“Mais um fiado, patrão!”

A consultora Fitch Solutions considera que Angola deverá crescer 1,7% este ano e 3,3% em 2022, antecipando um abrandamento da inflação para 19,7% este ano e 14,2% no próximo ano. Embalado e de olho no fiado, João Lourenço assinou mais um vale, desta vez ao Banco Internacional para a Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD) no valor global de 700 milhões de dólares. “Antevemos que a economia de Angola vá regressar a um crescimento moderado de 1,7% este ano e de 3,3% em 2022, com a redução dos cortes da Organização dos…

Leia mais

Alarme sanitário? Claro. O habitual!

Enquanto médicos alertam para o “agravar da situação sanitária” em Luanda, que se reflecte já nos hospitais primários e terciários, apontando a “malária e as doenças diarreicas” como as principais patologias nos bancos de urgência, o presidente João Lourenço aprovou a despesa para a construção de uma nova morgue em Luanda, num valor estimado de 13 milhões de dólares. Para os profissionais de saúde, as chuvas e os enormes amontoados de lixo que se registam em quase toda a extensão da capital angolana estão a “concorrer negativamente para o deplorável”…

Leia mais

Lusófonos poderiam ser… o futuro

Os nove países de expressão oficial portuguesa seriam a décima maior economia do mundo, valendo 1,8 biliões de dólares, ficando abaixo do Canadá e acima da Coreia do Sul, numa lista liderada pelos Estados Unidos da América.  De acordo com a base de dados do Fundo Monetário Internacional (FMI), a junção do Produto Interno Bruto (PIB) de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné Equatorial, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste daria uma riqueza de 1,8 biliões de dólares, equivalente a cerca de 1,5 biliões de euros. Entre as…

Leia mais

Está difícil viver sem… comer!

Cerca de 562 mil angolanos enfrentaram em 2020 situações de crise ou emergência alimentar, indica um relatório publicado hoje, com previsões de “riscos significativos” para a população e considerando as condições climáticas extremas como principais causas. O relatório em causa foi apresentado hoje na ONU e foi realizado pela Rede Global Contra as Crises Alimentares (GNAFC, na sigla em inglês), uma aliança da ONU com a União Europeia e agências governamentais e não-governamentais. Em Angola, entre Outubro de 2019 e Fevereiro de 2020, cerca de 562 mil pessoas encontravam-se em…

Leia mais

Em Cafunfo continuam a morrer pessoas

O arcebispo de Saurimo, José Imbamba, denunciou hoje que na região de Cafunfo e em zonas de exploração diamantífera do leste de Angola “continuam a morrer pessoas”, responsabilizando os seguranças que protegem as minas, e pediu a “salvaguarda da vida”. Não mata a Polícia Nacional (do MPLA), mata a segurança (à qual o MPLA dá cobertura). É a continuação do forrobodó canibalesco dos cleptocratas. “Em Cafunfo, ainda continuam a morrer pessoas, nas zonas de exploração diamantífera ainda continuam a morrer pessoas, portanto os seguranças das empresas que defendem as minas…

Leia mais

Obiang assume-se como rei do… bordel

O Presidente da Guiné Equatorial disse hoje que a comunidade lusófona (a CPLP, mais exactamente) não pode continuar alheada da situação de violência armada na província moçambicana de Cabo Delgado, sublinhando que uma “família de irmãos” deve regular-se pela solidariedade. Teodoro Obiang já fala como dono do  bordel e, afinal, até tem razão. “A nossa organização não deve permanecer alheia a esta tragédia, que ultrapassa a dimensão de simples conflito interno”, disse Teodoro Obiang, assinalando que Moçambique está a ser palco de “agressões perpetradas, programadas e financiadas a partir do…

Leia mais

Crash Course sobre Islamic Finance e Green Bonds

A RSA LP (Rede de Serviços de Advocacia de Língua Portuguesa/ Raposo Subtil e Associados) e a sociedade de advogados internacional Clyde & Co Dubai, associaram-se à Faculdade de Direito da Universidade Lusófona para ministrarem a primeira parte de um “Crash Course” onde serão ensinadas as bases do Islamic Finance e o modelo comparativo entre a lei portuguesa e a lei islâmica, a “Shariah”. O “Islamic Finance” é uma nova área do direito muito importante para novos investimentos em países como Portugal. Antecipando o impacto que o pós-Covid 19 terá…

Leia mais

Português gigante na mão de anões

As comemorações do Dia Mundial da Língua Portuguesa, que se assinala hoje, decorrem em 44 países, com mais de 150 actividades, em formato misto, presencial e virtual. Proclamado em 2019 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), este é o segundo ano em que se celebra o Dia Mundial da Língua Portuguesa. O programa, coordenado pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, contempla iniciativas que decorrerão em todas as regiões do mundo e abrangem as dimensões geográfica, da investigação, de tradução, da ligação…

Leia mais

Escritora Hélia Correia vence Prémio Literário Guerra Junqueiro

A escritora Hélia Correia venceu o Prémio Literário Guerra Junqueiro, do Festival Internacional de Literatura de Freixo de Espada à Cinta (Portugal), que lhe será entregue na próxima edição, em Julho, anunciou a organização. “Hélia Correia reflecte a influência de Guerra Junqueiro tanto na parte literária, na sua poesia e no discurso poético da sua obra, como nas convicções políticas que sempre o entusiasmaram”, escreve, no anúncio da decisão, a organização do Freixo Festival Internacional de Literatura (FFIL), que cabe ao município de Freixo de Espada à Cinta, no distrito…

Leia mais

Leonardo Oliveira vence Prémio Literário UCCLA

Na data em que se comemora o Dia Mundial da Língua Portuguesa, a UCCLA anuncia que o livro “O Sonho de Amadeu”, de Leonardo Oliveira, é o vencedor da 6ª edição do Prémio Literário UCCLA – Novos Talentos, Novas Obras em Língua Portuguesa. A obra será publicada pela Guerra e Paz editores. “O Sonho de Amadeu”, de Leonardo Oliveira, 38 anos, do Rio de Janeiro, Brasil. A obra vencedora, de acordo com o júri, é “prosa trabalhada, frase curta, paisagens urbanas, no prólogo que é já um trabalho de ficção,…

Leia mais