Generais reformados procuram comida no lixo

Oficiais generais e subalternos reformados das Forças Armadas de Angola pediram hoje a intervenção do Presidente da República, Presidente do MPLA e Titular do Poder Executivo, e ex-ministro da Defesa, general João Lourenço, para liquidar a dívida do Estado, avaliada em 130 mil milhões de kwanzas (162 mil milhões de euros), admitindo manifestarem-se “nus” até ao Palácio Presidencial. Os oficiais generais, superiores, capitães e subalternos reformados de Angola queixam-se de cortes nas suas pensões de reforma e nos subsídios de empregadas domésticas desde 2009, afirmando estar atirados à sua sorte…

Leia mais

Está visto que não adianta chorar

No passado dia 15, Carlos Pinho publicou aqui um artigo de opinião intitulado “Está visto que não adianta chorar”. Um leitor, que “assina” como “Observador”, enviou-nos o comentário (publicado no mesmo dia) e que agora voltamos a dar à estampa para situar a resposta de Carlos Pinho. Eis o texto (ipsis verbis) do “Observador”: «Nao me interessa , so sei que em portugal so existe professores e engenheiros. Esta terra Angola a sua independencia foi golpeada e cobicada por portugueses do SAUDOSISTAS E SEQUELAS do Salazar , FASCISTAS e EXTREMISTAS…

Leia mais

Martin Luther King, Mandela, Gandhi? Não. Apenas Neto

Martin Luther King nasceu em 15 de Janeiro de 1929 e foi assassinado em 4 de Abril de 1968. A necessidade de maior divulgação da vida e obra de Agostinho Neto, para merecer o devido reconhecimento da juventude, foi defendida em 2018, em Luanda, pelo chefe da Educação Patriótica do Estado Maior General das Forças Armadas Angolanas (FAA), Baltazar Diogo. O MPLA tem toda a razão. Importa não esquecer, pelo contrário, o papel de Neto nos massacres de 27 de Maio de 1977. O oficial falava durante uma visita ao…

Leia mais

PIIM Pam Pum… viva o MPLA

O plano de intervenção do Governo angolano nos 164 municípios, lançado em Junho passado, conta actualmente (segundo as contas oficiais) com uma execução financeira de 200 milhões de dólares (167 milhões de euros), 10% do orçamento total, e 75 projectos concluídos, foi hoje anunciado. A informação foi transmitida hoje pela coordenadora do grupo técnico do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), Laurinda Cardoso, no final de uma reunião de balanço do grau de implementação da carteira de projectos, em 2020, em que admitiu pontos “fracos e fortes” durante a…

Leia mais

Se em Portugal é assim…

O Sindicato dos Jornalistas de Portugal pediu esclarecimentos urgentes à Procuradora-Geral da República sobre a vigilância a jornalistas que investigaram o caso “e-toupeira”, considerando-a uma clara violação do sigilo profissional e da protecção das fontes de informação. Nas costas dos outros devemos ver as nossas. Se em Portugal é assim… Depois de ter sido informado de que dois jornalistas de dois órgãos de informação foram vigiados por autoridades públicas, “numa clara violação do seu sigilo profissional e da protecção das fontes de informação”, o Sindicato dos Jornalistas solicitou um esclarecimento…

Leia mais

Só para recordar a quem está no poder há 45 anos

Os que têm 45 anos, talvez, não saibam! Vale a pena recordar, o que os portugueses, que o MPLA tanto odeiam, deixaram em 1975 em Angola, além de habitações, escolas, hospitais etc., etc., que não constam nesta lista! Isto para 8 milhões de pessoas! PETRANGOL – Refinaria e Distribuição de Combustíveis. DTA-TAAG – Linhas Aéreas ligando todas as províncias, mesmo entre elas. CFB – Caminho de Ferro de Benguela, do Lobito a Dilolo-RDC. CFM – Caminho de Ferro de Moçâmedes, da Namíbia até Menongue. CFA – Caminho de Ferro de…

Leia mais

Filhos, enteados e outros

No dia 20 de Março de 2020 o Folha 8 colocou à Direcção Geral da Saúde (de Portugal) e à Ordem dos Médicos (de Portugal), questões relacionadas com a pandemia da Covid-19. Procurávamos informações que pudessem ser úteis, entre outros, aos angolanos, tanto residentes em Portugal como para nosso “uso” interno. A única “resposta” recebida foi-nos enviada pela Ordem dos Médicos que, três dias depois, acusava a recepção, prometendo que “brevemente voltaremos ao contacto”. Até hoje. Compreendemos que, também neste caso, há filhos, enteados e outros, provavelmente analisados em função…

Leia mais

Histórias da revolta de Cassange

A revolta da Baixa do Cassange. Assinala-se hoje, em Angola, este trágico acontecimento que ocorreu (até quanto à data não há certezas) no dia 4 ou 6 de Janeiro de 1961 e que na sua essência resultou da sublevação dos trabalhadores da cultura do algodão. Por Orlando Castro O tenente-coronel António Lopes Pires Nunes, no livro “Angola 61 – Da Baixa de Cassange a Nambuangongo” (Editora Prefácio) conta que “durante as operações de pacificação da Baixa do Cassange, o major Rebocho Vaz, comandante do Batalhão Eventual constituído para o efeito,…

Leia mais

Europa abre cordões à bolsa

O Banco Europeu de Investimento vai conceder um empréstimo de 50 milhões de euros ao Ministério da Saúde angolano para o combate à Covid-19, anunciou hoje a embaixadora da União Europeia (UE) em Angola, Jeannette Seppen. Segundo a diplomata europeia, que falava hoje durante a cerimónia de doação de material de biossegurança e de testes de Covid-19 ao Governo angolano, o referido empréstimo será combinado com uma doação de cinco milhões de euros para assistência técnica. No âmbito da pesquisa em nutrição, incluído o impacto da crise da Covid-19, Jeannette…

Leia mais

Sou angolano (do MPLA)

Um projecto cultural e filantrópico denominado “Sou angolano, sou da paz e lutarei pela paz”, destinado a promover o patriotismo e a cidadania, foi lançado hoje, sábado, no município de Viana (Luanda), numa iniciativa do músico angolano Chilola de Almeida. Segundo o mentor do projecto, que tem o patrocínio da Câmara de Comércio Angola-China, a promoção do patriotismo e dignificação da identidade nacional, no âmbito dos seus objectivos, será feita por via das artes. Para isso, perspectiva incentivar, por via das artes, a manutenção e conservação da paz, como maior…

Leia mais