DIREITO DE RESPOSTA DE JEAN CLAUDE NZITA (FLEC)

A propósito do artigo de opinião do nosso director-adjunto, Orlando Castro, «FLEC-FAC FINGE QUE NÃO APOIA O MPLA», publicado na secção Mukandas no dia 24 de Maio de 2022, recebemos de Jean Claude Nzita, porta-voz da FLEC, o direito de resposta que publicamos na íntegra e “ipsis verbis”. Também publicamos a nossa resposta. «Com estupefacção e incredulidade a Direcção Politica da FLEC é forçada a reagir aos insultos sucessivos do jornal Folha 8 que tenta pôr em causa a dignidade e honra da FLEC através de métodos propagandísticos, característicos de…

Leia mais

DE CABINDA AO CUNENE, MPLA SOMA ÊXITOS…

Depois de se tornar público que o Adalberto da Costa Júnior iria dirigir um comício em Cabinda, no campo do Chiweca, várias instituições de ensino foram notificadas pelo potência colonialista ocupante, Angola/MPLA, a realizar urgentemente uma excursão (convívio de alunos, professores e pessoal administrativo) para saudar o encerramento do ano lectivo. Não. Não é uma notícia do tempo colonial. É bem pior. A diferença de Cabinda em relação a Timor-Leste “é o petróleo”. Isto é: “Ambos temos petróleo, mas o nosso já foi distribuído pelos grandes”. “Diante de Deus, de…

Leia mais

À FALTA DE ACÇÃO, A FLEC “COMUNICA”

A FLEC-FAC, uma das organização independentista de Cabinda, denunciou em comunicado a morte de três menores naturais do território na noite de sexta-feira para hoje em consequência de um ataque que diz ter sido coordenado pelo exército angolano e milícias. No comunicado, assinado pelo secretário-geral da Frente de Libertação do Estado de Cabinda (FLEC), Jacinto António Télica, acrescenta-se que os atacantes “violaram sete mulheres na aldeia de Mpata, que dista 15 quilómetros do campo de refugiados de Cabinda de Sekesele, na República Democrática do Congo (RDCongo), no Kongo-Central”. “Os soldados…

Leia mais

NÃO APROVEITAR A PROPOSTA DA UNITA É UM ERRO MONUMENTAL

A rejeição sistemática da proposta do Presidente da UNITA de tornar Cabinda uma região autónoma no sentido do termo, e próximo do modelo das ilhas da Madeira e dos Açores em Portugal, é um assunto político que a maioria dos líderes políticos Cabindenses rejeitaram como um todo, especialmente do lado da FLEC-FAC, que na minha opinião, é um erro político monumental do qual eles não percebem a nem a grandeza nem a qualidade de desafios, nem a visão de grandes questões políticas, às quais devemos aderir para uma discussão permanente,…

Leia mais

FLEC-FAC FINGE QUE NÃO APOIA O MPLA

Em comunicado hoje divulgado, Jean Claude Nzita, porta-voz de uma das várias FLEC-FAC, manifesta um claro apoio ao MPLA no caso de Cabinda. Em período eleitoral, o ataque ao líder da UNITA, Adalberto da Costa Júnior, revela que esta FLEC está mais interessada na lagosta do exílio dourado do que no pirão de quem sobrevive na colónia do MPLA. Por Orlando Castro “A direcção política da FLEC-FAC lamenta o posicionamento irrealista do líder político angolano Adalberto da Costa Júnior quando no seu anúncio disse que poderia conceder uma autonomia a…

Leia mais

MPLA ARRASA CABINDAS E PORTUGAL SUBSCREVE

A polícia angolana do MPLA, cumprindo ordens superiores, impediu a realização de uma conferência sobre a paz no território (ocupado por Angola em 1975) que deveria decorrer num hotel de Cabinda, alegando – como sempre – incumprimento das formalidades legais pelas entidades organizadoras do evento. A conferência de reflexão sobre a paz em Cabinda, organizada pelas organizações Omunga e Associação para Desenvolvimento da Cultura dos Direitos Humanos (ADCDH) tinha como convidados o pastor Ntoni a Nzinga, o padre Celestino Epalanga, o advogado e activista Arão Tempo e o político e…

Leia mais

PORTUGAL MANTÉM, COBARDEMENTE, CABINDA DEBAIXO DO TAPETE

Praticamente desde que aterrou em Díli que fotos e vídeos do Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, inundaram as redes sociais com milhares de comentários, entre os quais se destacam as comparações com o líder histórico timorense, Xanana Gusmão. É o espectáculo habitual. Dois pesos e duas medidas “made in Portugal”. Cabinda continua debaixo do tapete putrefacto dos areópagos portugueses. “É o avô Nana de Portugal”, pode ler-se em vários comentários aos vídeos e fotos de Marcelo Rebelo de Sousa nos contactos com a população, e que levaram a que…

Leia mais

CABINDAS SÓ QUEREM SER QUEM SÃO

A Frente para a Libertação do Estado de Cabinda instou hoje o Presidente da República do Congo e a comunidade internacional a organizarem um referendo de autodeterminação naquela alegada província angolana e pediu ao Papa para persuadir Luanda a aceitá-lo. A Frente para a Libertação do Estado de Cabinda – Forças Armadas de Cabinda (FLEC-FAC) “exorta o Presidente Denis Sassou-Nguesso, a União Africana (UA), a União Europeia (UE) e a ONU a organizarem um referendo de autodeterminação livre e justo em Cabinda”, escreve o porta-voz do movimento, Jean Claude Nzita,…

Leia mais

PARA O MPLA, OS CABINDAS SÃO ESCRAVOS

O activista dos direitos humanos Arão Bula Tempo considera que Cabinda (a colónia do MPLA e a que o MPLA chama província de Angola) é gerida por serviços de informação, polícia e forças armadas e lamenta que os cidadãos não possam expressar as suas opiniões e reivindicar os seus direitos. E isto acontece, diga-se, por que os cabindas – não sendo pessoas – não têm direitos. O advogado e activista dos direitos humanos, que é Presidente do Movimento de Reunificação do Povo de Cabinda para a sua Soberania – MRPCS,…

Leia mais

CACAU (EM CABINDA) EM ANO ELEITORAL

A Mota-Engil está a apostar na agricultura em Angola, desenvolvendo um projecto sustentável de produção de cacau em Cabinda, com o qual ambiciona levar aquela região aos lugares cimeiros da rota mundial do cacau. João Magalhães, o responsável do projecto desenvolvido pela Mamaland, fala com entusiasmo desta “semente” que está a ser plantada em Cabinda, enquanto atravessa o que será o futuro campo clonal e as fazendas que irão receber o cacau num total de seis mil hectares. E explica como a Mamaland, conceito que a Mota-Engil desenvolveu e que…

Leia mais