caminhada como Estado emancipado. Como reza a sabedoria árabe, “quando o pastor entra em cumplicidade com os lobos, os cães deixam de ladrar”. Maus presságios se encastelavam nos horizontes…

Leia mais

DIPLOMA UNIVERSITÁRIO NÃO É SINÓNIMO DE INTELIGÊNCIA

Os chamados intelectuais, aqueles que deveriam ser os faróis da sabedoria e progresso, revelam-se, em muitos casos, como sendo os maiores ignorantes que o país possui. O povo angolano não pode continuar a ser refém de uma elite intelectual que age mais como um obstáculo do que como um motor de progresso. Por Malundo Kudiqueba elite angolana é intelectualmente corrupta. A corrupção intelectual aliada à corrupção económica, representa uma ameaça significativa ao desenvolvimento sustentável e à justiça social. Ambas devem ser combatidas com igual vigor, pois, a corrupção intelectual prepara…

Leia mais

O DESAFIO DA CONTINUIDADE E A SUA NECESSIDADE

Desde 2017 que publico nas redes sociais sugestões de leitura de obras angolanas, primeiro no perfil pessoal do Facebook e, actualmente, por intermédio das redes sociais da editora Elivulu, que coordeno. A recomendação é acompanhada com referência ao ano de publicação do livro e, logicamente, o nome da autora ou autor. Este exercício permitiu-me perceber a importância da biobibliografia de quem publica uma obra. Por Sedrick Carvalho omás Lima Coelho, amigo da editora desde a primeira hora, atento ao trabalho desenvolvido e, em especial, às sugestões de leitura, ofereceu-nos a…

Leia mais

REFLEXÃO DE LUTO EM MEMÓRIA DE NZITA TIAGO

A notícia da morte de Nzita Henrique Tiago, no dia 3 de Junho de 2016, surpreendeu mais do que uma pessoa na comunidade nacional e não só, deixando-nos a todos num estado de choque emocional numa altura em que ninguém esperava tal fim, e tal é a escolha do destino, mas hoje, que lição aprendemos com a sua morte e com toda a sua obra na luta pela luta de libertação do povo Cabinda, como sempre o proclamava? Por Osvaldo Franque Buela (*) zita Tiago tinha uma obsessão pela palavra…

Leia mais

NOS ESGOTOS CARCERÁRIOS DO MPLA (I)

Arrepia-me o espectáculo degradante de uma Angola distópica, transformada em paraíso de charlatães que há muito atraiçoaram o testamento político original do MPLA. Por Carlos Pacheco (*) rrepia-me continuar a ver Angola nas mãos de mestres da farsa e da teatralidade que persistem, sem nenhum decoro, em usar de arteiros subterfúgios para acomodar o passado de horrores da ditadura de Agostinho Neto. Que usam de um perdão fictício para canonizar com nomes altissonantes o que o regime do MPLA chama de reconciliação nacional. De modo nenhum me conformo com as…

Leia mais