Covid há um ano, MPLA há 45

As restrições de mobilidade impostas pelas autoridades, devido à Covid-19, que duram há um ano, e as “más políticas económicas” – que duram há 45 anos – são apontadas por vendedores e clientes dos mercados de Luanda como as principais razões da “subida vertiginosa” dos produtos da cesta básica, no último ano. Vendedores e consumidores afirmam que, em um ano de pandemia, os preços dos principais produtos de consumo, sobretudo os da cesta básica, dispararam mais de 100%, “rogam” pelo fim da pandemia e manifestam nostalgia do tempo pré-Covid-19. No…

Leia mais

Vacinação dos educadores de infância

O processo de vacinação contra a Covid-19 de cerca de 10.000 educadores de infância arrancou hoje, em Luanda, seguindo-se ainda esta semana os tripulantes, assistentes de bordo e pilotos, informou a ministra da Saúde angolana. Sílvia Lutucuta referiu, em declarações à imprensa, que começaram a ser vacinados educadores e outros profissionais ligados ao pré-escolar e todo o efectivo ligados às creches. “A previsão é vacinarmos cerca de 10.000 profissionais deste segmento”, disse a ministra, salientando que “outra classe muito importante, que são os tripulantes, assistentes de bordo, pilotos”, começam a…

Leia mais

O teté do ministro Téte

O chefe da diplomacia angolana, Téte António, diz que as restrições adoptadas pelo Governo devido à Covid-19 afectaram o exercício dos direitos civis e políticos, obrigando Angola a tomar diferentes iniciativas para a sua garantia. Terá sido o caso de Cafunfo, da prisão de jovens activistas, do assassinato (entre outros) do médico Sílvio Dala? Téte António discursava, a partir de Luanda, na 46ª sessão do Conselho dos Direitos Humanos, que se realizou um ano após o início da pandemia de Covid-19, como destacou na sua intervenção. O ministro das Relações…

Leia mais

6,4 milhões de angolanos vacinados até Junho

O plano angolano de vacinação contra a Covid-19 vai custar 217 milhões de euros, abrangendo 20% da população na primeira fase, incluindo profissionais de saúde, forças de segurança e pessoas com mais de 40 anos e comorbilidades de risco. Segundo uma versão preliminar do plano, actualizado em 15 de Janeiro de 2021, o objectivo é vacinar 52% da população contra a Covid-19 em duas etapas, com duas doses. Numa primeira fase, a implementar no primeiro semestre de 2021, serão abrangidos 6,4 milhões de habitantes com 40 e mais anos e…

Leia mais

E se fossem gozar com o…?

Em Portugal, o total de mortos por Covid-19 desde o início da pandemia já é maior que o da Guerra Colonial que durou 13 anos. Está a morrer uma pessoa a cada cinco minutos. Com a devida vénia, transcrevemos o artigo «Miranda do Corvo. Hospital “recusado” pelo SNS transformado em cenário para publicidade», publicado pelo jornal português Expresso em 19 de Outubro pela Jornalista Isabel Paulo. «Multinacional francesa vai gravar esta semana, no Hospital Compaixão, um filme de tributo aos profissionais de saúde da linha da frente no combate à…

Leia mais

Três pandemias ameaçam Angola

A Organização Não-Governamental (ONG) “Amigos de Angola” considera que o Orçamento Geral do Estado para o país este ano é negativo porque vai manter a pobreza, o desemprego e as desigualdades no território angolano. Para quem tem já 20 milhões de pobres (para uma população de cerca de 30 milhões), ter mais uns tantos não fará grande diferença, explicará com certeza o partido que governa o país há 45 anos, o MPLA. “A proposta de Orçamento para 2021 espelha um orçamento de continuidade que contribuirá para a perpetuação da pobreza…

Leia mais

A conteMPLAtiva travessia do deserto

O Departamento das Nações Unidas para Assuntos Económicos e Sociais (UNDESA) alertou hoje para as consequências negativas da pandemia em África, salientando que os impactos serão duradouros e revertem o desenvolvimento conseguido nas últimas décadas. “O continente africano tem passado por uma crise económica sem precedentes com grandes impactos adversos no desenvolvimento a longo prazo do continente”, lê-se no relatório hoje divulgado em Nova Iorque sobre a Situação Económica e Perspectivas Mundiais, que estima que no ano passado o crescimento económico tenha regredido 3,4% e que este ano deverá avançar…

Leia mais

Desde que o Governo faça o que não tem feito… governar

O analista da consultora NKC African Economics que segue a economia de Angola considera que uma queda dos preços do petróleo ou uma falha nas receitas não petrolíferas pode obrigar o país a reestruturar a dívida. Ou seja, é mais uma oportunidade para o Governo mostrar o que tem mostrado nos últimos 45 anos: Não sabe o que é governar. “Angola continua com risco elevado de ter uma dívida problemática, uma situação em que um país tem dificuldades em servir a dívida e necessita, ou está à beira de requerer,…

Leia mais

Filhos, enteados e outros

No dia 20 de Março de 2020 o Folha 8 colocou à Direcção Geral da Saúde (de Portugal) e à Ordem dos Médicos (de Portugal), questões relacionadas com a pandemia da Covid-19. Procurávamos informações que pudessem ser úteis, entre outros, aos angolanos, tanto residentes em Portugal como para nosso “uso” interno. A única “resposta” recebida foi-nos enviada pela Ordem dos Médicos que, três dias depois, acusava a recepção, prometendo que “brevemente voltaremos ao contacto”. Até hoje. Compreendemos que, também neste caso, há filhos, enteados e outros, provavelmente analisados em função…

Leia mais

Europa abre cordões à bolsa

O Banco Europeu de Investimento vai conceder um empréstimo de 50 milhões de euros ao Ministério da Saúde angolano para o combate à Covid-19, anunciou hoje a embaixadora da União Europeia (UE) em Angola, Jeannette Seppen. Segundo a diplomata europeia, que falava hoje durante a cerimónia de doação de material de biossegurança e de testes de Covid-19 ao Governo angolano, o referido empréstimo será combinado com uma doação de cinco milhões de euros para assistência técnica. No âmbito da pesquisa em nutrição, incluído o impacto da crise da Covid-19, Jeannette…

Leia mais