PREGAR AOS PEIXES NO… DESERTO

Adalberto da Costa Júnior diz que vai usar o seu poder (que é nulo) como conselheiro de João Lourenço para o “aconselhar mesmo” e prometeu trabalhar lado a lado com o Presidente angolano “por Angola e pelos angolanos”. Se, por um lado, o líder da UNITA diz que o MPLA o roubou, por outro promete conviver com o ladrão e aconselhá-lo a deixar de roubar. O presidente da UNITA promete igualmente “lutar dentro das instituições do Estado” para a democratização do país e realizar várias manifestações de rua. A próxima…

Leia mais

INTIMIDAÇÃO, MENTIRAS E… GUERRA

O cabeça-de-lista da UNITA às eleições gerais angolanas de 2017, Isaías Samakuva, acusou o MPLA de usar militares para intimidar os eleitores das aldeias, ao “espalharem a mentira” de que se votarem na UNITA regressará a guerra. É uma antiga estratégia que, como deu bons frutos para o regime, volta a ser reeditada em 2022. “Por toda Angola estão a dizer-vos que se votarem na UNITA vai haver guerra. Há grupos, ora de militares ora de civis, a andar pelas aldeias a intimidar o povo. Quem quer fazer mais guerra…

Leia mais

A (OPORTUNA) VISÃO MILITAR DE SAMAKUVA

Isaías Samakuva, líder (“eleito” por ordem do MPLA) da UNITA, maior partido da oposição que o MPLA (ainda) permite em Angola, disse hoje que o XIII congresso só será útil se servir também para unir o partido e consolidar estratégias para sair das “águas turvas e lodosas das suspeições e acusações gratuitas”. Isaías Samakuva, que discursava na abertura do XIII congresso ordinário da UNITA, que hoje arrancou em Luanda e que decorre até sábado, com 1.150 delegados, disse que a reunião deve servir também para “construir, consolidar a unidade e…

Leia mais

SIM PATRÃO, O MPLA É QUE MANDA!

O prazo de apresentação das candidaturas à liderança da UNITA, principal partido da oposição angolana que o MPLA (ainda) permite, que vai eleger (se assim entender o MPLA) um novo presidente na sequência do afastamento de Adalberto da Costa Júnior decretada pela sucursal do MPLA (Tribunal Constitucional) decorre entre 4 e 11 de Novembro. Por Orlando Castro (*) O anúncio foi feito hoje por Anastácio Sicato, porta-voz do XIII Congresso, que apresentou a calendarização (certamente aprovada de forma oficiosa pelo MPLA) dos preparativos para o conclave onde serão eleitos os…

Leia mais

Os sapos da UNITA

O presidente da UNITA, Adalberto da Costa Júnior, avisa que o seu partido não vai engolir sapos e que estará na linha da frente do combate por uma Angola para os cidadãos nem que, para isso, no limite, tenha de sair às ruas. Esperemos para ver e, como é hábito, vamos ficar sentados mas atentos. Se for para valer, estaremos também (é aí que estamos desde 1995) na linha da frente. Na edição da passada sexta-feira, 6, do programa Angola Fala Só da VoA com a participação de muitos ouvintes…

Leia mais

Pirão em prato de luxo
não deixa de ser… pirão

O líder da UNITA apelou à nova equipa dirigente do maior partido da oposição que o MPLA (ainda) permite que existe em Angola que trabalhem junto das comunidades para “ouvir o cidadão, dialogar com ele”, sem esquecer a necessidade de reforçar a coesão interna. Pois é. Fica a dúvida: quem está habituado a comer lagosta sabe ouvir e dialogar com quem apenas sabe o que é mandioca? Adalberto da Costa Júnior discursava na cerimónia de tomada de posse dos 51 novos membros do executivo nacional e provincial e representantes parlamentares…

Leia mais

Adalberto da Costa Júnior é o novo líder da UNITA

Os 1.100 delegados da UNITA escolheram o novo líder da UNITA, partido fundado por Jonas Savimbi e liderado nos últimos 16 anos por Isaías Samakuva. É Adalberto da Costa Júnior, nasceu em 8 de Maio de 1962 em Quinjenje (Huambo), é casado, pai de 4 filhos e era o Presidente do Grupo Parlamentar da UNITA. Adalberto da Costa Júnior venceu logo à primeira volta ao ter sido escolhido por 595 dos 1100 delegados (precisava de 50% mais um) oriundos de todo o país e do estrangeiro, nomeadamente de Portugal, Espanha,…

Leia mais

Samakuva “canta de galo”
e João Lourenço agradece

O presidente cessante da UNITA, Isaías Samakuva, disse hoje que o MPLA, partido que governa Angola há quatro décadas, está em “fim de ciclo” num discurso marcado por duras críticas ao ex-Presidente José Eduardo dos Santos. Ao contrário de Jonas Savimbi que era fortíssimo com os fortes e condescendente com os derrotados, Samakuva encolhe-se perante João Lourenço, mostrando as garras a Eduardo dos Santos, se bem que as tivesse recolhidas quando ele estava no poder. Falando na abertura do XIII Congresso Ordinário da UNITA, o principal partido da oposição que…

Leia mais

O Galo irá voar?

O presidente cessante da UNITA, Isaías Samakuva, desejou hoje que o processo eleitoral para a escolha do novo líder do partido angolano do “Galo Negro” decorra sem instabilidade nem fricções, para que o congresso promova a reconciliação interna. “P odemos discordar, mas sem contundências nem hostilidades, para não perdermos a capacidade de nos unir”, pediu o líder da União Nacional para a Independência Total de Angola (UNITA), o maior partido da oposição que o MPLA ainda permite que exista em Angola, fundado por Jonas Savimbi há 53 anos. Isaías Samakuva…

Leia mais

Savimbi, Samakuva e…

A UNITA, principal partido da oposição que o MPLA ainda permite que exista em Angola, inicia na quarta-feira o seu XIII Congresso Ordinário, onde será eleito o substituto do actual presidente, Isaías Samakuva, que deixa o cargo após 16 anos. A decisão será tomada por 1.150 delegados de todo o país que se vão reunir em Luanda, entre quarta e quinta-feira, para escolher o novo líder, que será o terceiro presidente do partido fundado por Jonas Savimbi a 13 de Março de 1966. Os preparativos do XIII Congresso Ordinário do…

Leia mais