GOVERNO ACELERA EM… PONTO MORTO

O Governo angolano antecipa um crescimento económico de 3,5% entre 2023 e 2027, impulsionado pela diversificação económica, sobretudo pelo agronegócio que vai contar com um financiamento de 3 mil milhões de dólares. s números foram revelados pelo ministro da Economia e Planeamento, Mário Caetano João, que falava à margem do evento “The Angolan Development Roundtable” onde participaram líderes de empresas e responsáveis do executivo angolano e de instituições públicas. “Estamos a prever crescer pelo menos 4,6% no sector não petrolífero e entre 0,5% a 1% no sector petrolífero”, indicou, acrescentando…

Leia mais

(EM)PREGADOS NO DESEMPREGO

A taxa de desemprego em Angola fixou-se em 30% no terceiro trimestre, uma redução de 4,1 pontos percentuais face ao período homólogo, com o desemprego duas vezes superior nas zonas urbanas face às rurais. Os dados constam na Folha de informação rápida do Inquérito ao Emprego em Angola (IEA), hoje divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), que caracteriza a situação da população face ao mercado de trabalho no terceiro trimestre de 2022. Segundo o INE, a população desempregada com 15 ou mais anos, foi estimada em 4.913.745 pessoas, dos…

Leia mais

PARAÍSO (DES)“FEITO EM ANGOLA”

O executivo angolano (do MPLA há 47 anos) dizia que esperava financiar, este ano, pelo menos 500 projectos no âmbito do programa de apoio à diversificação da economia e exportações e levar a reconversão da economia informal a todo o país, a partir de Abril. Mais uma aldrabice com o selo “Feito em Angola”. Os objectivos foram elencados pela secretária de Estado para a Economia, Dalva Ringote, apresentados na capital do reino no âmbito das perspectivas de implementação do Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das…

Leia mais

APOSTA NAS PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS

O instituto angolano de apoio às pequenas empresas anunciou hoje que tem certificadas 35.818 empresas no país, considerando que, apesar do financiamento para a dinamização da economia real “estar a acontecer, são necessárias mais opções de financiamento”. Segundo o presidente do conselho de administração do Instituto Nacional de Apoio às Micro, Pequenas e Médias Empresas (INAPEM), João Nkosi, no âmbito do Projecto de Apoio ao Crédito (PAC) reestruturado cerca de 2.037 empresas tiveram apoio quanto à conformação do crédito. “Deste número de empresas, 1.705 projectos foram aprovados, 994 projectos foram…

Leia mais

20 MILHÕES DE POBRES SATISFEITOS…

A taxa de inflação em Angola atingiu em Agosto 19,7% contra os 30% do período homólogo de 2021, enquanto o rácio da dívida pública baixou para 66%, no primeiro trimestre de 2022, anunciou hoje o Governo angolano. Os dados foram apresentados pelo ministro de Estado para a Coordenação Económica de Angola, Manuel Nunes Júnior, que manifestou orgulho pelo equilíbrio das contas internas, fruto de acções desenvolvidas nos últimos cinco anos. “De 2018 a 2022, com excepção de 2020 devido à pandemia, os saldos orçamentais do país são superavitários, quando no…

Leia mais

DIVERSIFICAR A ECONOMIA SÓ QUANDO O PETRÓLEO ACABAR

Angola ultrapassou a Nigéria como o maior produtor de petróleo na África subsaariana em maio, de acordo com os dados da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), ao bombear 1,1 milhões de barris por dia. No entanto, segundo o MPLA, a aposta continua a ser diminuir a dependência do… petróleo! A produção de Angola caiu de 1,183 milhões de barris diários bombeados em Abril, para 1,162 milhões em Maio, mas beneficiou de uma queda ainda superior por parte da Nigéria, cuja produção caiu de 1,219 milhões de barris em…

Leia mais

PETRÓLEO DEIXARÁ DE SER REI E PASSARÁ A SER… MONARCA

A ANPG – Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis estima que o volume de negócios no sector petrolífero atinja 66 mil milhões de dólares nos próximos cinco anos, 40% acima dos cinco anos anteriores. Segundo um comunicado da concessionária angolana, hoje divulgado, a previsão de 66 mil milhões de dólares (61,4 mil milhões de euros) inclui a extensão das licenças de produção já assinadas entre a ANPG e os operadores, designadamente nos Blocos 15, 17, 18 e também no Bloco 0, bem como actividades ligadas à exploração e ao…

Leia mais

PARECER (SÉRIO) NÃO É SINÓNIMO DE SER (SÉRIO)

Os indicadores de confiança das empresas angolanas mantiveram tendência ascendente no primeiro trimestre de 2022, com a conjuntura a apresentar-se favorável para todos os sectores analisados excepto a construção. São, pelo menos, as perspectivas do Instituto Nacional de Estatística (INE). Os dados constam da Folha de Informação Rápida (FIR) sobre a conjuntura económicas às empresas no primeiro trimestre de 2022 divulgado pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), revelando a intensidade das principais variáveis do Indicador de Confiança (IC) dos sectores da Indústria Extractiva, Indústria Transformadora, Construção, Comércio, Turismo e Transportes,…

Leia mais

O FRACO REI FAZ FRACA A (NOSSA) FORTE GENTE

A coordenadora residente das Nações Unidas em Angola, Zahira Virani, disse hoje, em Luanda, que reconhecer e valorizar vendedores informais como agentes activos da economia angolana “é crucial, mas não suficiente” para gerar mudança nas suas vidas. Essencialmente mesmo é mandar de férias quem, durante 46 anos, esteve no governo e nada mais conseguiu fazer do que… governar-se! Zahira Virani, que discursava na sessão de abertura do Fórum de Inclusão Financeira para o Desenvolvimento, referiu que apesar dos avanços na agenda de inclusão financeira no país, grandes segmentos da população…

Leia mais

BIOCOM AUMENTA PRODUÇÃO EM 8 MIL TONELADAS

A Biocom vai aumentar este ano a produção de açúcar em 8.000 toneladas, mais 16% do que em 2021, e espera alcançar a capacidade máxima em 2026, o que permitirá fornecer mais de 80% das necessidades do mercado angolano. A Biocom, Companhia de Bioenergia de Angola, produz açúcar, etanol e energia eléctrica a partir de cana do açúcar e lançou hoje a sua safra de 2022, em Malanje, marcando a abertura do ano agrícola. Angola consome actualmente cerca de 300.000 toneladas de açúcar/ano, das quais cerca de 40% são fornecidas…

Leia mais