Paulo Portas na fase JLo

O vice-presidente da Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa (CCIP), Paulo Portas, afirmou hoje que a transição em Angola “é para levar a sério” e não “cosmética” como alguns analistas disseram. Finalmente os sipaios portugueses (os angolanos já há muito o faziam) receberam ordens do MPLA para virem a terreiro reproduzir as “ordens superiores”, condição “sine qua non” para que o cheque tenha cobertura. Por Orlando Castro Falando num encontro com empresários na sede da CCIP, em Lisboa, sobre as perspectivas económicas e riscos políticos para 2018 em diferentes geografias…

Leia mais

Paulo “Luvualu” Portas

Segundo Paulo Portas, ex-líder do CDS, ex-ministro, ex-anti-MPLA e actual sipaio para todo os erviços de sua majestade o rei de Angola, Portugal não deve “explicar aos angolanos como é que eles devem ser angolanos”. Tudo indica que vai, ou já é, ser designado como Luvualu de Carvalho para a Europa e América Latina. Por Orlando Castro O “essencial” – de acordo como ex-líder de grandes militantes do CDS, caso de Jacinto Leite Capelo Rego – não são os atropelos sistemáticos aos direitos humanos, mas sim garantir que Portugal mantém…

Leia mais

Paulo Portas, o amigo do MPLA e da miséria angolana

A Mota-Engil é uma das empresas com mais negócios e interesses estratégicos em Angola. De uma forma sumária, explica-se, assim, a influência que tem, hoje, Paulo Portas em Angola, o seu convite para o Congresso e a sua cumplicidade com o MPLA. Por Rafael Pinheiro No último congresso organizado pelo Movimento Pela Libertação de Angola, partido que governa o país deste 1975, marcaram presença quatro dos maiores partidos portugueses: o PS, o PSD, o CDS-PP e o PCP. Paulo Portas, ex-vice primeiro ministro de Portugal, também esteve presente, a título…

Leia mais

A sua bênção presidente… Eduardo dos Santos

O presidente do CDS-PP, Paulo Portas, apelou hoje aos órgãos de soberania portugueses para evitarem “a tendência para a judicialização da relação entre Portugal e Angola”, considerando-a “um caminho sem retorno”, aconselhando a que procurarem “em todas as frentes o compromisso”. “Éum apelo dirigido aos órgãos de soberania, porque é deles a atribuição, para terem isto presente, para se lembrarem destes factos, e para, dentro do que a Constituição dispõe e a lei impõe, evitarem a tendência para a judicialização da relação entre Portugal e Angola – esse seria um…

Leia mais

(Ir)revogavelmente amigos

O vice-primeiro-ministro português, Paulo Portas, classificou hoje as dificuldades económicas em Angola como “transitórias”, afirmando que Portugal quer investir e ser “parte do desenvolvimento” do nosso país. O governante português falava em Luanda, depois de ter sido recebido pelo vice-presidente angolano, tendo reiterado que apesar do momento económico de Angola, devido à quebra nas receitas fiscais com a exportação de petróleo, a relação entre os dois países é “insubstituível” e que as duas economias são “importantes uma para a outra”, em termos de desenvolvimento e das relações comerciais. Em declarações…

Leia mais

Portas chegou e… elogiou

O vice-primeiro-ministro português, Paulo Portas, afirmou hoje, em Luanda, que a relação entre Portugal e Angola “é insubstituível” e que os dois países têm conseguido ultrapassar as dificuldades. O governante português falava aos jornalistas à chegada ao aeroporto internacional de Luanda, onde participa no dia de Portugal na Feira Internacional de Luanda (Filda). “Como sabem, Portugal e Angola têm uma relação que é insubstituível e nós sempre ultrapassamos as questões que existem entre os dois países para conseguir um patamar da relação ainda mais positivo”, disse Paulo Portas. Angola foi…

Leia mais

Portas volta ao beija-mão

O vice-primeiro-ministro português, Paulo Portas, estará mais uma vez em Luanda no próximo dia 23, no âmbito da Feira Internacional de Luanda (Filda). Como habitualmente chega com uma mão vazia e outra sem nada, esperançado – com razão – que o beija-mão dará frutos. Por Orlando Castro A edição de 2015 da Filda decorre entre 21 e 26 de Julho e segundo informação oficial da delegação da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) em Luanda, o vice-primeiro-ministro português estará presente no pavilhão dos expositores lusos no…

Leia mais

Paulo Portas “é um grande amigo de Angola”. Pudera!

Paulo Portas “é um grande amigo de Angola”. Pudera! - Folha 8

O vice-primeiro-ministro de Portugal é – segundo Georges Chikoti – um “grande amigo de Angola”. Foi a troca de galhardetes em resposta à efusiva saudação feita por Paulo Portas à eleição de Angola para membro não permanente do Conselho de Segurança da Nações Unidas. Foi uma “eleição brilhantíssima”, disse Paulo Portas. Quase tão brilhante como as eleições em Angola, terá pensado o líder do CDS-PP. Georges Chikoti não se mostrou surpreendido com essa qualificação: “É sempre importante. Primeiro porque o doutor Paulo Portas é um grande amigo pessoal, é um…

Leia mais

Portugal e Angola cooperam no branqueamento do BESA

Portugal e Angola cooperam no branqueamento do BESA

O vice-primeiro-ministro português, Paulo Portas, veio cá há bem pouco tempo dizer que os bancos centrais de Angola e de Portugal estão a trabalhar em conjunto na situação no Grupo Espírito Santo e ramificações nos bancos do grupo nos dois países. Em estudo estará, previsivelmente, a dose de sabão a usar para um melhor branqueamento. A posição do governo português foi transmitida aos jornalistas após uma audiência de quase uma hora entre Paulo Portas e o Presidente da República, José Eduardo dos Santos, no âmbito da visita do vice-primeiro-ministro português.…

Leia mais