E SE A ALEMANHA TORNAR HITLER UM HERÓI?

O Presidente do MPLA e da República (do MPLA), João Lourenço pediu em 26 de Maio de 2021 desculpas em nome do Estado angolano pelas execuções sumárias levadas a cabo nos massacres de 27 de Maio de 1977, salientando que se trata de “um sincero arrependimento”. Mas, é claro, o assassino responsável pelos massacres, Agostinho Neto, continua incólume e a ser, por imposição expressa de MPLA, o único herói nacional. Por Orlando Castro o dono dos escravos disse que “não é hora de nos apontarmos o dedo procurando os culpados.…

Leia mais

POIS CLARO, TODAVIA, NÃO OBSTANTE…

O Procurador-Geral da República de Angola, general Hélder Pitta Gróz, prometeu hoje o que lhe disseram para prometer, ou seja que o processo contra Isabel dos Santos vai avançar, mesmo que a empresária não preste declarações no âmbito do mandado de detenção internacional pedido pelas autoridades de Angola. élder Pitta Gróz, que falava em Luanda à margem de uma reunião do Conselho de Direcção, afirmou que desconhece (seria de estranhar que conhecesse o que todos conhecem) o paradeiro da filha do ex-presidente José Eduardo dos Santos, e disse que foram…

Leia mais

SENHOR MARCOS SOUTO, NÃO É INANIÇÃO. É MESMO FOME

O representante do Fundo Monetário Internacional (FMI) em Angola, Marcos Souto, disse hoje que a insegurança alimentar no reino do MPLA “ainda é relevante”, com grande número de pessoas a sofrerem de “forma desmedida” e “50% de crianças em inanição”. Sendo que “inanição” quer dizer “fraqueza extrema por falta de alimentação”. egundo Marcos Souto, apesar de Angola, neste momento, não ter problemas de limites orçamentais em função das condições globais, pelo facto de o preço do petróleo trazer receitas extras ao país, a insegurança alimentar no país “ainda é significativa”.…

Leia mais

JORNALISTAS NA LINHA DE FOGO

O secretário-geral do Sindicato dos Jornalistas Angolanos (SJA), Teixeira Cândido, denunciou hoje o furto de equipamento informático na sua sede e mensagens ameaçadoras, considerando que estão em causa tentativas de intimidação e controlo da actividade dos jornalistas. Aí está o MPLA no seu estado mais… puro. m declarações à Lusa, Teixeira Cândido disse que, na semana passada, desapareceu da sede o CPU (unidade central de processamento) do principal computador do sindicato, que foi devolvido na terça-feira de manhã, sem que ninguém se tivesse apercebido. “Deixaram e foram embora”, contou o…

Leia mais

UNITA ENGOLE (MAIS) UM SAPO

A Assembleia Nacional (do MPLA) votou hoje contra a alteração da ordem do dia pedida pelo grupo parlamentar da UNITA, maior partido da oposição que o MPLA (ainda) permite em Angola, que pretendia apresentar um voto de protesto contra agressões à mulher de um jornalista. m causa estão os actos de agressão contra Ludmila Pinto, mulher do activista e jornalista angolano Cláudio Emanuel Pinto, da Rádio Despertar, ligada à UNITA. O requerimento apresentado na sessão plenária da Assembleia Nacional foi recusado com 112 votos contra da bancada parlamentar do MPLA…

Leia mais

ISABEL DOS SANTOS CONFIRMA FOLHA 8

Em entrevista à DW África, Isabel dos Santos diz que “o Luanda Leaks foi uma manipulação grosseira, foi uma encomenda do Estado angolano que infelizmente decidiu ter-me a mim como alvo por razões políticas e por perseguição política. E utilizou e manipulou jornalistas, colocando nas mãos dos jornalistas informações que não eram verdadeiras, convencendo-os de factos que não eram reais, e os jornalistas efectivamente criaram uma série de alegações nos jornais”. ra, “quando existem alegações nos jornais, é normal que as autoridades dos países em que essas alegações são feitas…

Leia mais

SERVIR O POVO OU SERVIR-SE DO POVO?

O grupo parlamentar da UNITA, maior partido da oposição que o MPLA (ainda) permite em Angola, inicia sexta-feira e até domingo, em Luanda, as segundas Jornadas nas Comunidades, para o contacto directo com os cidadãos e auscultação das suas preocupações. Mais do mesmo, seis por meia dúzia. egundo a primeira vice-presidente do grupo parlamentar da UNITA, Albertina Ngolo, as jornadas decorrerão sob o lema “O Deputado ao Serviço do Cidadão”. Albertina Ngola referiu que no primeiro dia a jornada é de carácter institucional, com cumprimentos de cortesia aos administradores dos…

Leia mais

PÁREM DE ESCREVER A QUEM NÃO SABE LER!

A Friends of Angola (FoA) repudia o impedimento do exercício do direito de reunião contra os “manifestantes pacíficos” no sábado passado, em Luanda, e “exige” que o Presidente angolano obrigue os agentes do Estado a respeitarem os direitos humanos. Ou seja, julga que o reino é um Estado de Direito… FoA, organização não-governamental, em carta enviada ao Presidente João Lourenço, lembra (como se o dono disto tudo não soubesse) que a Constituição angolana estipula que a realização de manifestações pacíficas não carece de autorização. Pena é que esta entidade não…

Leia mais

VOTO DE CONFIANÇA DOS PROFESSORES OU DA CNE?

A ministra da Educação angolana, Luísa Grilo, pediu hoje “ponderação e voto de confiança” aos professores do ensino geral, que anunciaram uma greve a partir de quarta-feira, garantindo que o executivo está a trabalhar para solucionar as suas reivindicações. Há 47 anos que o MPLA promete “resolver os problemas do Povo”. O resultado está à vista. Só acredita quem quer. “executivo está a trabalhar no sentido de responder às preocupações apresentadas, algumas delas já foram solucionadas, outras estão em via de solução, e então apelava aos meus colegas a alguma…

Leia mais

ENQUANTO A UNITA SONHA… O PESADELO CONTINUA

A UNITA, maior partido da oposição que o MPLA (ainda) permite em Angola, exigiu (isto é como quem diz!) o Presidente João Lourenço (igualmente Presidente do MPLA e Titular do Poder Executivo) acção sobre os vários e recentes actos de agressão contra a mulher do jornalista da Rádio Despertar, Cláudio Emanuel Pinto, praticados, em Luanda, por homens desconhecidos. uma conferência de Imprensa, o líder do grupo parlamentar da UNITA, Liberty Chiaka, questionou o silêncio das autoridades competentes para a investigação deste caso. Em causa estão ataques, por três vezes, a…

Leia mais