Milhões de euros para combater a caça furtiva que é mantida por… generais

O Governo angolano apresentou hoje um projecto sobre o combate à caça furtiva, com orçamento inicial de mais de 4,1 milhões de dólares (3, 4 milhões de euros), visando travar o “preocupante fenómeno que persiste” no país. A prática da caça furtiva em Angola conta com “certa protecção especial dos órgãos que garantem a ordem e segurança pública” e é promovida por “comandantes provinciais, segundos comandantes, oficiais e generais”. O “Projecto sobre o Combate ao Comércio Ilegal da Vida Selvagem e ao Conflito entre o Homem e o Animal em…

Leia mais

Recorde de Estrelas Michelin para chefs do MPLA com pratos de caranguejo

A Procuradoria-Geral da República (PGR) deteve mais cinco implicados na Operação Caranguejo, que envolve militares de alta patente ligados à Casa de Segurança do Presidente da República, João Lourenço, e por ele escolhidos, entre os quais o elo mais fraco, eventual testa-de-ferro, o major Pedro Lussaty. Há quem diga que tudo não passa da edição angolana do “Hell’s Kitchen”, exclusivamente vocacionada para os mariscos… Os cinco suspeitos foram submetidos a interrogatório na Direcção Nacional de Investigação e Acção Penal (DNIAP), tendo-lhes sido aplicada como medida de coacção a prisão preventiva,…

Leia mais

Problema não são os “Lussaty”, mas a idolatria da ditadura

O regime já não tem voltas a dar. Corroeu, gangrenou e a sobrevivência só é possível, com o recurso ao bico das baionetas, das balas assassinas e das bombas dos canhões, que também tem os dias contados, pois os “disparadores”, tratados como carne para canhão e muitos pós desmobilização, têm como reforma, vegetar nos contentores de lixo, para sobreviver, começam a ganhar consciência de serem usados como meros assassinos, para defender um regime e casta, que não lhes tem respeito e consideração, pois usam-nos apenas em proveito umbilical, para continuarem…

Leia mais

O melhor mesmo é premiar os gatunos

O grupo parlamentar da UNITA, o maior partido da oposição que o MPLA ainda permite que exista em Angola, exigiu hoje a demissão do governador do Banco Nacional de Angola (BNA), devido ao escândalo financeiro que envolve oficiais da Casa de Segurança do Presidente da República, João Lourenço. Em conferência de imprensa, o partido exige também a demissão da responsável da Unidade de Informação Financeira, bem como a formação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito ao banco central angolano e ao Ministério das Finanças, para se determinar a extensão das…

Leia mais

Choça com (todos) eles!

O Banco Nacional de Angola (BNA) confirmou que o dinheiro encontrado na posse de um oficial das Forças Armadas Angolanas, e que pertencia à Casa de Segurança do Presidente João Lourenço, saiu de um banco comercial, sem revelar a identidade do banco. Por outras palavras, o BNA revelou que o país é uma espécie de casa da mãe-joana onde vale (quase) tudo. O escândalo multimilionário envolvendo valores em dólares e em euros voltou a abalar os angolanos (20 milhões dos quais passam fome às segundas, quartas e sextas, às terças,…

Leia mais

Caranguejo(la) “made in” MPLA

No âmbito da “Operação Caranguejo”, o Serviço de Investigação Criminal (SIC) deteve o major Pedro Lussaty, oficial das Forças Armadas Angolanas (FAA), afecto à Casa de Segurança do Presidente da República, João Lourenço, e descobriu que o militar é dono de 45 imóveis, dos quais uma penthouse no Talatona, cinco apartamentos em Lisboa, um apartamento na Namíbia; dois iates de luxo, dezanove malas abarrotadas de dólares, euros e kwanzas, duas dezenas de relógios de luxo revestidos de diamantes e ouro rosa e quinze viaturas topo de gama e comprovativos de…

Leia mais

Nota 20 em educação patriótica

O secretário itinerante do comité provincial do MPLA em Luanda, general Bento dos Santos Kangamba, considerou, em Luanda, que a revisão constitucional (que ele não sabe o que é) proposta pelo Presidente da República, João Lourenço, visa corresponder ao ritmo de desenvolvimento do país. Bento Kangamba falava à imprensa, à margem da VI reunião metodológica nacional sobre a organização do trabalho do partido. Na ocasião, o general considerou oportuna a proposta de revisão da Constituição, justificando que a medida vem demonstrar que o Presidente da República “está a dar conta…

Leia mais

General juiz ou juiz general?

A Associação de Juízes de Angola (AJA) considera que a relação nominal de magistrados judiciais para frequentar uma formação em Portugal, elaborada pelo presidente do Conselho Superior da Magistratura Judicial (CSMJ) angolana, “é ilegal”, admitindo impugnar o acto. Relembramos o dia 28 de Agosto quando Joel Leonardo anulou uma decisão judicial, nas vestes de “guilhotineiro jurídico” da Constituição e da Lei… A decisão é contestada numa carta enviada ao plenário do CSMJ com a epígrafe “Reclamação do acto do presidente do CSMJ que indica magistrados judiciais para a frequência de…

Leia mais

Generais (não) sabem gerir (um país)

As exportações de petróleo de Angola caíram 48% em Maio face ao valor de Abril, para 225 mil milhões de kwanzas, de acordo com os dados do Ministério das Finanças citados pelas agências de notícias internacionais. A pandemia da Covid-19 “só” veio demonstrar que o rei vai nu e que os generais não estão propriamente vocacionados para gerir um país. O valor das exportações de petróleo passou de 432,5 mil milhões de kwanzas (644 milhões de euros), em Abril, para 225,3 mil milhões de kwanzas (338 milhões de euros) em…

Leia mais

Generais políticos,
políticos generais

O Procurador-Geral da Republica de Angola, general Hélder Pitta Grós, disse esta quinta-feira à chegada a Lisboa que ia a Portugal pedir ajuda sobre “muita coisa”. Não esclareceu, nem era preciso, se isso incluía o caso Isabel dos Santos. Também hoje se ficou a saber que, segundo a Transparência Internacional, não se registaram melhorias no combate à corrupção no sector público em Portugal. “V im pedir ajuda de muita coisa”, disse Hélder Pitta Grós, quando questionado sobre se veio solicitar a colaboração das autoridades portuguesas na reunião que terá com…

Leia mais