“Tentativa de homicídio”,
a nova comédia do MPLA

Conforme o Folha 8 noticiou, cinco pessoas são acusadas de tentativa de homicídio do vice-Presidente de Angola por terem “estacionado a sua viatura junto à residência de Bornito de Sousa”. Estavam a transportar material de construção para obras de reabilitação numa das residências do condomínio Jardim de Rosas. Até nisto nem tiveram o cuidado de mudar as moscas… Aliás, a ficção à volta de atentados e golpes de Estado faz parte da veia anedótica das autoridades do nosso país. Recordemos, por exemplo, que no dia 25 de Junho de 2015,…

Leia mais

Carrascos voltaram a falhar

Vários amigos perguntaram-nos, na passa terça-feira (dia 7), se era verdade que o nosso Director, William Tonet, sofrera um atentado e que estaria gravemente ferido. Não era totalmente verdade. Ou seja, sofreu um atentado mas foi no dia seguinte e saiu ileso. Coincidências. Por Orlando Castro A pergunta desses nossos amigos baseava-se no que, em Luanda e em círculos próximos do regime, se comentava à boca pequena. Foi um mal-entendido, concluímos nesse dia, terça-feira. No entanto, habituados a estas coisas, ficamos a pensar que por regra não há fumo sem…

Leia mais

Cabo Verde. Está em causa a segurança nacional

Cabo Verde. Está em causa a segurança nacional - Folha 8

O Governo cabo-verdiano considerou hoje que o atentado ao filho do primeiro-ministro e o assassinato da mãe de uma inspectora da Polícia Judiciária (PJ) são ataques às instituições do Estado e à Segurança Nacional e merecem “respostas adequadas”. N uma declaração lida hoje, sem direito a perguntas dos jornalistas, o ministro da Defesa Nacional e dos Assuntos Parlamentares, Rui Semedo, disse que se trata de um padrão de criminalidade organizada com conexões transfronteiriços que carece de níveis crescentes de articulação interna e internacional. “O assassinato, em Setembro último, da mãe…

Leia mais

UNITA quer investigação rápida ao atentado contra Chiyaka

UNITA quer investigação rápida ao atentado contra Chiyaka

O grupo parlamentar da UNITA instou os órgãos do Estado a investigarem rapidamente o atentado à vida do deputado Liberty Chiyaka há uma semana. Oporta-voz da UNITA, Alcides Sakala, disse à Voz da América que os resultados das investigações devem ser dados conhecer e os autores do atentado responsabilizados. Uma semana depois da carta endereçada à Presidência da Assembleia Nacional, com cópias para a Presidência da República, Tribunal Constitucional, Procuradoria-Geral da República, a UNITA manifesta-se indignada pelo silêncio destes órgãos do Estado, em relação ao atentado contra a vida do…

Leia mais