“FORA MPLA”, GRITARAM MILHARES

Milhares de pessoas manifestaram-se hoje em Luanda, em defesa do Estado democrático, gritando “fora” ao MPLA, partido no poder desde a independência de Angola, há quase meio século, e defendendo o líder da UNITA deposto pelo MPLA, via ordem dada ao Tribunal Constitucional, Adalberto da Costa Júnior. A manifestação juntou militantes do principal partido da oposição que o MPLA (ainda) permite em Angola, UNITA, do movimento PRA-JA Servir Angola e do Bloco Democrático, agora congregados na Frente Patriótica Unida, uma plataforma ‘ad hoc’ que pretende derrotar o MPLA nas eleições…

Leia mais

Seriam manifestantes do ISIS-K?

Jovens manifestantes angolanos (ou seriam do ISIS-K?) queixam-se de terem sido impedidos pela Polícia Nacional (do MPLA) de se concentrarem hoje defronte à Assembleia Nacional (Parlamento, do MPLA), onde pretendiam “exigir justiça e transparência” na discussão das leis de alteração ao pacote eleitoral em Angola. Mais de 20 jovens activistas (certamente – a fazer fé no histórico comportamento do MPLA – “perigosos terroristas”) dizem que não lhes foi permitido chegar junto do portão sul da Assembleia Nacional, a entrada principal, onde pretendiam concentrar-se em protesto contra o diploma eleitoral em…

Leia mais

MEA julga que Angola é um Estado de Direito

O Movimento dos Estudantes Angolanos (MEA) anunciou hoje que vai entregar uma queixa-crime na Procuradoria-Geral da República (PGR) contra a Polícia Nacional (PN) devido às “agressões brutais” contra os estudantes nos protestos de sábado, em Luanda. São não seria chover no molhado se Angola fosse um Estado de Direito, se a PN não fosse (tal como a PGR) uma sucursal do MPLA. O posicionamento do MEA foi apresentado numa conferência de imprensa de balanço sobre a manifestação de sábado, em que os estudantes protestaram contra a subida de propinas e…

Leia mais

“Vão protestar para a vossa terra”

A Polícia angolana (do MPLA) dispersou hoje com tiros e lançamento de gás lacrimogéneo uma manifestação de estudantes que protestavam em Luanda contra a subida do custo das propinas e emolumentos nas instituições de ensino, uma marcha que começou de forma pacífica. O “elevado” preço das propinas e emolumentos nas instituições públicas e privadas e “falta de qualidade no ensino” foram alguns dos propósitos da manifestação promovida este sábado, em Luanda, pelo Movimento dos Estudantes Angolanos (MEA). Mais de 250 estudantes e membros da sociedade civil concentraram-se no Largo das…

Leia mais

Génios aMPLAmente (in)competentes

A Polícia do MPLA (eufemisticamente chamada “angolana”) impediu hoje uma manifestação de jovens activistas, em Luanda, que pretendiam “exigir alternância política” em Angola. Que melhor alternativa é que os jovens poderão querer quando o país tem o mesmo partido no governo apenas há… 45 anos? No local esteve um grande dispositivo policial com vários meios, incluindo brigada canina e cavalaria, e foram erguidas barricadas de pneus incendiados nas estradas, com os serviços de bombeiros chamados a extinguir o fogo. Os propósitos e motivações desta marcha, que devia culminar a 100…

Leia mais

Manifestação em Luanda… amanhã

Jovens activistas em Luanda marcham na quinta-feira pelas ruas da capital angolana para “protestar e exigir alternância política” em Angola, considerando que os 45 anos de governação do MPLA, no poder desde 1975, “é muito”, foi hoje anunciado. Será que, como o MPLA diz que aconteceu na Lunda, vão munidos “de armas-de-fogo do tipo AKM, caçadeiras, ferros, paus e outras armas brancas, bem como pequenos engenhos explosivos artesanais”? Os propósitos e motivações desta marcha, que deve culminar a 100 metros do Palácio Presidencial, foram apresentados hoje em conferência de imprensa,…

Leia mais

Primeiro mata-se e depois logo se verá…

A Friends of Angola (FoA) exige que as autoridades angolanas abram um inquérito para levar à justiça os responsáveis pela violação dos direitos humanos e liberdade de expressão, de manifestantes na província da Lunda Norte. Em causa está a morte de um número ainda não determinado de manifestantes, que no sábado terão – segundo a versão oficial -tentado invadir uma esquadra policial em Cafunfo, município do Cuango, resultando, segundo números oficiais, em pelo menos seis mortos do autodenominado movimento do Protectorado Português Lunda Tchokwe e cinco feridos, entre os quais…

Leia mais

Na linha do 270577

Ontem (como o Folha 8 noticiou), mais uma vez, com cobertura das autoridades, a começar pelo Presidente da República, o MPLA mostrou que, tal como em 27 de Maio de 1977, até prova em contrário todos os que discordam dele são culpados e que, na sua “democracia” e no seu “Estado de Direito”, primeiro mata-se e depois interroga-se. Uma vergonha! Mais uma! Face aos acontecimentos ocorridos no dia 30 de Janeiro de 2021, na Vila de Cafunfo, Município do Cuango, Província da Lunda-Norte, o Secretariado Executivo do Comité Permanente da…

Leia mais

Confrontos com a Polícia fazem vários mortos em Cafunfo-Cuango

O Comando Provincial da Lunda-Norte da Policia Nacional (PN) afirma, em comunicado, “a ocorrência de um acto de rebelião armada praticado por um grupo de aproximadamente 300 elementos, afectos ao movimento Protectorado Lunda Tchokwe que, teve início cerca das 4h00, madrugada deste sábado, dia 30 de Janeiro do ano em curso, na vila mineira do Cafunfo-Cuango” José Mateus Zecamutchima, líder deste movimento, tudo não passou de uma “caça ao homem” com vista a impedirem a realização de uma manifestação prevista para hoje, sábado. Diz a Polícia que os manifestantes eram…

Leia mais

Abel teve com ele a sua gente

Abel Chivukuvuku convocou para hoje uma manifestação para defender a legalização do PRA-JA Servir Angola e protestar contra o chumbo do Tribunal Constitucional ao seu partido. Milhares de angolanos saíram à rua numa manifestação de solidariedade que, pela primeira vez, foi transversal a toda a sociedade, juntando jovens, políticos de vários quadrantes (incluindo da UNITA e dirigentes do Bloco Democrático) e povo anónimo. Ontem, Abel Chivukuvuku revelou que recebeu ameaças de que poderia ser baleado hoje, mas avisou que não tinha medo e explicou com todas as letras: “É preciso…

Leia mais