DEMOCRACIA “MADE IN” MPLA

O actual líder do MPLA, João Lourenço, é candidato único à sua sucessão, no VIII congresso ordinário do partido que governa o país, marcado para entre 9 e 11 de Dezembro, anunciou hoje a comissão preparatória. Nada de novo, portanto. A informação foi avançada por Joaquim Miguéis, membro da subcomissão de candidaturas da Comissão Nacional Preparatória do VIII congresso ordinário do MPLA (partido no Poder há 46 anos). Joaquim Miguéis referiu que o período de submissão de candidaturas decorreu entre 20 de Outubro e 5 de Novembro, tendo neste período…

Leia mais

ATÉ NO OGE O MPLA JULGA QUE SOMOS (TODOS) MATUMBOS

Tanto o Presidente de Angola (João Lourenço), como o Titular do Poder Executivo (João Lourenço) e o Presidente do MPLA (João Lourenço) dizem que o país está a sair da recessão económica que dura há cinco anos. Já a UNITA considera que a proposta de Orçamento Geral do Estado (OGE) para 2022 é “essencialmente eleitoralista e que encerra o actual ciclo político com fortes sinais de corrupção”. A posição da UNITA consta da declaração política do seu grupo parlamentar, lida pelo seu líder parlamentar, Adalberto da Costa Júnior, na sessão…

Leia mais

VENDER O CÉU A QUEM ARDE NO INFERNO

De acordo com o órgão oficial do MPLA (Jornal de Angola) o secretário-geral do MPLA, Paulo Pombolo, desafiou a direcção do MPLA na Lunda-Norte a envidar todos os esforços (obviamente patrióticos) para resgatar o deputado perdido (por manifesta e criminosa incompetência da CNE) nas eleições gerais 2017 para a UNITA. O ponto de partida para o alcance de resultados positivos, disse Paulo Pombolo, tem a ver com a preservação da unidade e coesão interna no partido. Ao intervir no encerramento da XII Conferência de Balanço e Renovação de Mandatos, que…

Leia mais

TODOS CONCORREM, TODOS VOTAM, MAS SÓ O MPLA GANHA

Representantes de partidos políticos e da sociedade civil juntaram-se hoje em Luanda para analisar os quatro processos eleitorais já realizados em Angola, apontando ainda como um dos desafios o exercício da observação eleitoral. A ancestral fraude eleitoral continua a ser um dos principais princípios do partido que (des)governa Angola há 46 anos. O encontro, de iniciativa da Comissão Episcopal de Justiça e Paz da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST), em parceria com a fundação germânica Konrad Adenaur (KAS), reúne até sábado actores da política angolana e membros…

Leia mais

SIM PATRÃO, O MPLA É QUE MANDA!

O prazo de apresentação das candidaturas à liderança da UNITA, principal partido da oposição angolana que o MPLA (ainda) permite, que vai eleger (se assim entender o MPLA) um novo presidente na sequência do afastamento de Adalberto da Costa Júnior decretada pela sucursal do MPLA (Tribunal Constitucional) decorre entre 4 e 11 de Novembro. Por Orlando Castro (*) O anúncio foi feito hoje por Anastácio Sicato, porta-voz do XIII Congresso, que apresentou a calendarização (certamente aprovada de forma oficiosa pelo MPLA) dos preparativos para o conclave onde serão eleitos os…

Leia mais

GATO ESCALDADO DE ÁGUA FRIA TEM MEDO

Membros da sociedade civil angolana alertaram hoje os organismos internacionais para o “cuidado na escolha de membros” para observação eleitoral em Angola, prevista para 2022, considerando que nas eleições anteriores houve “observadores questionáveis e com reputação duvidosa”. A posição surge numa carta dirigida a alguns organismos internacionais, apresentada hoje em conferência de imprensa, na qual pedem observadores eleitorais “credíveis, com experiência e reputação internacional”. “É necessário a presença de observadores porque em todas as eleições anteriores, elas não foram livres, justas e nem transparentes. Por isso, os resultados são sempre…

Leia mais

ELEIÇÃO DE TODOS OS PERIGOS

A eleição de todas as apostas e de todos os perigos, em Angola, é o tema central do livro de Osvaldo Franque Buela, prefaciada pelo Professor Eugénio Costa Almeida, uma obra em que o autor trata e apresenta a temperatura de uma eleição num clima político muito tenso em todo o país. Este clima social muito tenso não se deve apenas à má governança observada durante este mandato presidencial, nem pela crise de saúde de Covid-19, mas também é mantido e alimentado por um regime que está perder credibilidade e…

Leia mais

TÉCNICA DO MPLA PARA MATUMBO ADORMECER

“O cartão de eleitor será descontinuado e em 2027 bastará o Bilhete de Identidade quando as pessoas forem votar”, disse Marcy Lopes, durante uma conferência de imprensa realizada hoje em Lisboa, na sequência das visitas que fez aos consulados de Angola na capital portuguesa e no Porto. Para já, o Governo está ainda concentrado nas primeiras eleições em que os emigrantes angolanos terão a possibilidade de exercer o seu direito de voto na diáspora, através da apresentação do Bilhete de Identidade, que servirá para actualizar o registo eleitoral. “O critério…

Leia mais

SE ELE ATÉ TINHA UMA CAIXA MULTIBANCO EM CASA…

O prazo para recepção de candidaturas para o cargo de presidente do MPLA, que será designado em Dezembro, tem início na quarta-feira e prolonga-se até 5 de Novembro, foi hoje anunciado. O anúncio foi feito hoje por Joaquim José Migueis, relator da subcomissão de candidaturas da comissão nacional preparatória do 8.º Congresso Ordinário do MPLA, partido no poder em Angola há 46 anos, que se realiza de 9 a 11 de Dezembro. Para já, o único militante a anunciar publicamente a intenção de concorrer contra João Lourenço, o actual líder…

Leia mais

AMIGOS COMO DANTES? HUM!

O Presidente angolano, João Lourenço, pronunciou-se pela primeira vez sobre o regresso a Angola do seu antecessor e mentor (que depois transformou em líder dos marimbondos), José Eduardo dos Santos, ao país, afirmando ser bom para o país e para o partido (MPLA, no poder há 46 anos). As declarações de Lourenço são publicadas hoje num artigo do Financial Times (FT) que traça um retrato de Angola e dos seus desafios nos próximos tempos, destacando as dificuldades com que se confronta João Lourenço perante uma “tempestade” económica que ainda não…

Leia mais