A ILITERACIA JORNALÍSTICA DA ERCA

A Entidade Reguladora da Comunicação Social Angolana (ERCA) propõe-se a continuar a desenvolver um amplo movimento de literacia mediática, para que os cidadãos possam conhecer os seus direitos e as suas responsabilidades. Respirem fundo. Aplaudam. Riam até dizer basta! tese desta filial do MPLA foi anunciada na cidade do Soyo, província do Zaire, pelo presidente do Conselho Directivo da ERCA, Adelino de Almeida, na abertura da palestra subordinada ao tema “Liberdade de Imprensa em Angola, Contexto e Desafios”, promovida pela sua instituição. O responsável por esta sucursal do MPLA lembrou…

Leia mais

OBRIGADO POR NÃO NOS CONFUNDIREM

Paulo de Morais (ex-candidato à Presidência da República de Portugal, acérrimo lutador contra a corrupção que integrou o grupo de trabalho para a revisão do Índice de Percepções da Corrupção, levada a cabo pela Transparency International, que foi perito no Comité Económico e Social Europeu e é Presidente da Frente Cívica) diz que William Tonet e Orlando Castro (ambos jornalistas do Folha 8) «são verdadeiros heróis pela corajosa e permanente denúncia que fazem à praga da corrupção na República de Angola.» Assim percebe-se a razão pela qual o Folha 8…

Leia mais

DIA MUNDIAL DA LIBERDADE DE IMPRENSA

Neste dia, pelo menos neste dia, falemos do melhor de nós, William Tonet. Como muitos da sua geração — mas mais do que alguns dos seus conterrâneos que andam por aí na ribalta do poder — cresceu como “criança soldado”. Não havia alternativa. O seu pai foi um dos fundadores da 1.ª Região Político-Militar do MPLA. Aos oito anos de idade, com uma perspicácia que manteve ao longo da vida, já dominava as comunicações militares. Foi, aliás, um dos mais novos comandantes militares. Tinha 16 anos de idade. s etapas…

Leia mais

AGORA É… HUMANIZAR A COMUNICAÇÃO!

O secretário de Estado para a Comunicação Social, Nuno Caldas Albino, afirmou, este sábado, no Huambo, que a abordagem da governação participativa, iniciada este ano, está dentro das estratégias do Executivo de humanização da comunicação. O que será isso de ”humanização da comunicação”? Será o que o Folha 8 faz, ou seja, dar voz a quem a não tem – o Povo? responsável, ex-ministro da Comunicação Social, fez esta afirmação durante a apresentação do “O Plano Nacional de Comunicação Nacional do Executivo” aos participantes do II Conselho Consultivo do Ministério…

Leia mais

CEFOJOR, CENTRO DE FORMAÇÃO DE QUÊ?

O Presidente da República, João Lourenço, certamente na sua qualidade de paladino da falta de liberdade de Imprensa em Angola, inaugurou hoje, na cidade do Huambo, o Centro de Formação de Jornalistas (CEFOJOR), com valências inovadoras para a formação de quadros em várias especialidades do ramo da comunicação. pós o corte da fita e do descerrar da placa comemorativa, o Chefe de Estado, acompanhado da primeira-dama, Ana Dias Lourenço, do Presidente do MPLA, do Titular do Poder Executivo e do ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Mário…

Leia mais

CÁ ESTAMOS E PRESTAMOS CONTAS

A imagem que o Folha 8 hoje publica mostra o desempenho, em 2023, da nossa edição digital diária. Deixamos a análise ao nosso trabalho ao cuidado dos nossos leitores. Foi mais um ano difícil, sobretudo porque continuam a disparar contra nós, quase sempre pelas costas. Mas a luta continua, mesmo quando são (sobretudo quando são) alguns dos “nossos” a puxar o gatilho. Por Orlando Castro ois é. Para o bem e para o mal (muito mais para o mal, reconhecemos) quem quiser saber o que é o Folha 8, onde…

Leia mais

CHEGOU A VEZ DELES

O Conselho de Redacção do Jornal de Notícias (diário centenário do Porto e que chegou a ser o maior jornal de Portugal), alertou hoje para os riscos de eliminação da pluralidade e diversidade e estranham as contratações feitas no Diário de Notícias em vésperas do anúncio de rescisão até 200 trabalhadores da Global Media. Por Orlando Castro screve a Lusa que num comunicado enviado à Redacção, o Conselho de Redacção (CR) do JN, perante a intenção da administração da Global Media Group (GMG) de avançar com um processo de reestruturação…

Leia mais

JORNALISTAS, AO MENOS MORRAMOS DE PÉ!

Segundo o artigo 3 do Código Deontológico dos Jornalistas (de Portugal), “o jornalista deve lutar contra as restrições no acesso às fontes de informação e as tentativas de limitar a liberdade de expressão e o direito de informar. É obrigação do jornalista divulgar as ofensas a estes direitos.” m grupo de jornalistas e académicos portugueses lançaram o site artigo37.pt, uma plataforma online para denunciar as restrições à liberdade de informação em Portugal. Por cá, por Angola, os Jornalistas continuam a lamber as feridas deixando os seus créditos por interesses alheios.…

Leia mais

FORMAÇÃO CONJUNTA DE MAGISTRADOS E JORNALISTAS

O Sindicato dos Jornalistas de Angola alerta para nova onda de perseguição e intimidação a jornalistas. O líder do sindicato, Teixeira Cândido, pede à Procuradoria-Geral da República (do MPLA) que investigue todas as denúncias. A (des)propósito, pois Angola não é um Estado de Direito, falemos da formação conjunta de magistrados e jornalistas em… Portugal. seminário de abertura da formação, que pela primeira vez irá sentar numa mesma sala jornalistas, juízes dos tribunais comuns, administrativos e fiscais e magistrados do Ministério Público, poderá ser acompanhado, sexta-feira, dia 3, às 9h45, por…

Leia mais

JORNALISMO E INTELIGÊNCIA (AINDA MAIS) ARTIFICIAL

A Federação Europeia de Jornalistas discutiu as implicações da Inteligência Artificial (IA), desde os desafios e perigos que coloca às oportunidades que poderá apresentar e a forma como os jornalistas podem lidar com esta nova realidade. Foi claro que é preciso regulamentação, de preferência sob um chapéu mais largo, como a União Europeia, e que a IA tem de ser uma ferramenta, não uma força laboral que substitua os humanos. reunião de Especialistas de Grupo da Federação Europeia de Jornalistas (FEJ) juntou cerca de 40 jornalistas e representantes de sindicatos…

Leia mais