DE XANANA GUSMÃO A MAX STAHL

Timor-Leste assinala hoje 20 anos do fim da ocupação indonésia. No dia 12 de Novembro de 1991, o exército indonésio disparou sobre manifestantes que homenageavam um estudante morto pela repressão no cemitério de Santa Cruz, em Díli. Mais de 300 pessoas foram mortas no local. O jornalista britânico e timorense Max Stahl filmou o massacre de Santa Cruz. Max Stahl morreu a 27 de Outubro do ano passado. Por Orlando Castro Condecorado com o Colar da Ordem da Liberdade, o mais alto galardão que pode ser dado a um cidadão…

Leia mais

APÁTRIDAS POR ORDEM DO MPLA

Ao escorraçar os angolanos de origem portuguesa (brancos, portanto), o MPLA cometeu (e continua a cometer) um crime mensurável no facto de, por exemplo, Angola ainda hoje não ter atingido os índices que equidade social que registava em 1973/74. Escudado na razão da força, os dirigentes do MPLA mais não conseguiram do que mostrar o seu monstruoso complexo de inferioridade. Por Orlando Castro Ao contrário da tese do MPLA, a culpa não é só dos portugueses de hoje que, ao contrário dos de ontem, procuram sacar tudo o que podem,…

Leia mais

PERDER UM OLHO OU OS DOIS?

Foi a 19 de Agosto de 2003 que Sérgio Vieira de Mello foi assassinado em Bagdade (Iraque). Foi um dos poucos bons exemplos dos que, ao serviço da ONU, trabalharam para os milhões que têm pouco, ou nada. Foi isso que fez, entre outros locais, no Bangladesh, Líbano, Moçambique e Timor-Leste. Por Orlando Castro Tivesse preferido trabalhar para os poucos que têm milhões e estaria, certamente, a apanhar banhos de sol num qualquer paraíso. O que se passou, o que se passa e o que se passará nos nas terras…

Leia mais

TAMBÉM HÁ SIPAIOS DIPLOMADOS

Quem nasce minhoca mas julga ser jibóia tem de se ir maneando para dar nas vistas. De há muito que essa é a estratégia de David Mendes. Nada a fazer. Ele não só vai orneando nos palcos onde se exibe como, quando se apercebe que não tem protagonismo, vai corneando. Por Orlando Castro Em Dezembro de 2018, durante o debate que antecedeu a aprovação sobre a Lei de Repatriamento de Capitais, David Mendes, então deputado independente eleito nas listas da UNITA, resolveu fazer um bombástico e selectivo ataque aos portugueses.…

Leia mais

SETE POLÉMICAS DE SANTOS SILVA: DO MALHAR AO GADO

O senhor Silva (Augusto Santos Silva ou simplesmente SS) é hoje a segunda figura do Estado português. É Presidente da Assembleia da República. Se é certo que a coragem não vive para sempre, não é menos certo que a cobardia nem sequer chega a viver. Farto (não cansado) de dizer o que penso do SS, hoje tomo a liberdade de reproduzir um artigo de João Carlos Malta, publicado em 28 de Dezembro de 2016 no site da Rádio Renascença (Portugal): Por Orlando Castro «O ministro dos Negócios Estrangeiros provocou um…

Leia mais

O SENHOR SILVA, PRESIDENTE DO PARLAMENTO PORTUGUÊS

Enquanto em Cabo Delgado, norte de Moçambique, morriam moçambicanos vítimas de ataques terroristas, o então ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros de Portugal, a partir de hoje a segunda figura do Estado (presidente do Parlamento), Augusto Santos Silva, sorria, olhava para o lado e justificava que a diplomacia europeia estava a preparar um “documento político” de enquadramento da missão europeia de apoio ao combate ao terrorismo. Quanta hipocrisia, quanta vilanagem, quanto nojo. Por Orlando Castro “O Serviço de Acção Externa está a trabalhar com a Comissão Europeia no documento…

Leia mais

REEDUCAÇÃO PATRIÓTICA A BEM DO REGIME

Este texto, que aqui reproduzo na íntegra, foi publicado no dia 15 de Julho de 2012. Dez anos depois, apenas mudaram algumas moscas, mas a trampa continua a ser a mesma ou, em muitos casos, ainda mais putrefacta. Por Orlando Castro «O secretário para informação do MPLA, Rui Falcão, defende (isto é como quem diz) um jornalismo responsável que tenha sempre em consideração a liberdade de opinião. Discursando no lançamento da “Revista Juventude”, da JMPLA, Rui Falcão afirmou que a educação dos jovens continua no centro da atenção do MPLA.…

Leia mais

GUERRA NA UCRÂNIA? É FAKE NEWS

Supostos jornalistas, a título pessoal ou através dos principais órgãos de comunicação das mais robustas democracias do mundo (casos da Rússia, Bielorrúsia, Eritreia, Coreia do Norte) estão a demonstrar que as, também mais robustas, ditaduras do mundo (casos dos EUA e dos membros da União Europeia) inventaram a guerra na Ucrânia. Por Orlando Castro De portugueses a brasileiros, passando por angolanos, todos estão apostados em demonstrar que o acessório é o essencial e que o essencial é acessório. Descobrem falhas, imagens falsas, repescam as cavernas da informação e aparecem na…

Leia mais

O SUCESSOR DA RAINHA NDAKASI

Depois da morte da rainha Ndakasi, que reinava no leste da República Democrática do Congo, o processo de sucessão está a ser polémico. No entanto, o angolano Betumeleano Ferrão é o que, para além de ter a sanguinidade inerente, mais características genéticas tem para ocupar o lugar. Tem, aliás, uma alargada solidariedade regional, talvez até continental, baseada na cor da tribo. Por Orlando Castro Consta que os altos dignitários do reino pediram ao candidato uma análise de actualidade política internacional para avaliação da sua preparação para ocupar o lugar da…

Leia mais

PRIMEIRO AS “PESSOAS” E SÓ DEPOIS OS PRETOS?

No artigo “Africanos devem protestar contra o racismo incubado de António Guterres”, William Tonet (Director do Folha 8) mostra e demonstra que o Secretário-Geral da ONU deveria ser julgado pelo, no mínimo, crime de inacção na guerra movida pela Rússia contra a Ucrânia. Esse texto deveria, aliás, passar a ser de leitura obrigatória na ONU. Por Orlando Castro Em Outubro de 2016, a manchete do Boletim Oficial do regime de sua majestade o rei de Angola, José Eduardo dos Santos, dizia tudo: “Portugal agradece apoio”. Apoio, neste caso, à escolha…

Leia mais