Comunicado da Administração do Candando

«Após a circulação de notícias nos meios de comunicação, dando conta da intenção do Candando em encerrar parte da sua rede de lojas e proceder ao despedimento de vários dos seus colaboradores, a gerência dos hipermercados Candando, vem por este meio referir: Hipermercados Candando – empresa de distribuição presente no mercado angolano, enfrenta um conjunto de desafios, fruto das dificuldades económicas do país, com impactos directos no negócio. O Candando emprega (directa e indirectamente) cerca de 2000 trabalhadores, tem 3 hipermercados e 3 supermercados em funcionamento e, a actual realidade…

Leia mais

Comunicado dos sobreviventes da tragédia de 27 de Maio de 1977

«Os sobreviventes da sangrenta repressão que se seguiu ao fatídico dia 27 de Maio de 1977, cujas causas estiveram na base de tão cruel massacre, entendem ser urgente esclarecer a opinião pública Nacional e Internacional, o seguinte: A maioria dos sobreviventes do massacre, perfeitamente identificáveis, têm acompanhado com redobrado interesse e atenção as acções que vêm sendo desenvolvidas pelo Executivo angolano, com destaque para o Decreto Presidencial exarado por sua Excelência o Presidente da República, cuja iniciativa aplaudem, atendendo ao facto de terem decorrido cerca de 42 anos desde aquele…

Leia mais

Nova Cimangola desmente confisco

Grupo de Isabel dos Santos comprou acções da Cimangola ao Grupo Teixeira Duarte- Cimpor por 74 milhões de USD. A Cimangola, em comunicado (que transcrevemos na íntegra), informa “os clientes e público em geral que a notícia “Governo confisca Nova Cimangola”, veiculada na comunicação social, é falsa, e que não existe processo algum de confisco da Nova Cimangola”: «As informações divulgadas são incorrectas, desinformam a opinião pública e colocam a empresa no centro das atenções de forma negativa e tendenciosa. Vimos esclarecer: A CIMINVEST, em 2006, comprou as acções da…

Leia mais

A CASA-CE e a Dipanda

«A CASA-CE vem perante Angola e o Mundo saudar de forma efusiva o Quadragésimo Terceiro Aniversário da Independência Nacional, conquistada e proclamada pelos Angolanos a 11 de Novembro de 1975, em toda extensão do território nacional. Neste momento de festa, a CASA-CE felicita aos milhares de angolanos, entre heróis conhecidos e anónimos pela coragem, bravura e sacrifício, consentidos na luta de libertação colonial, doando o melhor de si, com o espírito patriótico e nacionalista, em prol da liberdade dos povos de Angola à desumana condição de escravatura. Entre alegrias e…

Leia mais

Mais do mesmo na defesa de Manuel Vicente

O advogado do vice-presidente da República de Angola e membro do Bureau Político do MPLA, Manuel Vicente, emitiu mais um comunicado, inócuo, não respondendo a nada, salvo o destilar de elucubrações jurídicas, para reagir às últimas informações veiculadas na comunicação social portuguesa. E é aqui que a porca torce o rabo, pois no comunicado (enviado ao Folha 8 e que transcrevemos) o causídico omite o nome do órgão de informação, no caso a SIC, ao que parece, banida das siglas reconhecidas pelo regime angolano e seus assalariados. Recorde-se que a…

Leia mais

Assassinato de menino de 14 anos verga as FAA

O Estado Maior General das Forças Armadas Angolanas viu-se comprometido após o assassinato de uma criança de 14 anos de idade no Zango II por soldados da Região Militar de Luanda, sob o comando do tenente general Simão Carlitos Wala. Por Pedrowski Teca Uma onda de descontentamento de cidadãos angolanos (com estrondosa multiplicação internacional) de vários estratos sociais, que exigem justiça sobre o assassinato, obrigou a instância máxima das Forças Armadas a tomar posição quanto às ocorrências que designou como “circunstâncias trágicas”. “Sendo que as Forças Armadas Angolanas têm como…

Leia mais

Nuno Dala é paradigma da violação dos direitos humanos

O Bloco Democrático exige a devolução imediata dos bens de Nuno Dala e que recebe imediatamente a assistência médica adequada. “O Executivo Angolano em funções, tem responsabilidades nacionais e internacionais no que diz respeito a vida da pessoa. A Constituição da Nação é muito directa na defesa dos direitos humanos. O Estado Angolano aceitou fazer parte de várias responsabilidades de direitos humanos a nível internacional. O que está a acontecer com Nuno Dala é a mais flagrante violação dos direitos humanos e uma autêntica fuga à justiça, fuga à lei.…

Leia mais

FLEC revela combates em Cabinda

O comandante “Sem Medo”, Chefe Operacional da FLEC/FAC em Cabinda, assina um “Comunicado de Guerra” da organização, datado de hoje e enviado à nossa redacção, e que se divulga íntegra: “I ntensos combates entre as Forças Armadas Cabindesas (FAC) e as forças armadas angolanas (FAA) 29-02-2016 – 4 soldados angolanos foram mortos quando uma patrulha das Forças Armadas Angolanas (FAA) chocou com um grupo de combatentes das Forças Armadas Cabindesas na área de Micuma, nas matas na região de Buco-Zau. No mesmo ataque os combatentes das FAC recuperaram treze armas…

Leia mais

FLEC/FAC “retoma via militar”

A direcção politico-militar da FLEC/FAC considera que o “resultado do silencio de Angola a todos os convites para o estabelecimento de um diálogo alargado com todas as forças vivas cabindesas com vista à negociação de um acordo para a paz para Cabinda”, revela a posição do regime do MPLA. “Assim, perante o silencio da Comunidade Internacional e muito particularmente de Portugal, França, Reino Unido, Estados Unidos da América, bem como da Organização das Nações Unidas, União Europeia e União Africana, cumprindo a missão conferida pelo povo cabindês a FLEC/FAC é…

Leia mais

Que vergonha! Igreja Católica rendeu-se à mentira do regime

A hierarquia da Igreja Católica angolana, subserviente como (quase) sempre, desmentiu a invasão do templo de São Domingos, em Luanda, pela Polícia Nacional do regime, quando decorria uma celebração no dia em que estava anunciada uma vigília em solidariedade aos 15 jovens activistas detidos. Rendeu-se à mentira. Uma vergonha. Por Orlando Castro A posição consta de uma nota de esclarecimento/bajulação da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, também conhecida por igreja de São Domingos, assinada pelo seu pároco, Filipe Tula Daniel Quiviangui, e que resulta – de acordo com diversas fontes…

Leia mais