Três, dois, um… a farra

O ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Manuel Homem, reiterou, nesta quinta-feira, a necessidade de acelerar a modernização das Edições Novembro, no quadro do processo de transformação em curso naquela instituição. Ou seja, disse o mesmo que já disseram Nuno “Carnaval” e João Melo. Diferentes discursos só tiveram os anteriores ministros: João Filipe Martins, Boaventura Cardoso, Rui de Carvalho, Hendrick Vaal Neto, Manuel António Rebelais, Carolina Cerqueira e José Luís de Matos. A empresa Edições Novembro – E.P. é a proprietária e produtora dos títulos Jornal de…

Leia mais

Os Manicos do Pravda do MPLA

Aquele candengue que é moço de recados do que o Comité Central do MPLA manda fazer e dizer no jornal da Angola do MPLA, o Caetano Júnior, bastante júnior e por isso demasiado imaturo para ter uma visão global de tudo o que se relaciona com o bom senso, o bem estar dos angolanos e a ética, está muito zangado com os deputados da oposição na Re(i)pública da Angola do MPLA. Por Domingos Kambunji É compreensível, não aceitável, este tipo de comportamentos dos monangambés do jornal da Angola do MPLA…

Leia mais

Dependência intelectual

Os angolanos que criticam e manifestam oposição às medidas desmedidas dos governos do MPLA são uns grandes sacanas, não é assim Victor Silva do jornal da Angola do MPLA? São traidores, pertencentes a uma organização de malfeitores que pretende organizar um golpe de Estado para derrubar o presidente? É assim, Victor Silva do jornal da Angola do MPLA? Por Domingos Kambunji Deve ser muito difícil para o Victor Silva do jornal da Angola do MPLA perceber o que é democracia. Estará ele convencido que a democracia é assim um tipo…

Leia mais

Abertas as inscrições para
as novas condecorações

Em Agosto de 2012, o jornal do MPLA, conhecido também como Jornal de Angola, resolveu, cumprindo ordens do então bestial e democrata presidente, abrir fogo sobre a colónia angolana de Cabinda, juntando-lhe mais alguns dislates. O pasquim juntou todo o seu arsenal propagandístico para agradar ao “querido líder” e, dessa forma, continuar a garantir o salário ao fim do mês. Segundo escreveu na altura o órgão oficial do regime, activistas da CASA-CE andaram em Cabinda a “vender” um referendo que consistia em saber se a população da província queria a…

Leia mais

Do aboboral ao melo(eiro)

Mostrar as diferenças e as melhorias existentes desde a realização das últimas eleições, em Agosto de 2017, e a actualidade é o principal desafio da comunicação institucional do Executivo, segundo afirmou, este sábado, o ministro da Comunicação Social, João Melo. Consta que o jornal “The Washington Post” está a equacionar um convite ao ministro para ensinar os jornalistas norte-americanos a fazer propaganda. Perdão, a fazer notícias… verdadeiras. Falando numa reunião metodológica com os directores de comunicação institucional dos ministérios, governos provinciais e empresas públicas estratégicas, João Melo realçou que, desde…

Leia mais

Prender? Sim. Recuperar o
que foi roubado? Melhor!

O deputado socialista português João Soares considera que mais importante do que colocar José Filomeno dos Santos em prisão preventiva é recuperar as verbas que terão sido desviadas enquanto este liderou o Fundo Soberano de Angola. A propósito, os ex-PCA, directores e similares do Jornal de Angola já reservaram lugar na… prisão? “A justiça deve fazer-se, evidentemente, os roubos foram de tal dimensão e o poder da cleptocracia corrupta que governou Angola foi de tal maneira que longe de mim pedir que não se faça justiça, mas as cadeias não…

Leia mais

Mudaram o capim mas os ruminantes são iguais

O Jornal de Angola critica hoje, em editorial, as “ervas daninhas” das relações luso-angolanas, referindo-se às posições assumidas pela eurodeputada socialista Ana Gomes, que alerta constituírem o “único irritante” entre os dois países. Trata-se de uma “cópia” do que era habitual o Pravda do MPLA dizer sempre que a eurodeputada falava do regime. Também, neste caso do JA, as “ervas” mudaram mas as que lá estão continuam a ser “daninhas”. No editorial, o jornal detido pelo Estado/MPLA reage às recentes declarações de Ana Gomes, que afirmou que a transferência para…

Leia mais

Tantas saudades do Pravda

A empresária Isabel dos Santos, filha do ex-Presidente angolano mas Presidente do MPLA, acusa o Jornal de Angola (estatal) de “manter os angolanos mal informados”, respondendo às notícias sobre uma rejeição da proposta de José Eduardo dos Santos, na transição na liderança do MPLA. Isabel dos Santos, exonerada em Novembro, pelo novo Presidente da República, João Lourenço, do cargo de presidente do Conselho de Administração da petrolífera Sonangol, usou hoje as redes sociais para criticar a manchete do Jornal de Angola de hoje, que refere que o “Comité Central do…

Leia mais

Pulitzer esqueceu o pasquim

O Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação, o grupo McClatchy e o Miami Herald, receberam o prémio Pulitzer pela reportagem interpretativa dos Panama Papers. E então o Jornal de Angola? Sua majestade o rei Eduardo dos Santos, patrão e patrono do JA, permite tal injustiça? Considerados os prémios mais prestigiantes do jornalismo, os Pulitzer são atribuídos em 14 categorias de jornalismo, fotografia, crítica e comentário de jornais, revistas e sítios na internet O Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação expôs a forma como políticos, criminosos e pessoas ricas desviam dinheiro…

Leia mais

“Deus”, o Rei e o Malandro

José Eduardo dos Santos foi o “escolhido de Deus”, se bem que muitos ainda pensem que ele próprio era o deus. E foi ele, numa dessas duas qualidades, quem escolheu o Malandro para o substituir. Teremos então João Lourenço, o Malandro, como o novo Kim Jong-un de Angola. Ou será o novo Teodoro Obiang? Por Orlando Castro Assegurada que está a esmagadora vitória do MPLA nas eleições previstas para Agosto (nesta Angola o regime não deixa para amanhã o que pode ganhar hoje), o Folha 8 inicia já a campanha…

Leia mais