RESULTADO LÍQUIDO DA SONANGOL CAIU 41,5%

A petrolífera angolana Sonangol anunciou hoje um resultado líquido de 3,1 mil milhões de dólares (2,8 mil milhões de euros) em 2023, contra os 5,3 mil milhões de dólares (4,8 mil milhões de euros) de 2022. ste resultado representa uma queda de 41,5%, num ano que a petrolífera estatal (do MPLA) sublinha ter sido “marcado por múltiplos desafios, cujas consequências têm sido visivelmente nocivas, à escala global”. Em 2023, o volume de negócios da Sonangol foi de 10,9 mil milhões de dólares (10 mil milhões de euros), contra os 13,4…

Leia mais

FUNDIR IMPOSTOS E FACTURAR MAIS

O fisco angolano concluiu a consulta pública da proposta do Código de Imposto de Rendimento sobre as Pessoas Colectivas (IRPC), com o qual pretende harmonizar a tributação das empresas a partir de 2025, disse hoje fonte da administração tributária. egundo o presidente do conselho de administração da Administração Geral Tributária (AGT), que abriu uma conferência sobre fiscalidade, promovida pela Deloitte, terminou no passado dia 12 a consulta pública da proposta do Código de Imposto de Rendimento sobre as Pessoas Colectivas (IRPC), que simplifica a forma de tributação sobre os lucros…

Leia mais

GOVERNO ASSINA ACORDO COM A… CAI

A Sociedade Gestora de Aeroportos (SGA) angolana e a Changi Airports International (CAI) assinaram um acordo de parceria técnica de dois anos para maximizar e rentabilizar os 16 aeroportos geridos pela SGA, foi hoje anunciado. Talvez o megalómano Aeroporto Agostinho Neto passe a ter alguns aviões a utilizá-lo. m comunicado, a SGA referiu que o acordo assinado em 18 de Fevereiro, à margem da Cimeira de Aviação da Changi e do Singapore Airshow 2024, deve melhorar o desempenho dos aeroportos em Angola e maximizar o seu potencial de tráfego, tanto…

Leia mais

PAPEL DA UNIÃO AFRICANA NA DÍVIDA À CHINA

África é um continente que é mencionado múltiplas vezes por causa das suas vastas riquezas naturais. Desafortunadamente, isso não se reflecte na riqueza das populações africanas, que consequentemente sofrem variadas privações. Por Associação Cedesa (*) este contexto, a questão da dívida dos países africanos à China vai ganhando contornos algo preocupantes. Os empréstimos contraídos pelos países da África Subsariana à China conheceram um grande impulso, principalmente a partir do momento que foi estabelecida a Road and Belt Initiative (RBI), em 2013. Esta ambiciosa iniciativa chinesa, que teve como fundamental motivador,…

Leia mais

INFLAÇÃO (DES)CONTROLADA TENDE A… PIORAR

O economista angolano, Wilson Chimoco, considera que a inflação em Angola está descontrolada, e que “nenhuma política pública vai conseguir pará-la enquanto não se assistir ao aumento da produção local”. É claro que, depois de se descalçarem para utilizar os dedos dos pés para contarem acima de dez, os peritos do MPLA dizem o contrário. m declarações hoje à Lusa, Wilson Chimoco disse que o Governo decidiu agravar as taxas aduaneiras, na mais recente actualização que fez, para a importação do arroz e trigo, para 40% e 20%, respectivamente, quando…

Leia mais

UM BRINDE À INFLAÇÃO (21,99%)…

A inflação em Angola acelerou para 21,99% em Janeiro, o valor mais elevado em 18 meses e que representa um acréscimo de 9,44 pontos percentuais face ao mês homólogo, segundo o Instituto Nacional de Estatística angolano. “Tudo normal, estamos no bom caminho”, dirá com certeza o MPLA. e acordo com a Folha de Informação Rápida (FIR), o Índice de Preços no Consumidor Nacional registou uma variação de 2,49% entre Dezembro de 2023 e Janeiro de 2024, a maior da série disponibilizada na FIR, que abrange 36 meses (desde Janeiro de…

Leia mais

PRIVATIZAR = ENGORDAR (O MPLA)

O economista Carlos Rosado de Carvalho disse hoje que o Programa de Privatizações (ProPriv) de Angola está “muito aquém” dos objectivos e considerou que o sector público “está mais gordo” do que antes do arranque das privatizações. arlos Rosado de Carvalho diz que “todo esse processo está muito aquém dos objectivos, nós não vimos a privatização de nenhuma empresa com significado”, excepto o BCI (Banco de Comércio Indústria, privatizado em 2021), que “também é um pequeno banco”, e a alienação dos 25% da participação do Estado no Caixa Angola. Fazendo…

Leia mais

MAIS MILHO DE QUE EM… 500 ANOS

O ministro da Agricultura e Florestas, António de Assis, reiterou, em Malanje, a necessidade de o país atingir a produção anual de 10 milhões de toneladas de milho, para a satisfação dos níveis de consumo do grão. Há quantos anos ouvimos esta tese? governante fez essa afirmação no acto de abertura da campanha de colheita de milho na Fazenda Quizenga Lutete, no município de Cacuso, realçando que actualmente a produção do país é de apenas 4 milhões e 500 mil toneladas/ano, cifra que não cobre as necessidades do mercado. António…

Leia mais

NOVO IMPOSTO (CEOC) JÁ AÍ ESTÁ

As transferências de salários de expatriados em Angola podem sofrer “um impacto significativo” com a aplicação da nova Contribuição Especial sobre Operações Cambiais (CEOC), que poderá também reflectir-se na inflação, segundo o consultor da Deloitte João Erse, em declarações à Lusa à margem de uma sessão de esclarecimento sobre a CEOC, organizada pelo Banco Caixa Geral Angola. CEOC, que entra hoje em vigor, é aplicável a todas as transferências para o exterior em moeda estrangeira, com uma taxa de 2,5% para pessoas singulares e 10% para pessoas colectivas, sendo o…

Leia mais

80% DO COMBUSTÍVEL CONSUMIDO É IMPORTADO

Angola importou quase 80% do combustível consumido no país no último trimestre de 2023, no valor de cerca de 1,17 mil milhões de dólares (mil milhões de euros), foi hoje anunciado. A isto chama-se excelência governativa – produzir petróleo e importar gasóleo e gasolina. informação foi transmitida hoje pelo director-geral do Instituto Regulador dos Derivados do Petróleo (IRDP) angolano, Luís Fernandes, dando nota de que 66% do combustível adquirido para a comercialização corresponde ao gasóleo. A gasolina correspondeu a 23%, 7% ao fuel, 4% Jet A1 e o restante ao…

Leia mais