Em vias de extinção em 2012, a declinar em 2021

Em 25 de Abril de… 2012, a malária estava em vias de extinção, segundo o órgão oficial do MPLA (Jornal de Angola), em 2021 o surto de malária que Angola registou, nos últimos meses, com quatro milhões de casos e acima de 5.000 óbitos, “está a declinar”, anunciou hoje o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda. O governante angolano falava à imprensa à margem do seminário sobre o Mapeamento de Riscos com Impacto na Saúde Pública, que hoje arrancou em Luanda e decorre até quinta-feira, com o…

Leia mais

Em Angola, fome é património (i)material do MPLA

Em 2020, ano marcado pela pandemia de Covid-19, o mundo testemunhou um “agravamento dramático” da fome, com quase um décimo da população mundial a sofrer de subnutrição, revelaram esta segunda-feira as Nações Unidas num novo relatório. Segundo a FAO, 23,9% da população angolana passa fome, o que equivale a que 6,9 milhões de angolanos não tenham acesso mínimo a alimentos. Entre 720 milhões e 811 milhões de pessoas no mundo foram vítimas do flagelo da fome em 2020, segundo estima o relatório anual “O Estado da Segurança Alimentar e Nutrição…

Leia mais

MPLA não só promete como… promete

O ministro da Justiça e dos Direitos Humanos angolano, Francisco Queiroz, reconheceu hoje que o país ainda não atingiu a primeira posição dos padrões para eliminar o tráfico de seres humanos, mas está a esforçar-se para atingir o ponto de excelência. Não pediu desculpa nem anunciou o fornecimento gratuito de certidões às vítimas. “Para estarmos na posição 1 teríamos que não ter nenhuma manifestação de tráfico de seres humanos dentro do país, nas fronteiras e estar totalmente livres deste mal. Infelizmente, ainda não atingimos esse patamar, mas é um esforço…

Leia mais

Tráfico e exploração de crianças em Angola

Jovens e crianças angolanos, de ambos os sexos, são explorados por traficantes no seu próprio país e fora dele, alerta o relatório do Departamento de Estado norte-americano sobre tráfico de seres humano, hoje divulgado. Numa espécie de país que tem 20 milhões de pobres… vale (quase) tudo. “Os traficantes exploram angolanos, incluindo jovens de 12 anos em trabalhos forçados no fabrico de tijolos, no serviço doméstico, construção, agricultura, pescas e exploração artesanal de diamantes e outros sectores de mineração”, refere o relatório. Segundo o documento, meninas angolanas com 13 anos…

Leia mais

E que tal conhecer o país real?

O projecto saúde móvel “Nascer Livre para Brilhar” iniciou um programa de formação para técnicos de saúde, com o objectivo de reforçar os conhecimentos ligados ao atendimento clínico adequado para a prevenção da transmissão de HIV da mãe para o filho. Em Luanda serão capacitados 30 técnicos de saúde de 10 unidades sanitárias entre os dias 30 de Junho e 2 de Julho, no Instituto de Técnicos de Saúde de Luanda. Na província do Cunene serão formados 25 técnicos de 10 unidades de saúde. Além dos técnicos de saúde, o…

Leia mais

A terceira primeira-dama

Andarão os angolanos a ser paiados pelas primeiras-damas? A primeira tenta, por todos os meios, lavar a imagem de um criminoso responsável pela prática de crimes contra a humanidade, com o fuzilamento de muitas dezenas de milhar de cidadãos nacionais, sem serem julgados pelo sistema judicial. Por José Filipe Rodrigues (*) A segunda gostava muito de se ostentar nos concursos de misses. A terceira tenta, por todos os meios, participar em eventos para promover a sua imagem, sem sucesso, incapaz de sensibilizar as pessoas minimamente inteligentes e intelectualmente honestas. Tudo…

Leia mais

Tenham vergonha!

Profissionais de saúde pediram hoje a intervenção do Presidente Da República, Presidente do MPLA e Titular do Poder Executivo, João Lourenço, para “travar” a escassez de materiais descartáveis, medicamentos e de recursos humanos nas unidades sanitárias, sobretudo em Luanda, que registam enchentes e mortes nos bancos das urgências. É uma vergonha. Segundo alguns profissionais ouvidos pela Lusa, o sistema de saúde primário, sobretudo na capital, “colapsou” e as unidades hospitalares estão a registar em “média entre seis e dez mortes” associadas à malária e anemia. É claro que a culpa…

Leia mais

Tráfico humano está por aí, está por cá

Mais de 100 casos de tráfico de seres humanos, cujas vítimas foram maioritariamente crianças, estão sob investigação das autoridades angolanas. A informação foi prestada no Dundo, Lunda-Norte, pelo chefe de departamento para os direitos económicos, sociais, ambientais e culturais da Direcção Nacional, do Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos, Felismino Lisboa. O responsável que falava durante um Workshop sobre “tráfico de seres humanos e direitos de asilo”, esclareceu que além dos processos em investigação, 21 casos de tráfico de seres humanos já foram julgados. Felismino Lisboa garantiu que a…

Leia mais

Malária para sempre?

Um surto de malária e dengue está a assolar a província angolana de Benguela, com o registo de diário de 2.000 casos, dos quais morre um paciente em cada 400 casos diagnosticados, informaram as autoridades sanitárias locais. Segundo o director provincial da Saúde de Benguela, António Manuel Cabinda, o município mais afectado é o Lobito, onde está prevista uma megacampanha de fumigação. Manuel Cabinda disse que devido à situação, as unidades sanitárias estão a registar enchentes, sobretudo a nível dos serviços pediátricos, com uma taxa de ocupação três vezes acima…

Leia mais

Carolina Cerqueira, a coordenadora do lixo

Senhora Carolina Cerqueira, a senhora é uma nódoa que conspurca a imagem do país e do governo, em Angola e no estrangeiro. A sua mais recente procissão carnavalesca, saprófita ou parasitária, de propaganda política demagógica, é um forte atentado contra a ética, a dignidade, os direitos humanos, os direitos da criança e os direitos das pessoas que necessitam de assistência médica. A senhora não merece respeito e admiração porque gera situações que provocam muita revolta, muito nojo. Por José Filipe Rodrigues (*) Qualquer criada ou criado de um botequim clandestino…

Leia mais