Amigos são mesmo para isso

O Presidente angolano (não nominalmente eleito) João Lourenço abordou com o secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, a situação de segurança na Região dos Grandes Lagos, com destaque para a República Centro-Africana (RCA). O chefe do executivo angolano, presidente em exercício da Conferência Internacional da Região dos Grandes Lagos (CIRGL), e o mais alto dirigente da Organização das Nações Unidas (ONU), que se recandidata a segundo mandato, falaram ao telefone, segundo uma nota da Secretaria para os Assuntos de Comunicação Institucional e Imprensa do Presidente da República. A…

Leia mais

Aos angolanos só faltam as penas para serem burros, pensa o MPLA

O Governo do MPLA anunciou hoje que está a terminar “questões técnicas” para operacionalizar a Bolsa de Solidariedade Social (BSS), relançada em Dezembro de 2020, após um interregno de três anos, para acudir 80.000 pessoas vulneráveis no país. A BSS foi lançada oficialmente em Julho de 2017, mas três meses após o início da actividade registou uma paralisação “devido a questões técnicas na sequência das reformas no Estado angolano”, justificou uma fonte oficial. Segundo o consultor do gabinete da ministra da Acção Social, Família e Promoção da Mulher angolana, Américo…

Leia mais

Está visto que não adianta chorar

No passado dia 15, Carlos Pinho publicou aqui um artigo de opinião intitulado “Está visto que não adianta chorar”. Um leitor, que “assina” como “Observador”, enviou-nos o comentário (publicado no mesmo dia) e que agora voltamos a dar à estampa para situar a resposta de Carlos Pinho. Eis o texto (ipsis verbis) do “Observador”: «Nao me interessa , so sei que em portugal so existe professores e engenheiros. Esta terra Angola a sua independencia foi golpeada e cobicada por portugueses do SAUDOSISTAS E SEQUELAS do Salazar , FASCISTAS e EXTREMISTAS…

Leia mais

Até o QI da “Cheeta” era superior

Sem citar nomes, como é típico dos cobardes e, por isso, essencial no ADN do MPLA, o presidente do grupo parlamentar do MPLA, Américo Cuononoca, denunciou a existência, no país, de políticos que recorrem à manipulação de jovens, com vista à desacreditação das instituições e à violação do “jogo democrático”. Certamente que a sua própria carapuça serve também, com precisão milimétrica, no seu chefe, João Lourenço. Por Orlando Castro Depois de se ter descalçado para poder contar até 12 com a ajuda dos dedos dos pés, o deputado, que zurrava…

Leia mais

A (a)MPLA vitória dos escravocratas

A consultora Fitch Solutions considera que o Governo angolano (do MPLA há 45 anos) vai prosseguir as reformas para melhorar o ambiente empresarial, mas alertou que o risco de instabilidade social (20 milhões de pobres) vai continuar elevado devido ao descontentamento com a crise que o país atravessa. “Antecipamos que o Governo de Angola vá continuar com a sua agenda de reformas favoráveis ao investimento nos próximos trimestres, garantindo continuidade das políticas”, dizem os consultores numa análise à situação económica e política. Na análise, enviada aos investidores, esta consultora, detida…

Leia mais

MPLA está a vender o país ao capital estrangeiro

O MPLA, definitivamente, com base na estratégia do seu presidente, João Manuel Gonçalves Lourenço, está a vender o país ao capital estrangeiro. É um crime contra a soberania angolana, principalmente por estar a ser em tempo de crise, onde os que detém poder e dinheiro se unem como uma verdadeira matilha de cães selvagens, para devorar os pobres, os 20 milhões de pobres. Por William Tonet O ano foi ali. Não volta! É passado. No fim da linha, ficou! E, quando mais se esperava, 2020, não “kandandou” (abraçou) 2021, com…

Leia mais

A (a)MPLA amargura de Irene Neto

O filho do empresário luso-angolano Carlos São Vicente, Ivo São Vicente, foi agora constituído arguido, revelou a sua mãe, Irene Neto (filha do herói do MPLA, Agostinho Neto). O “massacre” continua, diz Irene a partir da capital colonial (Lisboa) de outros tempos. “Penso que não é necessário estar a afirmar certas coisas, quando nós estamos numa posição em que temos o marido preso e temos um filho constituído arguido”, afirmou numa entrevista à Lusa, em Lisboa, a filha do primeiro Presidente de Angola, herói do MPLA e “pai” dos massacres…

Leia mais

Está visto que não adianta chorar

Ontem, 14 de Janeiro, o Novo Jornal apresentou aquilo que a meu ver é um texto magnífico, escrito por Mário Afonso d’Almeida “Kassessa”, e intitulado “As minhas elucubrações: Tinha de ser assim?”. Por Carlos Pinho (*) Caro Mário Afonso d’Almeida “Kassessa”, acredito piamente que o senhor tenha escrito aquele texto do fundo do seu coração. Repito ainda, eu acredito piamente que o senhor acredita piamente naquilo que escreveu. Aliás, quem sou eu, um simples desconhecido, que apesar de ter nascido em Angola, trago para os genuínos o anátema da minha…

Leia mais

Criminoso do MPLA é sempre herói

O Presidente de alguns angolanos do MPLA, João Lourenço, homenageou hoje o “nacionalista” Ludy Kissassunda, manifestando “profundos sentimentos de pesar à família”, pela morte do general que foi criminoso activo nos massacres de 27 de Maio de 1977, ou não tivesse sido, entre 1975 e 1979, o director geral da DISA (Direcção de Informação e Segurança de Angola), a antiga “secreta” do MPLA/Neto, uma verdadeira organização criminosa e terrorista. Por Orlando Castro (*) João Rodrigues Lopes, conhecido como Ludy Kissassunda, morreu em Portugal no passado dia 6 de Janeiro, por…

Leia mais

Martin Luther King, Mandela, Gandhi? Não. Apenas Neto

Martin Luther King nasceu em 15 de Janeiro de 1929 e foi assassinado em 4 de Abril de 1968. A necessidade de maior divulgação da vida e obra de Agostinho Neto, para merecer o devido reconhecimento da juventude, foi defendida em 2018, em Luanda, pelo chefe da Educação Patriótica do Estado Maior General das Forças Armadas Angolanas (FAA), Baltazar Diogo. O MPLA tem toda a razão. Importa não esquecer, pelo contrário, o papel de Neto nos massacres de 27 de Maio de 1977. O oficial falava durante uma visita ao…

Leia mais