Asno às riscas nunca será zebra

O processo de registo eleitoral presencial e actualização de residência em Angola inicia-se em 15 de Setembro e deverá terminar em Março do próximo ano, anunciou hoje a Comissão Nacional Eleitoral (CNE, sucursal do MPLA para assuntos “eleitorais”) angolana. A informação foi avançada pelo porta-voz da CNE, Lucas Quilundo, que falava no final do plenário do órgão, que se reuniu extraordinariamente para analisar e deliberar sobre um ofício do Ministério da Administração do Território (MAT) pedindo um pronunciamento relativamente ao início das actividades do registo eleitoral presencial e actualização de…

Leia mais

Kim deu a ordem ao Manico

O porta-voz da Comissão Nacional Eleitoral (CNE) angolana (sucursal do MPLA para os assuntos da fraude eleitoral) foi hoje impedido de prestar declarações aos jornalistas por alegada orientação do presidente daquele órgão, no final de uma reunião entre comissários eleitorais e o ministro da Administração do Território. O presidente da CNE, Manuel Pereira da Silva “Manico”, e os membros do plenário do órgão receberam esta tarde o ministro da Administração do Território, Marcy Lopes, e a sua equipa para abordar questões relacionadas com a Lei do Registo Eleitoral. Agendada inicialmente…

Leia mais

O MPLA é Angola, Angola é do MPLA

Membros da sociedade civil angolana consideraram hoje que a actual “composição partidarizada” da Comissão Nacional Eleitoral (CNE), a lei eleitoral e a gestão do registo eleitoral “indiciam fraude”, porque “não garantem independência, transparência, e lisura no processo”. Para o activista cívico e docente José Gomes Cheik Hata, a CNE angolana “deveria ser um órgão independente, mas não o é, sobretudo pela sua composição excessivamente partidária e comandada pelo partido governante”. “Quer dizer que a maioria dos deputados que o MPLA (no poder desde 1975) tem no parlamento também se reflecte…

Leia mais

E o vencedor foi, é e será (sempre) o MPLA

A UNITA, que corre risco de vida, “exigiu” a demissão do presidente da Comissão Nacional Eleitoral (CNE), Manuel Pereira da Silva “Manico” por “não reunir requisitos legais e morais” para o cargo, criticando a “lentidão dos órgãos judiciais”, enquanto o MPLA desvalorizou a pretensão. É pena que a UNITA se esqueça que “Manico” foi imposto pelo MPLA exactamente por “não reunir requisitos legais e morais”. “Queremos deixar bem claro que exigimos a demissão do presidente da CNE. Os órgãos judiciais estão muito lentos a tentarem decidir aquilo que remetemos à…

Leia mais

Sua majestade o rei
e o sipaio maní(a)co

João Lourenço, no caso com a “toga” de líder do MPLA, partido no poder em Angola desde 1975, disse hoje que com a “eleição” do novo presidente da Comissão Nacional Eleitoral (CNE) fica preenchido um dos pressupostos para a realização das primeiras eleições autárquicas, previstas para este ano. Pressuposto “sine qua non” o MPLA não garantia, logo à partida, a vitória da batota. A posição foi hoje expressa pelo líder do MPLA na abertura da III reunião ordinária do Comité Central do partido. Segundo João Lourenço, com a eleição do…

Leia mais

Adalberto, será desta?

O presidente da UNITA, Adalberto da Costa Júnior, admite manifestações públicas em Angola contra a posse do novo presidente da Comissão Nacional Eleitoral (CNE), Manuel Pereira da Silva “Manico”, considerando que a sua nomeação surge para “eternizar o regime no poder”. Nada de novo, portanto. “Esta semana aquilo que o regime fez foi tomar medidas para ficar no poder eternamente. Quando há um homem [o novo presidente da CNE] que está a ser contestado pelo povo, por toda a gente, os órgãos do Estado admitem a sua posse”, afirma o…

Leia mais

Os Manicos do Pravda do MPLA

Aquele candengue que é moço de recados do que o Comité Central do MPLA manda fazer e dizer no jornal da Angola do MPLA, o Caetano Júnior, bastante júnior e por isso demasiado imaturo para ter uma visão global de tudo o que se relaciona com o bom senso, o bem estar dos angolanos e a ética, está muito zangado com os deputados da oposição na Re(i)pública da Angola do MPLA. Por Domingos Kambunji É compreensível, não aceitável, este tipo de comportamentos dos monangambés do jornal da Angola do MPLA…

Leia mais

Fraude está aí. Dono disto tudo impõe Manico na CNE

O Presidente da República de Angola, do MPLA e Titular do Poder Executivo, João Lourenço, ordenou hoje que a Assembleia Nacional devia dar posse ao presidente da Comissão Nacional Eleitoral (CNE) e que este foi indicado de acordo com a legislação. E assim aconteceu. Para abrilhantar o bordel, dois jornalistas da Palanca TV foram agredidos por agentes da Polícia (do MPLA), em Luanda, enquanto cobriam uma manifestação em protesto contra a tomada de posse do novo presidente da CNE, Manuel Pereira da Silva “Manico”. “S omos um estado de direito…

Leia mais

Comissário-chefe exige que os “seus” agentes votem no… MPLA

O comissário-chefe António Joaquim Fortunato, director nacional dos serviços penitenciários de Angola, órgão sob tutela do Ministério do Interior, está a exigir aos agentes que votem no partido MPLA e em João Lourenço nas eleições gerais que serão realizadas no dia 23 de Agosto do ano em curso. Por Sedrick de Carvalho A denúncia foi avançada por agentes do Destacamento Especial dos Serviços Prisionais (DESP), que se lembram de ouvir António Fortunato dizer: “Queremos o voto no nosso número 4 e no camarada João Lourenço”. Não tão admirados, pois “ele…

Leia mais

“Manico faz o que quer”

Agentes do Destacamento Especial dos Serviços Prisionais (DESP) queixam-se do abuso de autoridade protagonizado pelo comandante nacional do referido destacamento, identificado apenas por Manico. Com a patente de superintendente-chefe, Manico é acusado de esbofetear agentes a seu bel-prazer e ordenar que os mesmos realizem serviços sem relação com a função penitenciária. O último acto de agressão aconteceu no dia 5 de Dezembro, quando deu duas bofetadas na cara de um efectivo com a patente de agente de terceira classe. Dentre os trabalhos degradantes destaca-se as ordens para “lavar os dentes…

Leia mais