Norberta, a heroína

O estado da Nação é mau e a Nação já não é um Estado em mau estado. É apenas um local muito mal frequentado. Se dúvidas existirem basta ver como uma das mais preponderantes servas (para todos os serviços) do Reino, Norberta, mostra à sociedade angolana e ao Mundo que o MPLA apenas pensa com a cabeça (do dedo) que vai puxar o gatilho da guerra. Por Orlando Castro No dia 21 de Dezembro de 2017, a Secretária para a Informação e Propaganda do Bureau Político do MPLA rejeitou a…

Leia mais

De Espanha a Marrocos, de Portugal a… Cabinda

A Câmara dos Representantes de Marrocos condenou a moção aprovada pelo Parlamento Europeu (PE) na quinta-feira a rejeitar a estratégia do Governo de Rabat na recente crise migratória em Ceuta e reforçou o estatuto do enclave espanhol como “cidade marroquina ocupada.” Com o Saara Ocidental em cima da mesa, importa realçar que também Cabinda é um território ocupado… Num comunicado divulgado após uma reunião de emergência realizada na quinta-feira, a câmara baixa do Parlamento marroquino denunciou as “segundas intenções” e “falsidades” na moção do PE, rejeitando “as inúmeras disposições inadequadas…

Leia mais

Facínoras impunes

Nestas últimas duas ou três semanas, estou como o tolo em cima da ponte quando leio as notícias e comentários que jorram sobre os últimos acontecimentos em Angola. Das desculpas presidenciais sobre os massacres do 27 de Maio de 1977 à comissão para homenagear o genocida Agostinho Neto… Por Carlos Pinho (*) No passado ano de 2020 o ministro Queiroz, ao falar no âmbito do processo de reconciliação nacional, CIVICOP e quejandos, e na condição de líder da comissão CIVICOP, dava a entender despudoradamente ao que vinha, referindo hipocritamente que…

Leia mais

Ladrão que rouba ladrão…

Vinte e quatro militares afectos à Casa de Segurança do Presidente da República de Angola, João Lourenço, incluindo o major Pedro Lussaty, estão impedidos de sair do país por determinação da Procuradoria-Geral da Republica. Para o MPLA, assistir aos roubos e beneficiar dos roubos não faz de ninguém ladrão. Ladrão mesmo é só aquele rouba uma galinha para alimentar os filhos. Entre os 24 nomes, que constam da interdição de saída enviada a todos os órgãos provinciais do Serviço de Migração e Fronteiras (SME), incluem-se ainda um tenente general das…

Leia mais

(Tra)vestido de virgem ofendida

O vice-presidente de Angola, Bornito de Sousa, está a tentar calar em Portugal vozes críticas aos gastos milionários no casamento da filha. O governante intentou uma acção por difamação contra Paulo Morais, activista da Frente Cívica, que questionou o valor gasto em vestidos quando a miséria e a pobreza (mais de 20 milhões de pobres) são ainda uma realidade demasiado presente em Angola. Por Orlando Castro Em causa, diz o vice-presidente de João Lourenço, está ainda o facto de Paulo Morais ter comparado Naulila Bornito a Isabel dos Santos, afirmando…

Leia mais

Carniceiros maus e carniceiros bons

A justiça internacional confirmou, em recurso, a condenação a prisão perpétua do ex-líder militar sérvio da Bósnia, Ratko Mladic, condenado por crimes contra a Humanidade e crimes de guerra cometidos durante a guerra da Bósnia de 1992 a 1995. Na Re(i)pública de Angola do MPLA o “Carniceiro do 27 de Maio”, Agostinho Neto, é herói nacional do MPLA… O Mecanismo para os Tribunais Penais Internacionais (MTPI) de Haia rejeitou as alegações de Ratko Mladic e ratificou a sua condenação a prisão perpétua pelo genocídio de Srebrenica, onde morreram 8.000 muçulmanos,…

Leia mais

Problema não são os “Lussaty”, mas a idolatria da ditadura

O regime já não tem voltas a dar. Corroeu, gangrenou e a sobrevivência só é possível, com o recurso ao bico das baionetas, das balas assassinas e das bombas dos canhões, que também tem os dias contados, pois os “disparadores”, tratados como carne para canhão e muitos pós desmobilização, têm como reforma, vegetar nos contentores de lixo, para sobreviver, começam a ganhar consciência de serem usados como meros assassinos, para defender um regime e casta, que não lhes tem respeito e consideração, pois usam-nos apenas em proveito umbilical, para continuarem…

Leia mais

Quem fez o general prosperar, ter barriga grande?

Raramente o jornalista é notícia. Contudo, não deixa, antes e durante, de ser um cidadão que, mais do que qualquer outro, tem responsabilidades acrescidas, devendo por isso, sem pretensiosismos nem falsas modéstias, assumir junto daqueles a quem exclusivamente deve explicações, neste caso os angolanos, a verdade dos acontecimentos. Por Orlando Castro Volta a ser o caso em resultado das monumentais mentiras do General Higino Carneiro que, cobardemente, quer reescrever a História e esconder eventuais rabos-de-palha. Joseph Goebbels (1897-1945) foi um político alemão, ministro da Propaganda e da Informação Pública da…

Leia mais

RTP “apoia” o mercenário

Os iluminados do MPLA de João Lourenço estão a recuperar os acéfalos mercenários do MPLA de José Eduardo dos Santos. Quando souberam que Artur Queiroz tinha sido operado, com sucesso, para mudar o cérebro do intestino delgado para o grosso, resolveram pedir-lhe ajuda. Foi contratado. É que o cheiro que ele agora exala transporta-os de forma mais emocional para as origens do partido. A “recuperação” contou agora, a propósito do 27 de Maio, com a ajuda da RTP África (órgão público português), num programa de Victor Hugo Mendes. Por Orlando…

Leia mais

Perdão sem compromisso é humilhação às vítimas

Os grandes homens erram e, tendo elevada estatura, ética, moral e republicana, reconhecem os mesmos, penitenciando-se ante a memória das vítimas e dos governados, numa meritória e solene atitude de humildade. Um “grande homem”, diferente de “homem grande”, faz da desculpa um princípio verdadeiro, imparcial, geral e abstracto, isento de matreirice rasca! Um líder distingue-se de um dirigente, porque enquanto aquele privilegia a justiça e os órgãos de soberania fortes, este último, favorece os algozes, escondendo por debaixo do pedestal a covardia dos assassinos e atingindo as vítimas, nominalmente identificadas.…

Leia mais