Quo vadis, Cabinda?

Celebrando 57 anos da sua criação, a FLEC-FAC reitera o seu compromisso na luta pela dignidade do povo de Cabinda e no direito à autodeterminação, como via para a independência, diz um comunicado da organização assinado por Jacinto António Telica, “secretário-geral da FLEC-FAC”. Alexandre Tati Builo, “presidente da FLEC-FAC e chefe supremo das FAC”, assina um outro comunicado. Eis, na íntegra, o comunicado do “presidente da FLEC-FAC. «N esta data que assinala o 57° aniversário da fundação da FLEC (Frente de Libertação do Enclave de Cabinda) criada em Congresso reunido…

Leia mais

Todos a monte e muita fé

Os mercados públicos, formais e informais, angolanos, devem comercializar apenas bens alimentares, produtos naturais e de higiene durante o estado de emergência, vigente em Angola desde a madrugada de hoje com vista a conter a propagação da Covid-19. Enquanto isso, o Governo angolano aprovou o início do processo de revisão do Orçamento Geral do Estado (OGE) 2020, devido à queda do preço do barril de petróleo. Segundo o decreto presidencial n.º 82/20, de 26 de Março, que define as medidas concretas de excepção em vigor durante os 15 dias do…

Leia mais

Um general, claro!

Enquanto a ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, confirmou o terceiro caso positivo de Covid-19, o Presidente de Angola designou, como Folha 8 já noticiou, o general Pedro Sebastião para coordenar a comissão intersectorial de luta contra o novo coronavírus, Covid-19, e melhorar as condições de acolhimento no centro de quarentena de Calumbo, onde se verificaram “constrangimentos”. A coordenação adjunta será assegurada pela ministra de Estado para a Área Social, Carolina Cerqueira. A nota da Casa Civil do Presidente João Lourenço menciona a necessidade de garantir acolhimento e acomodação adequados “perante…

Leia mais

Quando o mal tem estatuto supera a razão

A política angolana anda de pantanas e os políticos de pantufas, para graça dos actores principais e desgraça da maioria dos autóctones que, cada vez menos impávidos e cada vez mais revoltados, assistem a um drama que os envolve e os ameaça comer… vivos. Falta a essa tribo, principalmente à que está no poder, noção (por mínima que seja) sobre o que é humildade de servir os cidadãos eleitores e a vaidade umbilical de se servirem do cargo que temporariamente ocupam. Por William Tonet O Folha 8 face ao interesse…

Leia mais

Vai para a tua Terra!!!

A propósito do que se passou no Bairro Jamaica na madrugada de Sábado para Domingo à saída de um discoteca onde alegadamente se ingeriram drogas e álcool depois de uma zanga entre duas meninas, uma de ascendência cabo-verdiana outra angolana e a propósito da actuação da PSP depois de solicitada por uma das partes, pergunto: – Vale a pena tanto tempo de antena? Por Brandão de Pinho Nas circunstancia que referi o estranho seria não haver nenhuma confusão. Álcool, noitadas, mulheres ainda para mais conhecida a rivalidade entre as duas…

Leia mais

Acordes da recessão regressam ao semba

O banco Standard reviu em baixa a previsão de crescimento para Angola, antecipando agora uma recessão de 0,9% este ano, que compara com a previsão anterior de expansão económica de 1,2%. Embora as previsões sejam tão precisas quanto os tiros de um canhangulo, importa reter que já não falam só em variações de crescimento. A recessão voltou ao léxico. “O baixo desempenho do sector do petróleo continua a ser um problema para a economia, com a produção petrolífera em baixa, investimento abaixo do potencial e condições de operação desafiantes, apesar…

Leia mais

“Merdáceo” jurídico
na máxima expressão

A política jurídica está um caos. A partidarização, seu berço identitário de vinculação, já não disfarça as amarras ideológicas. A dependência funcional ao Chefe de Estado/presidente do MPLA verga, para tristeza do colectivo, o juízo dos juízes e demais agentes judiciais, na hora em que a imparcialidade, isenção e escravidão ao espírito da lei deve imperar. Por William Tonet É o “merdáceo” jurídico na máxima expressão, qual alavanca de um poder político que, textualizando democracia, na Constituição da República, abraça, na prática diária, o absolutismo, o despotismo, a discriminação e…

Leia mais

MPLA “comprou” a CASA-CE?

Aproximam-se as eleições previstas para Agosto de 2017 e, como é normal em momentos de pré-campanha, os Partidos Políticos afinam as suas estratégias para convencerem o eleitorado e conquistarem o seu voto. O MPLA, na vã tentativa de ganhar as eleições a todo custo, mesmo com erros de governação, abusos de poder, violações sistemáticas e escandalosas dos direitos humanos e a corrupção galopante de que não consegue desenraizar-se, está desesperadamente empenhado em engendrar estratagemas com o propósito de viciar o processo, tal como foi o pacote legislativo eleitoral e, particularmente,…

Leia mais

Assassinato de menino de 14 anos verga as FAA

O Estado Maior General das Forças Armadas Angolanas viu-se comprometido após o assassinato de uma criança de 14 anos de idade no Zango II por soldados da Região Militar de Luanda, sob o comando do tenente general Simão Carlitos Wala. Por Pedrowski Teca Uma onda de descontentamento de cidadãos angolanos (com estrondosa multiplicação internacional) de vários estratos sociais, que exigem justiça sobre o assassinato, obrigou a instância máxima das Forças Armadas a tomar posição quanto às ocorrências que designou como “circunstâncias trágicas”. “Sendo que as Forças Armadas Angolanas têm como…

Leia mais

Maka na greve dos taxistas

Mais de uma dezena de possas foram detidas hoje pela Polícia Nacional na sequência de uma greve de taxistas iniciada durante a manhã, em Luanda, e que resultou em agressões e destruição de viaturas. O porta-voz do comando provincial de Luanda da Polícia, inspector-chefe Mateus Rodrigues, disse que a greve visava apresentar junto do Governo Provincial de Luanda algumas reclamações dos taxistas – transporte público informais -, como a falta de paragens e necessidade de subida das tarifas, devido aos vários aumentos dos combustíveis do último ano. Segundo Mateus Rodrigues,…

Leia mais