SAÚDE MENTAL É PODER

Um governo que não se comprometa a sério com a promoção da saúde mental é uma doença que tem de ser tratada e prevenida. Um poder político que não tome e não queira a saúde mental como precedência é um problema importante que o povo tem de resolver. A saúde mental é imprescindível para o desenvolvimento humano. Por Fernando Kawendimba Psicólogo e escritor Qualquer forma de progresso é autêntica quando compatível com o desenvolvimento humano. Se o desenvolvimento de infra-estruturas acontece em cenários infra-humanos está-se diante de uma inversão de…

Leia mais

JOÃO LOURENÇO TEM O DEDO NO GATILHO

Quererão os angolanos mais do mesmo? Angola é um dos países mais corruptos do mundo? É. É um dos países com piores práticas “democráticas”? É. É um país com enormes assimetrias sociais? É. É um país com um dos maiores índices de mortalidade infantil do mundo? É. É um país eternamente condenado a tudo isto? Pelos vistos É. A fraude vai este ano voltar a ganhar e tudo vai continuar na mesma. Em vez de futuro continuaremos a (sobre)viver no passado. Por Orlando Castro Como aconteceu nos últimos 46 anos,…

Leia mais

A LUTA CONTINUA E A VITÓRIA É…

O estado de saúde de José Eduardo dos Santos gerou polémica entre a família que se queixa de “abusos” e ingerência externa e a Presidência angolana, que remeteu informações sobre o ex-presidente apenas para um médico. Numa nota divulgada pela Presidência angolana e assinada pelo ex-presidente, José Eduardo dos Santos alega que João Afonso é o seu médico pessoal, que o acompanha há 16 anos, em quem tem “a máxima confiança”, e é “a única entidade autorizada a falar” sobre o seu estado de saúde. Esta posição surge depois de…

Leia mais

QUEM ESTÁ (E ENQUANTO ESTIVER) NO PODER É SEMPRE BOM

A vice-secretária de Estado norte-americana, Wendy Sherman, reuniu-se hoje em Luanda com o Presidente angolano, João Lourenço, que se fez acompanhar pelo Presidente do MPLA, João Lourenço, e pelo Titular do Poder Executivo (João Lourenço) tendo discutido o aprofundamento das relações bilaterais, assim como a promoção de reformas económicas e iniciativas anticorrupção. Em comunicado, o porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Ned Price, informou que também foi abordado o trabalho conjunto entre os dois países para enfrentar a pandemia de Covid-19 e a crise climática, assim como o reforço do…

Leia mais

O MPLA É ANGOLA? ANGOLA É DO MPLA?

A consultora Oxford Economics Africa considerou hoje que o Governo de Angola (do MPLA há 46 anos) vai provavelmente “usar e abusar dos recursos estatais” para garantir a vitória nas presidenciais, antevendo mais confrontos entre apoiantes do MPLA e da UNITA. Também hoje, Abel Chivukuvuku alertou para “preocupantes sinais de intolerância” política em Angola, numa altura em que o país prepara eleições gerais, e sublinhou que sair do poder “não é o fim”. “A violência política não é rara em Angola e tem havido um aumento notório dos protestos contra…

Leia mais

Tudo pelo Poder, nada pela democracia

O poder. O poder. O poder! Nada mais do que o poder, as chaves dos cofres e o domínio da administração pública. Só existe essa máxima na matriz mental da autocracia dominante, ainda que transvertida de ovelha democrática, quando se lhe conhece, mesmo fora da calada da noite, o lobo mau que se esconde debaixo das vestes da bandeira tricolor. Por William Tonet Em 2022 a lógica de manutenção no poder de qualquer forma, tudo indica, com os Lussaty e companhia, será a tónica dominante. Resta agora à sociedade saber…

Leia mais

Do Dubai (via Cafunfo?) com… amor

O Presidente angolano, João Lourenço, considera que a preocupação com a estabilidade dos princípios basilares e a longevidade da Constituição não devem “eclipsar a permanente análise” daquela lei e a sua adaptação a novas realidades e contextos. Esta posição do chefe de Estado angolano, João Lourenço, foi expressa na mensagem que enviou ao presidente da Assembleia Nacional, Fernando da Piedade Dias dos Santos, quando submeteu a proposta de revisão pontual da Constituição da República, que hoje está em apreciação no Parlamento. O documento, lido pelo chefe da Casa Civil do…

Leia mais

O rugir assassino da alcateia

Os lobos, naquela useira e vezeira alcateia, liderada pelo macho alfa estão a engendrar já e com toda a pujança a caça de novas vítimas mortais como mandam as regras, visando a manutenção do poder, através do sangue (e da vida) das presas. Poder que, custe o que custar, dizem ser um privilégio exclusivo da sua casta, completamente vedado a todos os outros, escravos na terminologia do MPLA. Por William Tonet Um covarde texto, escondido no anonimato e ao qual daremos proximamente o devido tratamento, está a destilar publicamente o…

Leia mais

Manifestação em Luanda… amanhã

Jovens activistas em Luanda marcham na quinta-feira pelas ruas da capital angolana para “protestar e exigir alternância política” em Angola, considerando que os 45 anos de governação do MPLA, no poder desde 1975, “é muito”, foi hoje anunciado. Será que, como o MPLA diz que aconteceu na Lunda, vão munidos “de armas-de-fogo do tipo AKM, caçadeiras, ferros, paus e outras armas brancas, bem como pequenos engenhos explosivos artesanais”? Os propósitos e motivações desta marcha, que deve culminar a 100 metros do Palácio Presidencial, foram apresentados hoje em conferência de imprensa,…

Leia mais

Democracia? Hum!

O presidente da Comissão da União Africana (UA), Moussa Faki Mahamat, considera que a democracia em África enfrenta “enormes problemas” e que, em muitos países, as eleições deixaram de ser a solução para o problema, passando a ser o problema para a solução. Deve ser por isso que o MPLA, apesar de estar há 45 anos no Poder, lá quer ficar mais 55 de modo a completar um século de governação ininterrupta… “A democracia e o constitucionalismo em África enfrentam problemas enormes que ninguém pode negar”, disse Moussa Faki Mahamat,…

Leia mais