CNE JÁ SABE QUEM GANHA E A PERCENTAGEM DA VITÓRIA

A UNITA, o maior partido da oposição angolana que (a muito custo) o MPLA ainda permite, reiterou hoje o apelo aos eleitores para se concentrarem nas imediações das assembleias de voto após votarem, “para verificarem a acta síntese, por ser um acto legal”, e criticou a “histeria” do órgão eleitoral, a sucursal do MPLA que dá pelo nome de Comissão Nacional Eleitoral (CNE). “Por esta razão a UNITA vai manter o discurso, vamos continuar a apelar aos cidadãos para que se mantenham na assembleia e esperem pelo resultado, ou seja,…

Leia mais

QUEREM MESMO ACABAR… 1992

A UNITA anunciou hoje que suspendeu uma actividade política no município de Viana, em Luanda, por se sentir “intimidada por agentes da polícia”, que no local empunhavam armas e abordavam os seus militantes em “tom de arrogância”. Nada de novo. A cabidela escolhida por João Lourenço precisa da Polícia Nacional (do MPLA). Para dar “no focinho” à UNITA, Francisco Furtado também precisa… “O que aconteceu não é que eles impediram, mas intimidaram, a Polícia Nacional estava no local, mas todos os agentes, afectos à guarda fronteira, tinham armas empunhadas, eu…

Leia mais

O MPLA NÃO SABE QUE ANGOLA NÃO SE DEFINE, SENTE-SE!

O presidente da UNITA, Adalberto da Costa Júnior, disse hoje que a guerra em Angola “acabou há muito tempo” (há 20 anos) e que a paz foi construída por todos, desafiando o MPLA, no poder, “a aprender” a pluralidade e a democracia. Não adianta. O MPLA já não aprende. Adalberto da Costa Júnior discursou no Cuíto, capital da província do Bié, durante cerca de duas horas, depois de uma passagem por Lopitanga, onde repousam os restos mortais de Jonas Savimbi, fundador do partido, morto em combate em 22 de Fevereiro…

Leia mais

FESTA DA DEMOCRACIA COM… CABIDELA!

O MPLA rejeita que haja uma subida de agressividade na campanha política, em particular no que respeita à UNITA, defendendo que as eleições devem ser uma “festa de democracia” em que cada angolano “se expresse livremente”. A provar o seu pacifismo, o MPLA até pode citar a ementa que está a preparar: cabidela com galo… negro (entre outras cores). Manuel Nunes Júnior, secretário do Bureau Político do Comité Central do MPLA para a Política Económica e Social respondeu desta forma à Lusa, à margem de um encontro com jornalistas, questionado…

Leia mais

JÚ MARTINS, O SIPAIO COLONIAL

O líder da UNITA, Adalberto da Costa Júnior, reiterou hoje ter mantido encontros com dirigentes do MPLA para abordar uma eventual transição pós-eleitoral e criticou os adversários por defenderem ilegalidades e ameaçarem com instabilidade para se manter no poder. Adalberto da Costa Júnior comentava, em declarações à Lusa, a conferência de imprensa de segunda-feira em que o secretário do MPLA para os assuntos políticos e eleitorais, João “Jú” Martins, em que desmentia a existência de negociações e apelidou o líder da UNITA de “lunático” por pensar em vencer as eleições.…

Leia mais

MPLA APOSTA NOS JOVENS… DANDO-LHES NO “FOCINHO”

O líder do MPLA, partido no poder em Angola há quase 47 anos e candidato às eleições disse hoje, em Luanda, que está atento aos problemas da juventude, a maioria da população angolana e que vai “determinar o curso” da disputa eleitoral. Enquanto isso, as “isentas” e “equidistantes” forças de segurança vão – cumprindo as ordens do general Francisco Furtado – dando no “focinho” a quem critica o MPLA (a UNITA). João Lourenço, que discursou na abertura da 18.ª edição do Campo Nacional de Férias dos Estudantes Universitário (Canfeu), que…

Leia mais

EMANCIPAÇÃO DE CABINDA COMEÇARÁ COM A DERROTA DO MPLA

Gostaria de começar as minhas observações escrevendo que a verdadeira emancipação do povo de Cabinda começará com a vitória eleitoral da Frente Patriótica Unida, encarnada pelo líder da UNITA, mas preferi falar da derrota do MPLA porque é do que se trata, e isso nos foi confirmado pelo quão violentos discursos do líder do quarteto dos caranguejos, herdeiro da seita dos marimbondos, o regime sob o qual construiu sua incompetência política. Por Osvaldo Franque Buela (*) Normalmente em período eleitoral, aquele que deveria encarnar a unidade nacional, e prestar contas…

Leia mais

A GRANDE BATALHA DAS ELEIÇÕES DE 2022

A campanha eleitoral em Angola já arrancou. Nas eleições organizadas até cá a oposição sempre perdeu, em grande parte, devido às debilidades do processo democrático. As anomalias na governança democrática sempre indicaram haver fissuras institucionais, para além da falta de uma vontade séria de debate por parte da classe política dominantes; e, nas redes sociais, as conclusões nunca foram abonatórias, estiveram sempre envoltas em acusações de falsificação de votos e fraude eleitoral, mesmo por observadores internacionais. Como será em Agosto de 2022? Por José Marcos Mavungo (*) Depois da pré-campanha,…

Leia mais

UM MODELO COM O POVO NO CENTRO DA GOVERNANÇA

Aproveito para dizer em voz alta que a UNITA, com Adalberto da Costa Júnior, conquistou milhares e milhares de cidadãos, e o hino de alternância lançado pelo artista mais titulado e sábio, BONGA, comprova que esta força que é a UNITA, percorreu um caminho muito longo e que todos os patriotas que somos, apoiem de todo o coração esta luta pela alternância. Por Osvaldo Franque Buela (*) Esta força unificadora que culminou no lançamento da Frente Patriótica Unida, FPU, deveria servir de lição às forças e movimentos políticos Cabindenses de…

Leia mais

PERDER UM OLHO OU OS DOIS?

O presidente da UNITA, Adalberto da Costa Júnior, evoca os “pais da nação”, prometendo cumprir o ideal de construir a pátria angolana e pediu um debate entre os candidatos presidenciais. Se estivéssemos num Estado de Direito Democrático… Adalberto da Costa Júnior, que marcou o arranque da campanha eleitoral em Benguela, ladeado dos nº2 e nº3 das listas da UNITA, Abel Chivukuvuku e Justino Pinto de Andrade, respectivamente. Cantando e entoando “gatunos fora” e “MPLA caiu”, os militantes e simpatizantes da UNITA seguiram os três políticos numa caminhada festiva, em tons…

Leia mais