PORTUGAL “ENTRA” NO COFRE DE LUSSATI!

O major Pedro Lussati, principal arguido de um esquema fraudulento envolvendo militares das mais altas patentes da Casa de Segurança (hoje Casa Militar) do Presidente angolano, general João Lourenço, transferia alegadamente dinheiro para Portugal através de empresas do grupo Irmãos Chaves, segundo a acusação do Ministério Público. O grupo empresarial da Madeira, que opera em Portugal e em Angola em áreas como construção, imobiliário, saúde, agricultura e ‘rent-a-car’, aparece referenciado no processo através da empresa Prime Talatona, em que Pedro Lussati é sócio, juntamente com José António Figueira Chaves, um…

Leia mais

700 MIL ESTRANGEIROS VIVEM EM PORTUGAL

A população estrangeira residente em Portugal aumentou em 2021 pelo sexto ano consecutivo, totalizando 698.887 cidadãos, mantendo-se a comunidade brasileira como a mais representativa e a que mais cresceu, revelou o SEF (Serviço de Estrangeiros e Fronteiras). Em 2020, angolanos (assim catalogados pelo governo do MPLA) eram 25.802. “Em 2021 verificou-se, assim, pelo sexto ano consecutivo, um acréscimo da população estrangeira residente, com um aumento de 5,6% face a 2020, totalizando 698.887 cidadãos estrangeiros titulares de autorização de residência, valor mais elevado registado pelo SEF, desde o seu surgimento em…

Leia mais

MENOS VINHO DA TUGA
 (XXILA 5 – “GAZELA” 0)

Angola representou menos de 3% das exportações de vinho português em 2021, com as vendas a diminuírem tanto em volume como em valor, apesar da subida do preço médio por litro, refere um estudo de mercado da ViniPortugal. Em vésperas da Grande Prova de Luanda, que se realiza na quinta-feira, o estudo datado de Abril de 2022, revela que o destino angolano não recuperou a importância que tinha há 10 anos, quando representava cerca de 40% das exportações. Apenas 2,61% das exportações totais de vinho português tiveram Angola como destino…

Leia mais

BÉLGICA ULTRAPASSA PORTUGAL NAS EXPORTAÇÕES PARA ANGOLA

Portugal foi ultrapassado pela Bélgica nas exportações para Angola no primeiro trimestre deste ano, mantendo-se a China no lugar cimeiro, segundo o Boletim das Estatísticas de Comércio Externo, publicado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Entre Janeiro e Março de 2022, a balança comercial de Angola apresentou um saldo positivo de 4,55 biliões de kwanzas (10 mil milhões de euros) devido ao comportamento do preço do petróleo, principal produto de exportação. No primeiro trimestre, as exportações registaram um aumento do valor total na ordem dos 43% e as importações cresceram…

Leia mais

JOÃO LOURENÇO MERECE DOUTORAMENTO “HONORIS CAUSA” PELO… ISCTE

Os ministros da Defesa de Portugal (Helena Carreiras) e de Angola (João Ernesto dos Santos) assinaram hoje um programa-quadro até 2026, que renova os projectos actuais e aprofunda a cooperação em temas como a ciberdefesa, hidrografia ou as alterações climáticas. O MPLA agradece mais esta acção de propaganda. Já agora, o Folha 8 sugere que o ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa, atribua o doutoramento “honoris causa” a João Lourenço… “O programa-quadro agora assinado vem renovar a cooperação antiga e muito frutuosa que temos entre Angola e Portugal neste domínio,…

Leia mais

DIA MUNDIAL DE ALGUMAS CRIANÇAS

O Camões – Centro Cultural Português em Luanda vai comemorar o Dia Mundial da Criança (de algumas, poucas), que se assinala quarta-feira, apresentando seis curtas-metragens de animação de realizadores portugueses. Enquanto isso, no país real, as nossas crianças continuam a ser geradas com fome, a nascer com fome e a morrer, pouco depois, com fome. A exibição, em parceria com o Arte Institute/RHI vai acontecer no Auditório Pepetela, em três sessões, com duração aproximada de uma hora, segundo um comunicado do Camões. Os filmes a exibir são: “Quando os monstros…

Leia mais

MPLA ARRASA CABINDAS E PORTUGAL SUBSCREVE

A polícia angolana do MPLA, cumprindo ordens superiores, impediu a realização de uma conferência sobre a paz no território (ocupado por Angola em 1975) que deveria decorrer num hotel de Cabinda, alegando – como sempre – incumprimento das formalidades legais pelas entidades organizadoras do evento. A conferência de reflexão sobre a paz em Cabinda, organizada pelas organizações Omunga e Associação para Desenvolvimento da Cultura dos Direitos Humanos (ADCDH) tinha como convidados o pastor Ntoni a Nzinga, o padre Celestino Epalanga, o advogado e activista Arão Tempo e o político e…

Leia mais

PORTUGAL MANTÉM, COBARDEMENTE, CABINDA DEBAIXO DO TAPETE

Praticamente desde que aterrou em Díli que fotos e vídeos do Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, inundaram as redes sociais com milhares de comentários, entre os quais se destacam as comparações com o líder histórico timorense, Xanana Gusmão. É o espectáculo habitual. Dois pesos e duas medidas “made in Portugal”. Cabinda continua debaixo do tapete putrefacto dos areópagos portugueses. “É o avô Nana de Portugal”, pode ler-se em vários comentários aos vídeos e fotos de Marcelo Rebelo de Sousa nos contactos com a população, e que levaram a que…

Leia mais

SE “HAVER” NECESSIDADE…

Angola e Portugal assinaram hoje, em Luanda, um protocolo relativo ao projecto-piloto “Exames Nacionais Angola 2022”, que será realizado em Junho para 2.100 alunos das 18 províncias angolanas, nas disciplinas de língua portuguesa e matemática. O memorando de cooperação foi assinado na sede do Ministério da Educação angolano, em Luanda, pelos directores do Instituto Nacional de Avaliação e Desenvolvimento da Educação (INADE) angolano e do IAVE – Instituto de Avaliação Educativa português. A cerimónia foi antecedida por uma reunião entre a delegação portuguesa chefiada pelo secretário de Estado dos Negócios…

Leia mais

DA ERC À ERCA, DA JIBÓIA À MINHOCA

O jornalista e conselheiro da Entidade Reguladora da Comunicação Social Angolana (ERCA), Reginaldo Silva, lamentou no passado dia 1 de Outubro a limitada intervenção deste órgão, sendo a regulação dominada pelo Governo (MPLA), que tem tido, no último ano, “uma política de terra queimada”. Reginaldo Silva abordou nesse dia, em Luanda, a evolução da regulação da comunicação social numa conferência organizada pela Associação de Comunicólogos Angolanos, e criticou a falta de utilidade da ERCA neste campo, já que o poder regulatório continua a pertencer ao Ministério das Telecomunicações, Tecnologias de…

Leia mais