Afro-sipaio só é forte
com os seus escravos

O chefe de Estado angolano, igualmente Presidente do MPLA e Titular do Poder Executivo, reafirmou o interesse de manter a cooperação com a Rússia, em vários domínios, para impulsionar o desenvolvimento de Angola e aprofundar as conquistas russas. A posição de João Lourenço foi expressa numa mensagem de felicitações ao seu homólogo russo, Vladimir Putin, por ocasião do Dia da Rússia, assinalado hoje. O Presidente angolano sublinhou que no ano em que se comemoram os 75 anos da Vitória na Grande Guerra Patriótica de 1941-1945, esta data, que relembra “a…

Leia mais

Sim, senhor general!

A Procuradora-Geral da República (PGR) portuguesa, Lucília Gago, manifestou hoje a disponibilidade e empenho da instituição que dirige em promover a aproximação e estreitamento da cooperação com a congénere angolana. Basta ter o mesmo nome (PGR) para ser congénere? No resto, qualquer semelhança é mera coincidência. Desde logo porque a nossa é uma sucursal do partido que está no Poder, no caso o MPLA desde 1975. Em declarações à imprensa, Lucília Gago, que se encontra em Luanda a participar nas celebrações do 40º aniversário da Procuradoria-Geral da República de Angola,…

Leia mais

Com molho de dendém até
sabe bem engolir… sapos!

A ministra da Justiça portuguesa, Francisca Van Dunem, considerou hoje, em Luanda, que a visita de trabalho (subserviência será sinónimo de “trabalho”?) de três dias a Angola “excedeu” as melhores expectativas, pois trouxe resultados concretos na cooperação e aprofundou as relações políticas. O Departamento de Informação e Propaganda do MPLA não diria melhor. “E xcedeu as minhas expectativas. Tinha boas expectativas relativamente a esta visita, mas devo dizer que saio daqui reconfortada, sobretudo com a ideia de que a visita excedeu tudo aquilo que pudesse pensar, não só em termos…

Leia mais

A transigência como característica política

Como todos os povos, o angolano tem também as suas características que o fazem distinguir-se perante os outros, moldadas ao longo do tempo por diversos factores. As características podem ser positivas ou negativas, e em muitos casos a avaliação qualitativa é subjectiva. Por Sedrick de Carvalho Dentre as características positivas do angolano, algumas são referidas até em termos jocosos, como ser chamado de “um povo especial” pelo outrora presidente da República perante a sua capacidade de suportar todo o mal feito por um governo ao longo de décadas. Sendo transversais,…

Leia mais

Rui Rio enaltece pacto de bajulação e subserviência

O presidente do (ainda) maior partido português, o PSD, recusou hoje que a sua vinda a despacho ao MPLA (ainda na versão Eduardo dos Santos/João Lourenço) tenha causado algum mal-estar no Governo de António Costa, salientando o “simbolismo” de uma visita que diz ser uma “ajuda” nas relações entre os dois países. E foi uma ajuda importante, reconheça-se. Para além da assinatura que renova o pacto de subserviência e bajulação anteriormente subscrito por Pedro Passos Coelho, Rui Rio acrescentou uma cláusula implícita em que, sempre que necessário, o PSD passa…

Leia mais

Será difícil arranjar PGR
mais subserviente ao MPLA

O Presidente angolano, João Lourenço, deverá empossar nos próximos dias um novo Procurador-Geral da República, com o mandato do actual responsável, general João Maria de Sousa, a expirar dentro de uma semana. Licenciado em Direito pela Universidade Militar de Moscovo, o general João Maria de Sousa, de 66 anos, foi nomeado a 3 de Dezembro de 2007 e empossado Procurador-Geral da República de Angola pelo então chefe de Estado, José Eduardo dos Santos, dois dias depois. Enquanto presidente do Conselho Superior da Magistratura do Ministério Público, João Maria de Sousa…

Leia mais

A verdade não prescreve

Marcolino Moco, antigo secretário-geral do MPLA e ex-Primeiro-Ministro de Angola, revelou em 2011 que o seu partido, o MPLA, o ameaçou de morte. Ou, melhor, que lhe poderia acontecer o mesmo que aconteceu a Jonas Savimbi. Nesta altura, sobretudo porque a memória dos homens do regime anda quase ao nível da dos mabecos, é aconselhável reler uma carta que Marcolino Moco escreveu no dia 29 de Novembro de 2009 ao seu camarada Dino Matross. Ei-la na íntegra: “Após consulta à minha família nuclear e alargada, que me deu todo o…

Leia mais

Juízes, os novos arautos
da III Guerra Nacional

O país a continuar nesta rota, tenhamos higiene intelectual de o reconhecer, não tem solução, a curto ou médio prazo. A lei está amordaçada. Os juízes subservientes, pisoteiam até mesmo, a Constituição feita à medida de um homem só, qual reencarnação, à angolana, de Luís XIV. Por William Tonet Eles, navegando nesta omissão, convertem os tribunais em salões de desfile da corte corrupta, mas inferno, para os pobres, intelectuais e jornalistas, que pensem pela própria cabeça. Nesta sarrabulhada consolida-se o colonialismo político-governativo, sustentado não só pelo poder das armas, mas…

Leia mais

Paulo “Luvualu” Portas

Segundo Paulo Portas, ex-líder do CDS, ex-ministro, ex-anti-MPLA e actual sipaio para todo os erviços de sua majestade o rei de Angola, Portugal não deve “explicar aos angolanos como é que eles devem ser angolanos”. Tudo indica que vai, ou já é, ser designado como Luvualu de Carvalho para a Europa e América Latina. Por Orlando Castro O “essencial” – de acordo como ex-líder de grandes militantes do CDS, caso de Jacinto Leite Capelo Rego – não são os atropelos sistemáticos aos direitos humanos, mas sim garantir que Portugal mantém…

Leia mais

Paulo Portas, o amigo do MPLA e da miséria angolana

A Mota-Engil é uma das empresas com mais negócios e interesses estratégicos em Angola. De uma forma sumária, explica-se, assim, a influência que tem, hoje, Paulo Portas em Angola, o seu convite para o Congresso e a sua cumplicidade com o MPLA. Por Rafael Pinheiro No último congresso organizado pelo Movimento Pela Libertação de Angola, partido que governa o país deste 1975, marcaram presença quatro dos maiores partidos portugueses: o PS, o PSD, o CDS-PP e o PCP. Paulo Portas, ex-vice primeiro ministro de Portugal, também esteve presente, a título…

Leia mais