O importante é a parra!

O Instituto Nacional dos Transportes Rodoviários (INTR) angolano está a ensaiar um sistema electrónico de bilhética nos transportes públicos de Luanda para obter “dados exactos” de passageiros e das “receitas arrecadadas diariamente”, foi hoje anunciado. Bem visto. Prioridades são prioridades, e esta é basilar para parecermos um país civilizado e sem problemas de equidade social. Segundo o director-geral do INTR, Jorge Bengui, os testes do sistema electrónico de bilhética começaram a 4 deste mês e prolongam-se até 4 de Maio com dispositivos electrónicos instalados em oito autocarros que já circulam…

Leia mais

Serviço gratuito? Sim
… desde que paguem

Um estudo sobre o registo civil nos municípios angolanos de Cambulo, Cuango e Chitato, concluiu que os cidadãos são obrigados a pagar até 35 euros para terem acesso ao registo ou Bilhete de Identidade, que devia ser gratuito. Em causa estão os resultados do “Estudo de Caso sobre o Registo Civil” em três municípios da província da Lunda Norte, no leste de Angola, a mais de 1.200 quilómetros de Luanda, realizado em Outubro de 2017 pela Organização Não-Governamental angolana Mosaiko – Instituto para Cidadania. De acordo com a pesquisa, as…

Leia mais