Covid-19 não mata? Matam
os polícias ou os militares

Um adolescente, mais um, foi morto por um soldado das Forças Armadas Angolanas (FAA), por alegadamente se insurgir contra o uso de máscara. E, como se sabe, no âmbito do estado de emergência e de acordo com a superior interpretação de quem faz da razão da força a única lei aceitável, ninguém se pode insurgir, questionar ou beliscar as autoridades. Segundo um comunicado da delegação provincial do Ministério do Interior (Minint) da Lunda Norte, o homicídio ocorreu no bairro Domingos Vaz, na comuna do Iongo, município de Xá-Muteba. Um rapaz…

Leia mais

Estado de… “imergência”

A Assembleia Nacional de Angola vai amanhã fingir que aprecia um pedido do Presidente da República, João Lourenço, sobre a possibilidade de renovação do estado de emergência. Como se sabe, o MPLA é dono e senhor (também) do Parlamento e o Presidente do partido é quem “pede” autorização, ou seja, João Lourenço. Entretanto, o Ministério do Interior está a investigar um caso de agressão a três agentes da Polícia de Intervenção Rápida (PIR) na Lunda Norte. Segundo uma nota do gabinete de comunicação e imagem do Parlamento do MPLA este…

Leia mais

Fiscais ou ladrões,
ou os dois em um?

Se quem rouba uma galinha para alimentar os filhos é ladrão, que nome devemos dar a agentes da autoridade que, por força da farda e das armas, roubam quem tenta, perante a fantasmagórica crise do país, ganhar a vida sem recurso à criminalidade, à violência, à prostituição? Regular e recorrentemente o Folha 8 tem denunciado, e continuará a fazê-lo, os excessos dos fiscais e agentes policiais, iguais ou piores dos delinquentes primários, contra as heróicas mulheres angolanas, vendedores ambulantes e zungueiras. O que esses fiscais e agentes policiais fazem é…

Leia mais

(Eu)génio para toda a obra!

O ministro do Interior angolano, Eugénio César Laborinho, defendeu hoje a valorização dos licenciados em ciências criminais como forma de reforçar a capacidade de segurança pública e a estabilidade social. Mais uma descoberta digna de registo. Cada cavadela, cada minhoca. O governante, que falava na abertura oficial do primeiro curso de mestrado em Segurança Pública, no Instituto Superior de Ciências Policiais e Criminais (ISCPC) em Luanda, pediu aos 290 recém-licenciados a “aplicação de toda inteligência, conhecimento e experiência” nas acções quotidianas, para que “se eleve a capacidade de resposta às…

Leia mais

“Mais medo dos polícias do que dos ladrões”

O escritor angolano José Eduardo Agualusa assumiu hoje ter “mais medo dos polícias [angolanos] do que dos ladrões”, frase que considerou “sintomática” e que reflecte o passado e ainda o presente em Angola. E como a esperança é a última a chegar ao fim da picada, esperemos que o futuro (mais ou menos longínquo) dê aos nossos netos outra realidade. José Eduardo Agualusa falava momentos após ter apresentado em Luanda, pela segunda vez em menos de quatro dias, o livro “A Sociedade dos Sonhadores Involuntários”, lançado em Portugal em Maio…

Leia mais

Roubar, violar, matar…

O cidadão quando ouve falar de fiscal, em Luanda, associa (por longa e dolorosa experiência) sem pestanejar a actividade deste agente público, à de um reles bandido ou delinquente comum, com a diferença do primeiro portar um colete, com insígnias Fiscalização, cartão de identificação e andar numa carrinha oficial. Era assim em 2017, é assim em 2019. Tirando estes elementos de identificação do Estado, a prática quotidiana é de autênticos bandoleiros que actuam num não-Estado, como se fizessem parte de uma ampla organização mafiosa de malandros da ladroagem pública e…

Leia mais

Pintar riscas num burro
não faz dele uma zebra!

O Ministério do Interior de Angola está preocupado com a “violação grosseira” de princípios fundamentais dos cidadãos por alguns polícias, durante a sua actuação, nomeadamente a presunção de inocência. Por outras palavras, ao fim de 43 anos no Poder, o MPLA parece ter descoberto agora que – nos Estados de Direito – até prova em contrário todos são inocentes, até mesmo aqueles que não são do… MPLA. A posição foi expressa pelo director de Comunicação Institucional e Imprensa do Ministério do Interior, subcomissário Waldemar José, que dirigiu hoje um seminário…

Leia mais

É preciso resgatar (pôr fim)
esta “Operação Resgate”

Pelo menos 17 elementos entre efectivos da polícia e agentes da fiscalização de Angola foram detidos e encaminhados a tribunal por “tentativa de extorsão, conduta indecorosa e descaminho de bens” no âmbito da “Operação Resgate”, foi hoje anunciado, em Luanda. Marimbondos proliferam e, ao que parece não há dinheiro para comprar… insecticidas. Por Orlando Castro (*) Numa conferência de imprensa destinada a fazer um balanço daquela operação, que decorre há mais de um mês em todo o país, o porta-voz da Polícia Nacional, comissário Orlando Bernardo, indicou que os casos…

Leia mais

“Resgate” para melhorar a acção das FAA e da Polícia

No âmbito de uma espécie de “Operação Resgate” (repor a autoridade do Estado/MPLA no país), o Presidente de Angola, João Lourenço, remodelou as estruturas intermédias das Forças Armadas e da Polícia Nacional, com a exoneração de nove generais e almirantes e cinco comissários, indica uma nota oficial. Num comunicado de imprensa, a Casa Civil do Presidente da República indica que foram exonerados os seguintes oficiais generais: General Maurício Amado Nzulu, do cargo de Vice-Chefe do Estado Maior General das Forças Armadas para Área Social; General Altino Carlos José dos Santos,…

Leia mais

Um ministro que vale,
pelo menos, por 15+2!

Os efectivos do Ministério do Interior são chamados a dar um combate cerrado à criminalidade, mormente à violenta, organizada, transfronteiriça e internacional, afirmou o titular da pasta, Ângelo Veiga Tavares. E afirmou muito bem. Repetiu agora a sua tese relativa aos 15+2 jovens activistas que colocou na cadeia. Recordam-se? O ministro apontou igualmente o combate à corrupção, o branqueamento de capitais, o cibercrime e todos os actos lesivos da ordem e tranquilidade públicas, dando as mais firmes respostas que em cada momento se mostrarem mais ajustadas e consentâneas com a…

Leia mais