Em breve Angola irá sinalizar Portugal

O secretário de Estado para a Saúde Pública de Angola, Franco Mufinda, garantiu que Portugal não integra a lista de Estados sinalizados pelo executivo angolano devido ao surto do novo Coronavírus (Covid-19), mas admite que é algo que pode mudar se os casos portugueses aumentarem. E como é certo que vão aumentar… “N esta fase, construímos, no âmbito da prevenção, linhas com restrição de alguns países, que são quatro: Irão, Coreia do Sul, Itália e China, com um critério único, que era a falha na contenção dos casos”, começou por…

Leia mais

Angola rastreia e aperta
o cerco ao Coronavírus

Passageiros que chegaram esta sexta-feira à capital angolana, provenientes de Lisboa, queixam-se da morosidade no processo de rastreio ao Covid-19 (Coronavírus) na sala de desembarque do aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, quando outros aplaudem a medida considerando-a necessária. Os passageiros do voo da TAP, entre portugueses, angolanos e brasileiros, queixaram-se do “longo tempo de espera” na fila para o respectivo controlo, mas outros consideraram a medida indispensável para a sua segurança. Meia dúzia de técnicos do Ministério da Saúde, completamente equipados com máscaras, luvas, batas e câmaras térmicas, móveis e…

Leia mais

A luta continua

Exercer actividade jornalística em Angola, sem possuir um documento emitido pela Comissão da Carteira e Ética é crime, revelou, em Luanda, a presidente da comissão, Luísa Rogério. A casa, que se quer comum a todos os jornalistas, começa a ser construída. A luta continua porque não há comparação entre o que se perde por não tentar e o que se perde por fracassar. Apenas por uma questão de memória, recordamos que em Julho de 2015 a então Secretária-Geral do Sindicato dos Jornalistas, Luísa Rogério, disse que os jornais Folha 8…

Leia mais

O candidato da Direcção

A democracia, que idealmente é o poder do povo, é um sistema político em que os eleitores escolhem, directamente ou através de representantes eleitos, a(s) pessoa(s) que os governa(m) durante um período de tempo. Por Pedrowski Teca Adicionalmente, as pessoas elegíveis, isto é, as que reúnem os requisitos necessários previamente estabelecidos, têm o direito de participação igualitária em eleições que devem ser justas, livres e transparentes. Porém, os princípios democráticos são deturpados em vários países e organizações. Em Angola, a democracia é praticamente inexistente na maioria dos partidos políticos conservadores…

Leia mais

O importante é a parra!

O Instituto Nacional dos Transportes Rodoviários (INTR) angolano está a ensaiar um sistema electrónico de bilhética nos transportes públicos de Luanda para obter “dados exactos” de passageiros e das “receitas arrecadadas diariamente”, foi hoje anunciado. Bem visto. Prioridades são prioridades, e esta é basilar para parecermos um país civilizado e sem problemas de equidade social. Segundo o director-geral do INTR, Jorge Bengui, os testes do sistema electrónico de bilhética começaram a 4 deste mês e prolongam-se até 4 de Maio com dispositivos electrónicos instalados em oito autocarros que já circulam…

Leia mais

Também é preciso caçar marimbondos da oposição

O MPLA aprovou a estratégia para as primeiras eleições autárquicas angolanas, em 2020, no qual definiu o perfil dos candidatos que se apresentem à votação. A ideia é mesmo erradicar os marimbondos da Oposição que, apesar de muito fraquinha, de vez em quando ainda… pica. No quadro deste “pacote”, o Comité Central recomendou às estruturas do partido que tenham em atenção os Estatutos do MPLA e regulamentos vigentes, “acautelando a organização, a disciplina, a transparência, o rigor, a objectividade e a previsibilidade em todo o processo de modo a salvaguardar…

Leia mais

De sipaio a chefe de posto
com alergias à liberdade

A Entidade Reguladora da Comunicação Social do MPLA (ERCA) demarcou-se e condenou aquilo que diz serem (conforme ordens superiores) “as posições reiteradas de desprezo às normas de conduta” de um dos seus membros do Conselho Directivo. Ou seja, quem estiver contra tem estar caladinho e nem pecar em pensamento. Se se atrever a divulgar a sua discordância comete um crime contra a segurança do Estado. Por Orlando Castro Em causa está, segundo um comunicado da “coisa” com a qual o MPLA quer amordaçar a liberdade e formatar, castrando, os Jornalistas,…

Leia mais

Novo CNR vai controlar refugiados e asilados

O novo Conselho Nacional para os Refugiados (CNR) de Angola vai ficar responsável pela concessão ou recusa do direito de asilo, segundo decreto de 27 de Agosto assinado pelo Presidente João Lourenço. O CNR, que substitui o Comité de Reconhecimento do Direito de Asilo (COREDA), ficará ainda responsável por declarar a cessação do estatuto de refugiado. De acordo com o mesmo decreto presidencial, este Conselho irá pronunciar-se sobre os pedidos de asilo, de reinstalação de refugiados, de reunificação familiar, bem como sobre a perda do estatuto de refugiado por cancelamento…

Leia mais

Ética, sim. Açaimo, não!

Os jornalistas angolanos ainda exercem a actividade sem carteira profissional, situação que associações e sindicatos do sector querem ver ultrapassada “com urgência”, inicialmente, com a aprovação do Código de Ética e Deontologia, cuja consulta pública decorre, foi hoje anunciado. A situação foi relatada hoje à agência Lusa pelo secretário-geral do Sindicato dos Jornalistas Angolanos (SJA), Teixeira Cândido, referindo que Angola é dos poucos países, na África Austral, com jornalistas sem uma carteira profissional, afirmando que o Código de Ética deve dar lugar à Comissão de Carteira e Ética. “Estamos a…

Leia mais

Pouco funciona bem

A Inspecção Geral da Administração do Estado (IGAE) de Angola informou hoje que no primeiro semestre de 2018 registou “várias irregularidades” no domínio da gestão de recursos humanos, gestão financeira e patrimonial nas instituições públicas angolanas. Pudera! No passado dia 15 de Janeiro o ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Frederico Cardoso, tinha exigido à IGAE resultados. Eles aí estão. Só falta o resto. A informação foi transmitida pelo inspector-geral da Administração do Estado, Sebastião Domingos Gunza, quando falava no final de um seminário…

Leia mais