UCRÂNIA NA CPLP? SERÁ QUE PUTIN DEIXA?

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) é para a Ucrânia uma “importante plataforma” com um peso crescente na cena internacional, uma das razões pelas quais o país apresentou oficialmente em Dezembro de 2023 o pedido para ser Observador Associado. Por Orlando Castro ministro das Relações Exteriores ucraniano, Dmytro Kuleba, numa carta dirigida ao secretário executivo do elefante branco que fala (mais ou menos) português, Zacarias da Costa, com a manifestação formal de interesse daquele Estado em ser observador associado: “O aprofundamento das relações com os países de língua…

Leia mais

CORRUPÇÃO AMEAÇA DERROTAR RAMAPHOSA

O ANC (Congresso Nacional Africano) lançou hoje a sua campanha para as eleições gerais de 29 de Maio na África do Sul, estando, pela primeira vez, em risco de perder a maioria absoluta no Parlamento devido à corrupção e ao clima socioeconómico. o poder desde o início da democracia no país e da vitória de Nelson Mandela, em 1994, o ANC, do Presidente Cyril Ramaphosa, enfrenta também um aumento do descontentamento da população por causa de vários escândalos de corrupção, a que se junta um contexto de desemprego endémico e…

Leia mais

ADMINISTRADOR MUNICIPAL DO CUROCA NA MIRA DA PGR

O actual Administrador do município do Curoca e 1° Secretário do MPLA, Manuel Domingos Taby, foi constituído arguido pela Procuradoria-Geral da República (PGR) na província do Cunene por suspeitas dos crimes de apropriação indevida de dois geradores de 560 e 400 kilovoltampere  respectivamente, além de gestão danosa e abuso de poder na Administração Municipal de Ombadja de 2005 a 2018. Por Geraldo José Letras Administrador do município do Curoca e 1ª Secretário do MPLA, Manuel Domingos Taby, responde desde o início do mês de Fevereiro deste ano junto da Procuradoria…

Leia mais

DESVIAR MELHOR PARA RECEBER MAIS

Nos municípios do Cuanhama, Namacunde, Ombandja e Cahama vários projectos inseridos na carteira do PIIM (Programa Integrado de Intervenção nos Municípios) registam atrasos nos níveis de execução, devido à falta de fiscalização e indícios de desvio do financiamento público que resultaram em dívidas do Governo Provincial do Cunene com as empresas de construção contratadas. Por Geraldo José Letras visita do ministro da Administração do Território, Dionísio Manuel da Fonseca, durante dois dias – quinta-feira e sexta-feira – desta semana, nos municípios de Cuanhama, Namacunde, Ombandja e Cahama, revelou atrasos nos…

Leia mais

ADMINISTRADOR DA SAPÚ E OS VENDEDORES DO KIMBANGU

Para travar a venda ambulante e a desordenada na zona do Kimbangu, considerado principal factor no desordenamento do trânsito no município do Kilamba-Kiaxe, o Administrador do Distrito Urbano da Sapú, anunciou, nesta sexta-feira, 23 de Fevereiro, inscrição grátis e isenção de pagamento de taxas por dois meses aos comerciantes que se mudem para o mercado “Sinha Moça”. A venda ambulante nas vias públicas do município do Kilamba-Kiaxe, com maior visibilidade para a zona do Kimbangu, onde o trânsito é feito com muita dificuldade, segundo os automobilistas, “está a comprometer o…

Leia mais

TRABALHADORES LUSOS (TAMBÉM) COM A CORDA NO PESCOÇO

Atrasos nas transferências de salários e dificuldades de pagamentos devido à falta de divisas prejudicam empresários e trabalhadores portugueses em Angola, que se queixam dos constrangimentos e impacto sobre os negócios, admitindo até o regresso a Portugal. arta S., funcionária de uma seguradora, disse à Lusa que aguarda há três meses pela transferência dos seus salários de Novembro, Dezembro e Janeiro, com poucas ou nenhumas explicações por parte do banco. “Vou insistindo, mas dizem sempre o mesmo, que não têm divisas, ou nem dão satisfações aos clientes, sou eu que…

Leia mais

SEM REI NEM ROQUE (E SEM VERGONHA)

Os líderes da oposição que, a muito custo, o partido do general João Lourenço, o MPLA, ainda permite em Angola, mostraram-se unidos em torno da plataforma Frente Patriótica Unida, que querem ver consolidada, tendo apontado preocupações comuns, como os poderes presidenciais excessivos, numa reunião do projecto político PRA JA Servir Angola, de Abel Chivukuvuku. s coordenadores da Frente Patriótica Unida (FPU), Adalberto Costa Júnior, presidente da UNITA, e Filomeno Vieira Lopes, presidente do Bloco Democrático (BD), bem como Francisco Viana, membro da sociedade civil e deputado eleito nas listas da…

Leia mais

SALÁRIO DO PRESIDENTE É DIRECTAMENTE PROPORCIANAL À QUALIDADE DO SEU TRABALHO

Se o presidente João Lourenço e os seus ministros não vivem do seu salário então estamos na presença de uma grande irregularidade e ilegalidade. Todos sabemos que o senhor presidente João Lourenço não deve favores, satisfações nem explicações ao povo angolano. O presidente não precisa responder mas ao povo se o senhor não sabe está mais uma vez a murmurar pelos cantinhos colocando a seguinte pergunta: Qual tem sido o expediente usado pelo presidente da república que lhe permite levar uma vida fastuosa e luxuosa tendo em conta que aufere…

Leia mais

RESULTADO LÍQUIDO DA SONANGOL CAIU 41,5%

A petrolífera angolana Sonangol anunciou hoje um resultado líquido de 3,1 mil milhões de dólares (2,8 mil milhões de euros) em 2023, contra os 5,3 mil milhões de dólares (4,8 mil milhões de euros) de 2022. ste resultado representa uma queda de 41,5%, num ano que a petrolífera estatal (do MPLA) sublinha ter sido “marcado por múltiplos desafios, cujas consequências têm sido visivelmente nocivas, à escala global”. Em 2023, o volume de negócios da Sonangol foi de 10,9 mil milhões de dólares (10 mil milhões de euros), contra os 13,4…

Leia mais

DOS “SCORPIONS” DO SUMBE À LAGOSTA DE LUANDA

O coordenador do PRA-JA Servir Angola, Abel Chivukuvuku, afirmou-se hoje confiante na legalização do seu projecto político em 2024, salientando que há outros caminhos além do Tribunal Constitucional (TC). Talvez tenham sido avistados nos rios de Angola jacarés vegetarianos… bel Chivukuvuku, que falava aos jornalistas à margem da primeira reunião da comissão directiva provisória do PRA-JA Servir Angola, disse que o processo no âmbito do “recurso de agravo” da decisão do Tribunal Constitucional (do MPLA), que rejeitou rever o acórdão que inviabiliza a legalização do partido, está em fase de…

Leia mais