Incivil fanatismo

As pessoas recordam-se bem de João Melo, aquele Ministro da Propaganda do MPLA que foi corrido até de um governo do MPLA do imperador João Lourenço. Imaginem se fosse um governo sério?!… Nem sequer seria nomeado e não tomaria posse, evitando assim ser exonerado muito rapidamente? Também é muito estranho o comportamento do presidente João Lourenço, para que é que nomeou João Melo para Ministro se era para ser exonerado pouco tempo depois? Por Domingos Kambunji João, o Melo, demonstra alguma miopia intelectual e na capacidade de observação, à semelhança…

Leia mais

O embala o berço

Não é necessário ler a obra completa de William Shakespeare para ter conhecimento de uma frase que está na memória de toda a gente : “to be or not to be that is the question” (ser ou não ser é a questão). Na realidade João Melo pensa ser aquilo que não é. Um grande intelectual não é um qualquer contratado e assimilado conformista, que muda de ideologia de acordo com os ventos políticos que sopram a esfarrapada Bandeira do MPLA. Por Domingos Kambunji Um poeta angolano diz que os Senhores…

Leia mais

Carnaval todo o ano

O ministro da Comunicação Social, Nuno Albino “Carnaval”, anunciou, em Luanda, que o sector está a negociar com o Ministério das Finanças para a atribuição de verbas para o processo de instalação da Comissão da Carteira e Ética dos Jornalistas. Nuno Albino, que respondia às preocupações dos deputados em relação às prioridades da comunicação social, durante a (suposta) discussão da Proposta de Lei de Orçamento Geral do Estado para o próximo ano, sublinhou que, no período em que se trabalhou na elaboração da proposta de OGE para 2020, ainda não…

Leia mais

Ora então, siga a farra!

O ministro da Comunicação Social, Nuno dos Anjos Caldas Albino “Nuno Carnaval”, reiterou hoje, em Luanda, a contínua modernização dos órgãos públicos, processo que teve início com a entrada do novo governo há dois anos. Na sua tomada de posse, João Lourenço defendeu a necessidade de se manter e aprofundar o exercício da liberdade de expressão e de imprensa, alcançada nos últimos anos. Na sua intervenção durante a passagem de pastas, o novo ministro referiu-se à continuidade da expansão do sinal da RNA em vários pontos do país, a melhoria…

Leia mais

Que (in)gratidão de JLo!

Segundo o ex-ministro da Comunicação Social do MPLA, João Melo, a imprensa pública, em Angola, estava obrigada a continuar a desempenhar um papel preponderante durante as próximas décadas. Isto queria dizer que durante as próximas décadas (certamente, como nos últimos 44 anos, sob a égide do MPLA) Angola não será uma verdadeira democracia e um Estado de Direito. Por Orlando Castro O também “jornalista” e escritor (segundo a Angop, note-se) discursava no Encontro das Empresas Públicas de Comunicação Social da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), organizado pela Direcção…

Leia mais

Carnaval (seja onde for) é sempre que o MPLA quiser!

O Presidente da República, João Lourenço, nomeou hoje Nuno dos Anjos Caldas Albino “Nuno Carnaval” ministro da Comunicação Social, em substituição de Aníbal João da Silva Melo, exonerado na mesma data. “Nuno Carnaval” é deputado do MPLA (partido no poder desde 1975) é licenciado em gestão de empresas e presidente da 7ª comissão parlamentar (Cultura, Assuntos Religiosos, Comunicação Social, Juventude e Desportos). Foi apaniguado de José Eduardo dos Santos e terá descoberto que os jornais diários se publicam todos os… dias. Segundo uma nota da Casa Civil da Presidência da…

Leia mais

O perfume podre da demagogia

Agora o jornal da Angola do MPLA e os outros órgãos de informação oficial ao serviço do MPLA já se preocupam com a avaliação negativa do jornalismo que praticam mas insistem em repetir, teimosamente, os erros do passado, perfumando-os com muita demagogia para tentarem ludibriar o público que pretendem ser o seu alvo principal na manipulação de mentalidades? Por Domingos Kambunji Q ual é a admiração? Estes moços de recados ao serviço do governo do MPLA são comandados pelas ordens superiores de João Melo, o Ministro que foi muito obediente…

Leia mais

“Sim, Patrão”, diz o sipaio!

O ministro da Comunicação Social, João Melo, sugeriu, neste domingo, em Luanda, que a situação das diásporas africanas seja discutida na próxima Bienal da Paz, prevista para decorrer em Angola, no ano de 2020. Em bom rigor (coisa que não existe no ADN do MPLA) deveria ser discutida todos os dias. E só não o é porque isso seria um sério problema para o partido que nos (des)governa há 44 anos. Por Orlando Castro (*) Ao proferir o discurso de encerramento da primeira edição do Fórum Pan-Africano para a Cultura…

Leia mais

Cachipembe queima mas
não é incêndio, diz Melo

O ministro do MPLA da Comunicação Social, João Melo, afirmou que comparar as queimadas que se fazem em vários países africanos do centro-sul, como Angola, com os fogos da Amazónia “é um completo nonsense”, admitindo, no entanto, o problema. O rapazola confundiu a obra-prima do mestre com a prima do mestre de obras, mostrando que, por exemplo, se o Presidente da República taxasse a estupidez dos membros do Governo, o país deixaria de estar em crise. Por Orlando Castro Na sua conta do Twitter, o ministro fez alusão a um…

Leia mais

Liberdade de imprensa não
é propriedade do Governo

O ministro da Comunicação Social angolano considera que “ainda não houve tempo” para “progressos notáveis” de liberdade de imprensa, afirmando no entanto que houve “avanços inegáveis” nos pouco menos de dois anos, da nova governação. Quem diria… Por Orlando Castro Vejamos então qual é, do ponto de vista oficial do Governo, a missão deste ministério que, do nosso ponto de vista e auxiliado por outra sucursal do MPLA, a ERCA, apenas pretende – como aliás consta das suas atribuições – “organizar e controlar”. “O Ministério da Comunicação Social é o…

Leia mais