Merkel chega com armas
para segurança do milho

A chanceler alemã, Angela Merkel, visita oficialmente Angola a 7 de Fevereiro, naquela que será a sua segunda deslocação ao país e que tem como objectivo (quem diria?) aprofundar as relações bilaterais, anunciou hoje a Presidência angolana. De acordo com uma nota da Casa Civil do Presidente da República, Angela Merkel, chegará a Luanda proveniente da África do Sul, tendo um encontro previsto com o chefe de Estado angolano, João Lourenço, durante a manhã do dia 7 de Fevereiro. Será, igualmente, “recebida” pelo Presidente do MPLA e pelo Titular do…

Leia mais

Espanha não larga caça aos corruptos angolanos

Um juiz espanhol emitiu esta semana um segundo mandado de captura contra o luso-angolano Guilherme Oliveira Taveira Pinto por corrupção no caso da companhia Mercasa envolvida nesse contrato. Este cidadão, que reside em Luanda, tem já um outro mandado de captura emitido por Espanha no caso da venda de material pela companhia espanhola Defex à polícia angolana. No dia 19 de Abril de 2017, a polícia espanhola realizou em Madrid buscas nas instalações da empresa pública Mercasa que, segundo a imprensa local, estará alegadamente implicada num caso de corrupção na…

Leia mais

As estrelas do “Lago dos Diamantes” de Tchaikovsky

O Presidente russo, Vladimir Putin, vai discutir na quinta-feira, em Sochi, com o seu homólogo angolano, João Lourenço, o aprofundamento da “cooperação comercial e económica” entre os dois países, nomeadamente no domínio da extracção de diamantes, indicou o Kremlin. Ora aí está. Moscovo continua a entrar com a experiência e Luanda com os diamantes. No fim, os russos ficam com os diamantes e os angolanos com a experiência. “U m dos principais temas das conversações [entre os dois chefes de Estado] será a cooperação comercial e económica. O volume de…

Leia mais

A cenoura na ponta do pau

Os presidentes de Angola, Moçambique e Cabo Verde participam na quarta e na quinta-feira na primeira cimeira Rússia-África, em Sochi, onde serão recebidos pelo Presidente Vladimir Putin e assinarão acordos em vários domínios. Velhos amigos unidos jamais serão vencidos. Será? O Presidente angolano, João Lourenço, viajou hoje para a estância balnear russa no Mar Negro, mas o seu homólogo moçambicano, Filipe Nyusi, já lá se encontra desde segunda-feira, tendo recebido à sua chegada as felicitações do Ministério dos Negócios Estrangeiros russo pelo resultado nas eleições de 15 de Outubro, mau…

Leia mais

Fiscais ou ladrões,
ou os dois em um?

Se quem rouba uma galinha para alimentar os filhos é ladrão, que nome devemos dar a agentes da autoridade que, por força da farda e das armas, roubam quem tenta, perante a fantasmagórica crise do país, ganhar a vida sem recurso à criminalidade, à violência, à prostituição? Regular e recorrentemente o Folha 8 tem denunciado, e continuará a fazê-lo, os excessos dos fiscais e agentes policiais, iguais ou piores dos delinquentes primários, contra as heróicas mulheres angolanas, vendedores ambulantes e zungueiras. O que esses fiscais e agentes policiais fazem é…

Leia mais

MPLA (ainda) tem saudade
do bailado Kalashnikov!

João Lourenço, Presidente da República (do MPLA), líder do MPLA e Titular do Poder Executivo, parte amanhã, segunda-feira, para Moscovo para uma visita oficial de quatro dias à Rússia, a convite do homólogo russo, que será condecorado quarta-feira, no próprio Kremlin, com a Ordem Agostinho Neto, uma condecoração que tem o nome do principal responsável pelo massacre de milhares e milhares de angolanos no 27 de Maio de 1977. Em comunicado, a Casa Civil do Presidente de Angola adianta que João Lourenço irá cumprir um “intenso programa”, que inclui um…

Leia mais

MPLA de gema não escapa à pura gema da… corrupção

Um dos mais poderosos conglomerados empresariais de capitais angolanos, o Grupo Gema, está a ser desmantelado por uma parte dos accionistas. O Jornal de Angola apurou que os activos estão a ser alojados numa sociedade designada Suntau Comércio Geral e Representações Limitada. De acordo com uma denúncia obtida pelo Jornal de Angola, o accionista Pedro Januário Macamba que, depois de 2012, viu os tribunais decidirem a seu favor em três processos contra o Grupo Gema, representado nessas contendas pelo Presidente do Conselho de Administração, José Leitão, revelou que a Suntau…

Leia mais

Vamos pagar rearmamento
das empresas de segurança

O Ministério do Interior angolano vai comprar 2,5 milhões de euros em armas letais e não letais para distribuir pelas empresas privadas de segurança, no âmbito do Projecto de Desarmamento da População Civil, segundo autorização presidencial. De acordo com um despacho assinado pelo Presidente da República, com data de 20 de Novembro, a autorização para o negócio resulta da “sensibilidade intrínseca” (seja lá o que isso quer dizer) a este projecto, em curso, de desarmamento, “no que concerne às especificidades e rigor dos equipamentos” necessários. “Considerando a necessidade de se…

Leia mais

SIC promete tolerância zero ao crime organizado

O crime organizado em Angola, sobretudo o tráfico de armas, drogas e de seres humanos, registou uma “ligeira subida”, revelou hoje o Serviço de Investigação Criminal (SIC) angolano, aludindo a dados do segundo trimestre de 2018. A informação foi adiantada pelo director geral do SIC, Eugénio Alexandre, à margem do 4.º Conselho Consultivo Alargado deste órgão afecto ao Ministério do Interior que, sem avançar números, se manifestou preocupado com a situação que espera “reverter”. “Não podemos falar em números, podemos falar apenas em percentagem, pois há casos que subiram apenas…

Leia mais

Putin ordena: Já e em força porque África será… nossa

O regresso da presença russa a África está marcado pelo investimento, ou seja, venda de armas e envio de “conselheiros” ou mercenários, com Moscovo a competir com a Europa e a China para o papel de principal parceiro do continente africano. De acordo com um artigo da agência France-Presse, o destaque da crescente presença da Rússia em África surgiu no dia 30 de Julho, com o assassinato de três jornalistas russos na República Centro-Africana, que investigavam a presença do grupo militar Wagner no país. Segundo o artigo, desde o início…

Leia mais