MPLA FAZ TUDO PARA MATAR A IMPRENSA LIVRE

Thomas Jefferson disse que “se tivesse de escolher entre governo sem jornais e jornais sem governo, não hesitaria em escolher esta última”. Sem imprensa livre, não há democracia. A única excepção é Angola, onde o MPLA entende que a sua “democracia” se faz sem uma imprensa livre. Por Orlando Castro O ex-ministro da Comunicação Social angolano, João Melo, considerava, em 2019, que “ainda não houve tempo” para “progressos notáveis” de liberdade de imprensa, afirmando no entanto que houve “avanços inegáveis” da nova governação. Quem diria… Hoje o Folha 8 atingiu…

Leia mais

ACADÉMICO E DEPUTADO, OU APENAS E SÓ SIPAIO?

O órgão oficial do MPLA, Jornal de Angola, chama-lhe “académico e deputado”. Na verdade é uma simbiose de bajulador e servil criado, o que em português se pode sintetizar numa só palavra: sipaio. Referimo-nos a Mário Pinto de Andrade que, mostrando serviço ao patrão, afirmou que o Presidente João Lourenço fez um balanço realista e positivo da actual situação do país, durante o discurso sobre a estado da Nação. Por Orlando Castro Em declarações à imprensa, no final do acto solene de abertura do ano parlamentar, durante o qual o…

Leia mais

MPLA cria cortina de fumo “samakuviana”

O resultado da mais recente palhaçada do MPLA que, através da sua sucursal que dá pelo nome de Tribunal Constitucional, “demitiu” Adalberto da Costa Júnior e “elegeu” Isaías Samakuva, está a desviar a atenção do ponto crucial: tudo vale para que o MPLA continue a ser o único dono do país. Continue a ser o partido que, a nível mundial, mais corruptos tem por metro quadrado. Por Orlando Castro Acabar com a corrupção (roubar o que é de todos para benefício de alguns é corrupção) no reino do MPLA continua…

Leia mais

Folha 8 causa catarro à Lusa

Terá a Lusa recebido ordens superiores (de Luanda ou de Lisboa) para nunca citar o Folha 8? A Lusa prefere citar fontes secundárias, mesmo quando estas citam o Folha 8. Estaremos na presença de uma sequela da comédia “Paulo Catarro”, agora com realização dos peritos de João Lourenço? Por Orlando Castro Recuemos a Março de 2017. Para sua majestade o então rei de Angola, José Eduardo dos Santos, “jornalista” bom, e que quisesse continuar vivo, era aquele que não viu nada, nada ouviu e que faz tudo para agradar ao…

Leia mais

(Entre)tantos disparates de Fernando Nobre

A Ordem dos Médicos de Portugal abriu um processo disciplinar contra o médico Fernando Nobre na sequência das declarações do fundador e presidente da Assistência Médica Internacional (AMI) durante a manifestação negacionista em frente à Assembleia da República de 11 de Setembro – horas depois de um grupo participante no protesto ter insultado e ameaçado o Presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, durante um almoço com a mulher. Por Orlando Castro Na intervenção que fez na manifestação, Fernando Nobre considerou “inacreditável” vacinar crianças e jovens dos 12 aos…

Leia mais

Agostinho Neto ao Poder, já!

O primeiro Presidente de Angola, António Agostinho Neto, foi um construtor de pontes, que lutou pela união dos movimentos de libertação nacionais para fazer frente ao colonialismo português, considera o historiador Auxílio Muhongo, citado obviamente por um dos órgãos oficiais do MPLA, no caso o Jornal de Angola (JA). Por Orlando Castro Segundo o também professor universitário, Agostinho Neto criou condições para o diálogo com os demais líderes de movimentos políticos angolanos da altura, como Holden Roberto, da FNLA, e Jonas Savimbi, da UNITA, mostrando que o inimigo comum era…

Leia mais

Canino e galináceo sipaio do MPLA

Ontem, João Pinto, um invertebrado sipaio/deputado do MPLA, escreveu sobre agressões dos manifestante pró-UNITA a jornalistas da TV Zimbo, recorrendo a uma foto do jornalista guineense Adão Ramalho, espancado no passado dia 12 de Março, em Bissau. Por Orlando Castro A detenção, em 2015, nos Estados Unidos da América, de várias pessoas acusadas de apoiarem a organização terrorista “Estado Islâmico” foi usada pelos invertebrados sipaios do regime do MPLA como pretexto para afirmarem que a prisão de várias pessoas acusadas de quererem derrubar o governo de Angola é algo “perfeitamente…

Leia mais

A ausência de memória

Esta reflexão é uma singela homenagem ao Rui Oliveira, recentemente falecido, e um grito de revolta pela falta de memória de quem dirige a UNITA. O facto de eu ter sido militante da UNITA (nº 53 149 e membro nº 11 da JURA no Huambo, da qual, aliás, fui secretário do Departamento Cultural do Comité do Huambo) não me dá qualquer especial legitimidade. Mas também não ma tira. Por Orlando Castro Não sei se qualquer reflexão que ultrapasse o círculo de bajuladores, nesta caso da UNITA, onde também os seus…

Leia mais

Amém Presidente!

O Presidente angolano (João Lourenço), bem como o Presidente do MPLA (João Lourenço) e o Titular do Poder Executivo (João Lourenço) “disseram” hoje que um país não se constrói em dez anos, tempo de mandato permitido constitucionalmente, e que vem cumprindo as suas promessas eleitorais. Deve ser verdade. Se o MPLA está no Poder há quase 46 anos e ainda não conseguiu… Por Orlando Castro (*) João Lourenço, que falava à imprensa no final da cerimónia de inauguração do Polo de Desenvolvimento Industrial de Saurimo, na província da Lunda Sul,…

Leia mais

MPLA já sabe a percentagem da sua vitória em 2022

Em 2012, o secretário do Bureau Político do MPLA para a Informação, Rui Falcão Pinto de Andrade, disse ao jornalista Peter Wonacott (“The Wall Street Journal”) que “o fantasma da fraude, ou de qualquer outra coisa, advém daqueles que sabem, antecipadamente, que não têm capacidade para ganhar as eleições”. Por Orlando Castro Dez anos depois, se acaso o MPLA aceitar fazer eleições, a receita é a mesma. No entanto, reconheça-se, Rui Falcão tinha razão. E, sendo do MPLA, a razão é sua propriedade privada. E tem não porque a Oposição,…

Leia mais