PETRÓLEO DO MPLA FOI O TERCEIRO MAIS CARO DO MUNDO

O petróleo de Angola foi o terceiro mais caro do mundo entre 13 crudes dos membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), apenas ultrapassado pela Argélia e Guiné Equatorial. Segundo o relatório mensal da OPEP publicado esta semana, entre os 13 tipos de petróleo que integram o cabaz de referência da OPEP, a rama Girassol angolana atingiu os 127,03 dólares em Junho, tendo também a maior subida em termos mensais (11,5% face a Maio). Nos primeiros seis meses de 2022, o petróleo angolano esteve também entre os dispendiosos,…

Leia mais

E ATÉ VAMOS PRODUZIR GASOLINA. É OBRA!

João Lourenço, na sua qualidade de porta-voz do triunvirato que Governa Angola (Presidente da República, João Lourenço, Presidente do MPLA e seu candidato eleitoral, João Lourenço, e Titular do Poder Executivo, João Lourenço), manifestou-se hoje satisfeito com o aumento da capacidade de produção de gasolina pela refinaria de Luanda, considerando incompreensível um país (há 46 anos governado pelo MPLA) com uma grande produção de petróleo bruto, mas com capacidade mínima de transformação. João Lourenço, que falava no final da cerimónia de inauguração do complexo de produção de gasolina da refinaria…

Leia mais

DIVERSIFICAR A ECONOMIA SÓ QUANDO O PETRÓLEO ACABAR

Angola ultrapassou a Nigéria como o maior produtor de petróleo na África subsaariana em maio, de acordo com os dados da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), ao bombear 1,1 milhões de barris por dia. No entanto, segundo o MPLA, a aposta continua a ser diminuir a dependência do… petróleo! A produção de Angola caiu de 1,183 milhões de barris diários bombeados em Abril, para 1,162 milhões em Maio, mas beneficiou de uma queda ainda superior por parte da Nigéria, cuja produção caiu de 1,219 milhões de barris em…

Leia mais

PETRÓLEO DEIXARÁ DE SER REI E PASSARÁ A SER… MONARCA

A ANPG – Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis estima que o volume de negócios no sector petrolífero atinja 66 mil milhões de dólares nos próximos cinco anos, 40% acima dos cinco anos anteriores. Segundo um comunicado da concessionária angolana, hoje divulgado, a previsão de 66 mil milhões de dólares (61,4 mil milhões de euros) inclui a extensão das licenças de produção já assinadas entre a ANPG e os operadores, designadamente nos Blocos 15, 17, 18 e também no Bloco 0, bem como actividades ligadas à exploração e ao…

Leia mais

PETRÓLEO, MEMBRO FUNDADOR DO MPLA

A ministra das Finanças de Angola, Vera Daves de Sousa, disse hoje que o Governo reviu em alta a previsão de crescimento económico para este ano, antecipando agora uma expansão de 2,7% devido ao aumento do preço do petróleo. Quanto não vale haver, em princípio, eleições em Agosto e o crude ser do Comité Central do MPLA… “Sim, revimos a previsão de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para este ano para 2,7%, considerando o mesmo ritmo de 1,14 milhões de barris de petróleo por dia e um preço a…

Leia mais

“QUERIDO LÍDER” TROCA SEIS POR… MEIA DÚZIA!

Angola prevê refinar no futuro quase 400.000 barris de petróleo bruto por dia com a construção das refinarias do Soyo e de Cabinda e com a requalificação da refinaria de Luanda, disse hoje João Lourenço na sua qualidade de Presidente da República, Presidente do MPLA, Titular do Poder Executivo e cabeça-de-lista do MPLA às eleições de Agosto. João Lourenço, que discursava hoje na abertura da 8.ª edição do Congresso e Exposição de Petróleo Africano (CAPE, na sigla inglesa), afirmou que a construção das refinarias, já em curso, visa tornar Angola…

Leia mais

20% DE TODA A RECEITA É PARA PAGAR JUROS

A agência de notação financeira Standard & Poor’s disse hoje que Angola deverá registar um excedente orçamental primário acima de 5% do PIB, mas alertou para o forte aumento dos pagamentos de dívida a partir de 2023. “Graças ao actual nível elevado dos preços do petróleo, estimamos que Angola deverá registar um excedente orçamental primário [sem contar com os juros] acima de 5% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2022, o segundo melhor em África; isto vai ajudar a aliviar as preocupações de curto prazo sobre a liquidez, mas notamos…

Leia mais

CHEVRON DESENVOLVE PLATAFORMA PETROLÍFERA PIONEIRA

A subsidiária da Chevron em Angola desenvolveu em Cabinda a primeira plataforma petrolífera de fabrico standardizado, um “projecto pioneiro” com uso quase exclusivo de recursos angolanos, cuja montagem no mar está programada para Junho. Este “projecto pioneiro desenvolvido em Cabinda”, uma das principais regiões produtoras de petróleo do país, foi descrito pelo ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás, Diamantino Azevedo, como um “feito histórico” que traduz o fomento do executivo à incorporação de conteúdo local. O projecto Lifua A, produzido em 11 meses, está localizado no campo de Malongo,…

Leia mais

EMISSÃO DE DÍVIDA PÚBLICA ESTÁ QUASE AÍ

A ministra das Finanças de Angola, Vera Daves de Sousa, disse hoje que o país pode emitir dívida pública “a qualquer momento”, dependendo da evolução dos mercados, mas garante “tranquilidade” na análise da situação financeira internacional. “Estamos a olhar para tudo com tranquilidade”, disse a governante angolana em declarações à agência de informação financeira Bloomberg, acrescentando que a janela para emitir dívida pública internacional “pode aparecer a qualquer momento”. As declarações da ministra surgem no seguimento da apresentação do plano nacional de endividamento, que prevê a emissão de dívida soberana…

Leia mais

NEM ENXADAS, NEM CATANAS

O ministro da Agricultura e Pescas angolano, António de Assis, afirmou hoje que agricultores do interior do país disputam enxadas e catanas, por falta de produção local, considerando que este é um dos factores que limita o desenvolvimento do sector. Nem enxadas nem catanas. Coisas da crise… O melhor mesmo é pescar com enxadas e semear com anzóis. Para António de Assis, a falta de fabrico interno de meios de produção agrícola, nomeadamente catanas, enxadas, carros de mão, agulhas e de fertilizantes e pesticidas condiciona o fomento da produção agrícola,…

Leia mais