ESPERANÇA DE VIDA CRESCE… MAS POUCO

A esperança de vida saudável em África cresceu 10 anos na última década, excedendo a média global e o progresso em qualquer outra região nesse período, anunciou hoje o escritório da Organização Mundial de Saúde (OMS) em África. A esperança de vida saudável na região “aumentou quase 10 anos, situando-se em 56 anos em 2019, em comparação com 46 anos no ano 2000”, disse a directora regional assistente da OMS África, Lindiwe Makubalo, citando o novo relatório da OMS sobre o Estado da Saúde em África. O ganho excede a…

Leia mais

ENTÃO CAMARADAS, COMO VÃO? VAMOS (FICAR) MAL…

A Frente Patriótica Unida (FPU), plataforma política angolana na oposição (se o MPLA deixar), considerou hoje o que o Folha 8 tem dito ao longo dos últimos meses. Ou seja, que 2021 foi o “ano do reforço do autoritarismo”, em que o regime angolano “capturou e colocou exclusivamente ao seu serviço todos os órgãos de justiça”. Para a FPU, 2021 é o ano em que no plano político se assistiu às ancestrais e atávicas manobras do regime com vista “ao assassínio da democracia multipartidária e à inviabilização de quaisquer garantias…

Leia mais

ENTRE O MPLA E O MPLA… O MPLA

O Observatório Político e Social de Angola (OPSA) antecipa que as eleições gerais do próximo ano serão as mais disputadas em três décadas de uma coisa a que, erradamente, chama “democracia” (haver vários partidos e, de vez em quando, “eleições”, não significa que haja democracia) com desafios complexos perante uma sociedade mais madura e exigente. A consolidação do processo democrático, desempenho económico e reconciliação nacional são, passados 46 anos da independência e 20 do alcance da paz) os desafios que Angola enfrenta em 2022, segundo o coordenador do OPSA, Sérgio…

Leia mais

Imaturidade política dos nossos “políticos”

O mundo está a atravessar momentos difíceis, fruto da crise sanitária causada pela Covid-19 e da Crise Económica e Financeira mundial. A humanidade está sofrendo, os pobres estão cada vez mais pobres e sem nada para comer, até a esperança que amanhã irá despertar lhe foi tirado. Por Adão Xirimbimbi “AGX” (*) Angola não está fora deste contexto a crise afectou gravemente o nosso país, tendo destapado as nossas falências desde o ponto de vista social. A política não é coisa ingénua e que deve ter-se muita moral para falar…

Leia mais

Ser poeta é… sentir

Hoje, 21 de Março, é Dia Mundial da Árvore e Dia Internacional da Floresta. É também, entre outros, Dia Nacional para a Eliminação da Discriminação Racial, Dia Internacional da Astrologia, Dia Universal do Teatro, Dia Mundial da Poesia e Dia Mundial da Marioneta. As minhas crianças de barriga vazia passam ao lado de todos os natais, esquecidas pelos que fazem poesia para ser cantada nos seus funerais. Os abutres do regime lá comem tudo, esquecem que o povo morre à fome. O poeta, esse mantém-se bem mudo e tem como…

Leia mais

Em Cristo, somos mais que vencedores!

O ano 2020 chegou ao fim. Há cerca de um ano, projectava-se no nosso horizonte a imagem de um ano bom, belo, equilibrado (2020), justo e próspero. Suscitou grande optimismo, muitas esperanças, excelentes perspectivas. Mas acabou por se revelar um péssimo ano de luto, tristezas, dores, lágrimas, doenças (a pandemia da Covid-19), incerteza, crise, desespero… Por Francisco Luemba Agora, preparamo-nos para 2021. À primeira vista, as perspectivas não parecem muito boas. Mas anima-nos a esperança, a confiança e a fé na Bondade e Misericórdia de Deus. Para muitos, a esperança…

Leia mais

JLo à luz de Picasso

É sobejamente conhecida aquela sensação de amor à primeira vista e de que como esta determina o início uma nova era tal como numa epifania ou num achaque religioso evangélico. Subitamente, libertámo-nos de amarras antigas ingressando de rompante num admirável mundo novo (não propriamente o de Aldous Huxley – o neto – que em parábolas assombrosas discorreu sobre a desumanização e subjugação dos seres humanos o que não raramente acontece em amores à primeira vista). Por Brandão de Pinho Senti isso algumas vezes na vida. Em relação a questões íntimas…

Leia mais

Eram escudo e lança forte, as palavras!

1991 foi um ano muito importante para os Angolanos. Vivíamos um tempo de esperança. Acreditámos que era possível mudar, libertarmo-nos da ditadura marxista-leninista, dos populismos castrantes e das perseguições políticas absolutamente gratuitas que vitimaram milhões de inocentes. Queríamos mudança, viver em paz e em democracia. Queríamos ser livres e aspirávamos à prosperidade. A felicidade parecia-nos então tão perto, tão próxima que quase a podíamos ter nas mãos. Por Adriano Parreira Doce ilusão, miragem num deserto de intolerância. Na verdade, nunca estivemos tão longe dos nossos sonhos, que nunca chegariam a…

Leia mais

Tchizé dos Santos pensa,
mas não diz o que pensa

A deputada ‘Tchizé’ dos Santos, filha do anterior chefe de Estado, José Eduardo dos Santos, afirma que a transição no poder não é a que Angola esperava, defendendo que o Presidente da República deve deixar de ser o “único” que pode “brilhar”. Será que ela ainda se lembra de, em plena Assembleia Nacional, alguém do MPLA lhe ter perguntado: “Sabes quantas pessoas foram assassinadas no 27 de Maio de 1977?” Em entrevista à Lusa, em Lisboa, Welwitschea ‘Tchizé’ dos Santos comentava os primeiros meses de liderança de João Lourenço, que…

Leia mais

TAAG. JLo exonerou,
nomeou, exonerou!

O Presidente de Angola aprovou hoje, por decreto, a transformação de companhia aérea angolana TAAG em sociedade anónima, primeiro passo para a provável privatização da empresa, cujo Conselho de Administração foi exonerado. João Lourenço também exonerou o Conselho de Administração da Empresa Nacional de Exploração de Aeroportos e Navegação Aérea (ENANA) e criou, sob dependência do Ministério dos Transportes, uma comissão de gestão encarregada da reestruturação da companhia. João Lourenço decreta a criação da TAAG, SA, “sem quebra de identidade e personalidade jurídica”, em vez da TAAG – Linhas Aéreas…

Leia mais