Doar sangue é dar vida

O secretário de Estado da Saúde para Área Hospitalar, Leonardo Inocêncio, admitiu esta sexta-feira que o país precisa de pelo menos 300.000 dadores voluntários por ano para acudirem à carência diária de sangue nos hospitais, face ao défice actual. Por sua vez, a administração do Instituto Nacional de Sangue (INS) de Angola afirma que a instituição tem cadastrados apenas 1.000 dadores voluntários e que 90% dos dadores que “apoiam os seus serviços são familiares dos pacientes”. Segundo o governante, que falava aos jornalistas, em Luanda, no final do acto oficial…

Leia mais

O conceito de Amigo

Hoje é 25 de Dezembro de 2018, para os cristãos, principalmente católicos, é o dia de nascimento de Cristo, filho de Deus, que enviado à terra, pelo Pai, se tornou amigo de todos os semelhantes, com quem se cruzou, fundamentalmente, quando chamado a debitar solidariedade aos outros. Por William Tonet Amigo é o conceito atribuído a alguém de quem se tem um sentimento de afecto, consideração e respeito. Muitos se consideram amigos na adversidade, principalmente, quando inesperadamente recebem do outro, um braço ou abraço. Para se chamar alguém de amigo…

Leia mais

“Batatas podres” faltaram
à “educação patriótica”?

O Comandante da Polícia Nacional na Lunda Sul, comissário Aristófanes dos Santos, pediu, em Saurimo, aos efectivos dos vários órgãos do Ministério do Interior (Minint) para agirem dentro dos parâmetros legais sem violar os direitos, liberdades e garantias dos cidadãos. Pelos vistos as “batatas podres” têm um potencial de reprodução assinalável. De acordo com o comissário, que falava na formatura que visou apresentar as estratégias de actuação dos órgãos do Minint antes, durante e depois da quadra festiva, “o facto de ser agentes da autoridade, não dá o direito de…

Leia mais

UNITA quer outra e muito distinta Operação Resgate

Até aos séculos XVII e XVIII, a revolução era entendida principalmente como rebelião: era considerada uma forma extrema de resistência contra os governantes. Desde essa época – por causa da revolução francesa, e em menor medida, da revolução inglesa de 1688 e da revolução americana, que foram pacíficas, e por causa da mudança de mentalidades que as prepara, a revolução passou a ser encarada não tanto pelo seu sentido negativo, mas pelo seu sentido positivo. Por Isaías Samakuva (*) Passa a ser encarada não tanto como substituição de um governo…

Leia mais

Uma lei (quase) marcial
para pôr o Estado no sítio

A “Operação Resgate”, lançada hoje oficialmente pelo Governo, vai estender-se gradualmente a todo o país, ocupando todos os meios das forças de segurança, começando em força a partir de 6 de Novembro, por tendo indeterminado. É uma espécie de “lei marcial” para pôr o país em “estado de sítio”, doa a quem doer. Palavra de ministro do Interior. A operação foi apresentada hoje, em Luanda, pelo ministro do Interior, Ângelo de Barros Veiga Tavares, num encontro com directores departamentais das diversas forças de segurança de Angola, pretendendo as autoridades operar…

Leia mais

“Batatas podres” da Polícia

O comandante-geral da Polícia angolana, Paulo de Almeida, admitiu hoje que vários agentes policiais praticam “burlas, falsificações e extorsões a cidadãos”, prometendo combater as “batatas podres” no seio da corporação. Ainda bem que, ao que parece, os chefes não armazenam “batatas podres”. Ou será que há? Recorde-se que Paulo Gaspar de Almeida é arguido num processo que está a ser apreciado pelo Tribunal Supremo. O comissário-chefe Paulo Gaspar de Almeida, foi constituído arguido (processo n.º 16/17-DNIAP) por esbulho violento de uma quinta de 12 hectares, em posse do camponês Armando…

Leia mais

“Tolerância zero” apenas
e só quando o MPLA puder

O governador da Província do Huambo, João Baptista Kussumua, declarou recentemente “tolerância zero” aos actos de desordem e desobediência administrativa, visando a melhoria da imagem do planalto central e, por via disso, elevar o bem-estar da população. Presume-se que o exemplo seja descendente. Presume-se. Segundo João Baptista Kussumua, que falava no acto comemorativo ao 57º aniversário do Início da Luta de Libertação Nacional, assinalado domingo (4 de Fevereiro), é necessário que cada cidadão dê o seu contributo para o êxito da implementação da “tolerância zero”. Continuamos a presumir que o…

Leia mais

Pior só mesmo a malária

As estradas angolanas registaram, de Janeiro a Setembro deste ano, mais de 2.000 mortes e mais de 7.000 feridos, num total de 7.000 acidentes, informou hoje a polícia. Pior só mesmo os dados relativos à malária. A informação foi transmitida pelo chefe de departamento de comunicação institucional e imprensa da Direcção Nacional de Viação e Trânsito, superintendente-chefe Angelino Sarrote, que referiu que, em média, Angola regista 26 acidentes por dia, que resultam em sete mortes e 29 feridos. Falando à imprensa à margem da cerimónia de abertura do ciclo de…

Leia mais

Polícia menos arrogante,
mais educada e disponível

O novo comandante-geral da Polícia Nacional de Angola defendeu o combate à criminalidade com um policiamento de proximidade, mas que recorra a efectivos “menos arrogantes, mais educados e disponíveis para ajudar quem solicita essa ajuda”. A teoria é boa. Fica, contudo, a dúvida se agentes habituados – por estímulo e cobertura superior – a pôr a razão da força acima da força da razão, a disparar primeiro e a perguntar depois, serão capazes de ser “menos arrogantes, mais educados e disponíveis para ajudar”. O comissário-geral Alfredo Mingas “Panda”, que discursava…

Leia mais

Voz do Povo voltará
a ser a voz de… Deus?

A Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST) exortou hoje as forças políticas concorrentes às eleições gerais de 23 de Agosto a “aceitarem com serenidade” o resultado eleitoral, mas utilizando “instrumentos legais para dissipar possíveis equívocos”. A posição dos bispos católicos angolanos vem expressa na “Nota Pastoral sobre as Eleições de 2017”, apresentada hoje em conferência de imprensa, em Luanda, na qual se assinala que cabe aos políticos das forças concorrentes “dar corpo e sentido ao convívio de vontades expressas nas urnas”. “Aceitando com serenidade e responsabilidade o veredicto…

Leia mais