Matumbos, mas não tanto!

Dois polícias, incluindo um inspector-chefe, envolvidos no massacre de 30 de Janeiro em Cafunfo, foram demitidos devido a “infracções disciplinares graves”, nomeadamente ofensas corporais e profanação de cadáver, segundo um despacho do Comandante-Geral da Polícia Nacional (do MPLA), Paulo de Almeida. Segundo a nota, assinada por Paulo de Almeida, o inspector-chefe Eduardo Tomé e o agente Jonilto Txijica incorreram em “actos de ofensas corporais contra detidos e profanação de cadáver, quando da invasão da esquadra policial de Cafunfo”, a 30 de Janeiro. Nesse dia, segundo a Polícia cerca de 300…

Leia mais

Quem banca… sempre MPLA

Uma gerente do Banco Fomento Angola (BFA) disse que depositou 250 mil dólares em notas na conta do antigo chefe de gabinete do ex-PR de Angola José Eduardo dos Santos a mando da administradora do banco Manuela Moreira. Verdade? Mentira? A síntese é simples, anteontem, ontem e hoje é o MPLA a provar que, desde 1975, Angola não é um país mas apenas um reino muito mal frequentado. A revelação é feita pela gerente do Centro de Investimento (CI) Sede, Antónia Carvalho, em resposta à investigação do departamento de auditoria…

Leia mais

No tempo em que o Ernesto Lara Filho era do… Povo

No tempo do Ernesto o marimbondo era mais modesto. Se queria viajar era obrigado a voar. Hoje em dia é diferente, o marimbondo é ministro da comunicação social, governador, deputado, presidente… Agora nada é semelhante, o marimbondo não tem precisão de bater as asas para voar. Apesar de dizer que o país está na ruína, o marimbondo aluga um luxuoso avião, com dinheiro emprestado pela China, e vai, muito bem engravatado, ao estrangeiro pedir dinheiro para apontar no livro do fiado. No tempo do Ernesto o marimbondo era mais modesto…

Leia mais