Mas, afinal, existem pobres em Angola?

Num artigo publicado no “Vatican News”, lê-se que “o foco no pobre permanece uma prioridade da igreja, disse nesta segunda – feira (21/12) o arcebispo de Luanda e presidente da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST), D. Filomeno do Nascimento Viera Dias, no acto de cumprimentos de Natal e ano novo”. “O foco no pobre permanece uma prioridade, devemos pensar juntos o que podemos fazer por eles, de forma organizada, sistematizada e programada, cada um pense qual o lugar do pobre na sua vida e no seu carisma…

Leia mais

Quem peca a favor do Poder sempre alcança

O arcebispo de Saurimo, Lunda Sul, Dom José Imbamba, apelou hoje, domingo, aos angolanos para optarem pelo diálogo com vista a resolverem os pontos divergentes. Será este o mesmo arcebispo que, recentemente, afirmou que o Presidente da República, João Lourenço, introduziu um novo paradigma de governação, assente na gestão ética, e abriu espaço ao diálogo com as vozes críticas da sociedade e à liberdade de imprensa? Como se vê, é mais fácil um jacaré passar pelo buraco de uma agulha do que um dirigente do MPLA cumprir com as suas…

Leia mais

Que “deus” (João Lourenço) nos abençoe

O arcebispo de Saurimo considera que o Presidente da República, João Lourenço, introduziu um novo paradigma de governação, assente na gestão ética, e abriu espaço ao diálogo com as vozes críticas da sociedade e à liberdade de imprensa. De introduzir a praticar vai uma longa distância. Mas… D. José Manuel Imbamba esquece-se que é mais fácil um jacaré passar pelo buraco de uma agulha do que um dirigente do MPLA cumprir com as suas promessas. Em entrevista ao Jornal de Angola, por ocasião dos três anos de governação de João…

Leia mais

Só com aprovação do MPLA
se pode falar sobre Cabinda

O padre católico Félix Roberto Cubola negou hoje que na sua carta aberta contenha “calúnias e injúrias” contra a Polícia na província angolana de Cabinda, garantindo a disposição em “reafirmar o que escreveu” perante a Procuradoria-Geral da República (PGR). “N ão tenho qualquer dúvida, qualquer dificuldade e nem qualquer medo em enfrentar esta acusação do Ministério do Interior à minha pessoa. Eles falam em calúnia, difamação e insulto e não sei se encontram calúnias naquela minha carta aberta”, afirmou hoje o sacerdote angolano. Reagindo ao posicionamento da Polícia (do MPLA)…

Leia mais

Cardeal Eugénio Dal Corso elogia (pudera!) o Governo

O arcebispo emérito de Benguela, em Angola, Eugénio Dal Corso, hoje investido cardeal pelo Papa Francisco, considera que o país está a melhorar, embora ainda exista muita pobreza, e destacou o combate à corrupção por parte do actual Governo. Digamos que, como fizeram outros altos responsáveis da Igreja Católica no tempo de José Eduardo dos Santos, bajular quem está no Poder é estar mais próximo dos bens materiais e, é claro, bem mais longe do Povo. “A ngola está a melhorar. A gente está muito contente com o novo Presidente…

Leia mais

Fome? Onde? Onde?

Graziano De Angeli, padre italiano que vive há 33 anos em Angola, lamentou a “miséria” do povo, sobretudo das crianças, que muitas vezes no fim da missa o procuram para pedir alguma coisa para comer. É caso para, mais uma vez, dar os parabéns a João Lourenço, Presidente da República. Sem esquecer, obviamente, o Presidente do MPLA e o Titular do Poder Executivo. Natural de Veneza, o missionário Capuchinho, que chegou a Angola em 1986, passou pelo município de Negaje (Uíge), como pároco superior daquela missão, pelo município de Samba…

Leia mais

A (in)dependência das ditas redes que são (anti)sociais

O núncio apostólico em Angola e São Tomé considerou hoje, em Luanda, que a utilização das redes sociais constitui uma ocasião para “favorecer o encontro”, mas também “pode potenciar o auto-isolamento como uma teia de aranha”. Não foi bem a descoberta da pólvora mas esteve perto. Petar Rajic, que falava hoje, em Luanda, durante uma conferência de imprensa de apresentação da mensagem do Papa Francisco por ocasião da 53ª Jornada Mundial das Comunicações Sociais 2019, sublinhou que as redes sociais devem ser um instrumento para libertar e proteger. “A rede…

Leia mais

Honoris Causa pela UCAN

A Universidade Católica de Angola (UCAN) atribuiu hoje a Alexandre do Nascimento, o único cardeal angolano, o título de doutor Honoris Causa em Direito, em reconhecimento pelo seu “excelente trabalho a favor da pátria e da humanidade”. A cerimónia, que decorreu no auditório do edifício São João Paulo II, em Luanda, contou com a presença do vice-Presidente de Angola, Bornito de Sousa, deputados, bispos católicos, membros da reitoria da UCAN, estudantes e outras personalidades. O texto de concessão do título de Doutor Honoris Causa em Direito foi aprestado na cerimónia…

Leia mais

Bispos católicos estão
(ao que parece) vivos!

Os bispos católicos de Angola, depois de um longo e letárgico sono em que nada viram nem ouviram, acordaram sonolentos mas conseguiram desafiaram hoje a sociedade angolana (será que também fazem parte dela?) a dar mais atenção aos “pobres, abandonados e desfavorecidos” do país (20 milhões), considerando “imperioso” um maior compromisso no seu apoio. No discurso inaugural da assembleia da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST), o presidente do órgão, Filomeno Vieira Dias, considerou que este é o grande “desafio” da Igreja e da sociedade. É? Ou será…

Leia mais

Medo da verdade

O presidente da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST), Filomeno Vieira Dias, considerou hoje que os órgãos de comunicação social angolanos, sobretudo estatais, “não tiveram uma actuação igualitária” durante a campanha eleitoral. “É unânime, mesmo por parte dos observadores internacionais que chegaram apenas dois dias antes das eleições, não houve um tratamento igualitário nesta campanha, não houve igualdade de oportunidade. Houve por parte de alguns órgãos, sobretudo os estatais, o privilegiar de uma candidatura que vocês conhecem”, disse. Em declarações hoje à imprensa, durante a apresentação da Nota…

Leia mais