“Se não fosse Portugal, estava morto. Morto”

Sofreu um grave acidente de moto em Angola. Veio para Portugal fazer reabilitação. Diz que a sua maior vitória é ter voltado a trabalhar. Este domingo, vota pela primeira vez numas presidenciais. Quinto capítulo da série sobre inclusão laboral. Por Ana Cristina Pereira (texto) e Nelson Garrido (fotografia) (*) Até às 16h30, quem liga para o número geral ouve a sua voz: “Centro de Reabilitação do Norte. Muito bom dia. Meu nome é António Jamba. Em que posso ajudar?” Muito se orgulha de trabalhar naquela unidade que presta cuidados de…

Leia mais

Quem tem medo de Savimbi?

O deputado e general na reserva Lukamba Paulo “Gato” reconheceu hoje, em Luanda, que tem havido pouco esforço da UNITA no sentido de divulgar a vida e a obra do fundador do partido, Jonas Malheiro Savimbi, que nasceu a 3 de Agosto de 1934. Mais uma vez “Gato” tem razão. O Folha 8 dá hoje, mais uma vez, o seu contributo para esclarecer os angolanos (até mesmo alguns que são dirigentes da UNITA) sobre alguns aspectos da vida e obra de Jonas Savimbi. Jonas Malheiro Savimbi nasceu aos 3 de…

Leia mais

Doar sangue é dar vida

O secretário de Estado da Saúde para Área Hospitalar, Leonardo Inocêncio, admitiu esta sexta-feira que o país precisa de pelo menos 300.000 dadores voluntários por ano para acudirem à carência diária de sangue nos hospitais, face ao défice actual. Por sua vez, a administração do Instituto Nacional de Sangue (INS) de Angola afirma que a instituição tem cadastrados apenas 1.000 dadores voluntários e que 90% dos dadores que “apoiam os seus serviços são familiares dos pacientes”. Segundo o governante, que falava aos jornalistas, em Luanda, no final do acto oficial…

Leia mais

A (in)dependência das ditas redes que são (anti)sociais

O núncio apostólico em Angola e São Tomé considerou hoje, em Luanda, que a utilização das redes sociais constitui uma ocasião para “favorecer o encontro”, mas também “pode potenciar o auto-isolamento como uma teia de aranha”. Não foi bem a descoberta da pólvora mas esteve perto. Petar Rajic, que falava hoje, em Luanda, durante uma conferência de imprensa de apresentação da mensagem do Papa Francisco por ocasião da 53ª Jornada Mundial das Comunicações Sociais 2019, sublinhou que as redes sociais devem ser um instrumento para libertar e proteger. “A rede…

Leia mais

Vacinar é dar vida

A crise de sarampo a nível mundial é um sinal de alarme urgente para a necessidade de os países garantirem que todas as crianças, independentemente de onde vierem, tenham acesso a vacinas que salvam vidas. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), as vacinas evitaram pelo menos 10 milhões de mortes entre 2010 e 2015, e protegeram muitos milhões de pessoas de doenças como o sarampo, a pneumonia ou a tosse convulsa. Segundo a OMS as vacinas têm sido uma das maiores histórias de sucesso da medicina moderna…

Leia mais

Reflexões de um ango-pula

É claro que eu assumo que fiz parte de uma minoria de privilegiados que beneficiava de um alto padrão de vida na Angola Colonial. Digo isto logo de princípio para que não pensem que me vou esconder atrás de um discurso revolucionário, de alguém que lutou contra um regime que durante cinco séculos dominou Angola. Sou um filho da situação de privilégios para alguns poucos e de graves dificuldades para muitos. Por Carlos Pinho (*) À data do 25 de Abril de 1974 eu tinha 20 anos e embora tivesse…

Leia mais

Do Natal e demais considerações

O Natal é uma festividade do Hemisfério Norte Ocidental por razões meteorológicas e de calendarização agrícola. É uma festa onde, um bocejo imenso sopra o bafo forte da harmonia, da irmandade entre povos e nações, d’uma certa espiritualidade universal; e na qual o mau hálito dos pensamentos preconceituosos, racistas, xenófobos e chauvinistas é derrogado. Por Brandão de Pinho É uma festa de todos os cristãos sem excepção mas também dos adeptos de todas as outras confissões. Mas de certa forma é uma festa europeia pelo que América, Médio Oriente e…

Leia mais

86% das nossas crianças
não vivem… sobrevivem!

Um total de 86% de crianças angolanas dos 0 aos 23 meses estão privadas de uma alimentação adequada e nesta faixa etária cerca de 75% estão igualmente privadas de uma habitação, 71,8% da saúde, 53,8% da água. O relatório que revela estes dados não diz, mas convém acrescentar que o país é governado há 43 anos pelo MPLA, que o actual Presidente da República está no Poder há pouco mais de um ano e que o anterior esteve no cargo durante 38 anos… Os dados contam de um “Relatório sobre…

Leia mais

Antes de tudo… as pessoas!

O reverendo angolano Daniel Ntony-a-Nzinga pediu hoje “consciência e moralização” na exploração de recursos naturais por parte do Estado ou de entidades privadas, para que o desenvolvimento económico almejado para o país se traduza primeiramente em “desenvolvimento humano”. O sacerdote, que proferia hoje o discurso de abertura da terceira conferência nacional sobre Recursos Naturais, que decorre até quinta-feira, em Luanda, recordou que Angola é um país abençoado por recursos naturais, lamentando, porém, que a maioria dos cidadãos “não sinta os resultados que daí advêm”. “Ao falarmos de recursos como fontes…

Leia mais

Grande entrevista de William Tonet

William Tonet cresceu como “criança soldado”. O seu pai foi um dos fundadores da 1ª Região Político-Militar do MPLA. Aos 8 anos de idade já dominava as comunicações militares. Foi dos mais novos comandantes militares, com 16 anos de idade. Esteve na Cadeia de São Nicolau, com o seu pai, preso, quando tentavam abrir uma região político militar do MPLA, no Huambo, em 1968. Foi um dos que implantou a organização dos pioneiros do MPLA, OPA, em Luanda, e foi um dos comandantes que levou o porta-bandeira, em 11 de…

Leia mais