UA exalta luta contra a corrupção em Angola

A Comissão do Direito Internacional da União Africana (AUCIL) felicitou os esforços que o Governo angolano empreende na luta contra a corrupção e pela consolidação da democracia constitucional no país. Terão levado em conta apenas a opinião do general Pedro Sebastião, que liderava a Casa de Segurança do Presidente João Lourenço? Reunido na 19ª sessão ordinária, a Comissão do Direito Internacional da União Africana adoptou a Convenção Contra a Escravatura Contemporânea (para melhor entendimento ver o que se passa da re(i)pública do MPLA), da autoria do professor angolano e embaixador…

Leia mais

No sector mineiro, falta pouco para… quase

Mantendo a pandemia de promessas, o presidente da administração da recém-criada Agência Nacional de Recursos Minerais (ANRM) angolana, Jacinto Rocha, comprometeu-se a “colocar ordem no sector”, “respeitar a lei e melhorar o clima de investimento” e atrair empresas africanas, europeias e norte-americanas. “O s desafios são enormes, teremos que captar novos investimentos, introduzir ordem no sector e assim vamos conseguir trabalhar e melhorar o clima de investimento no país. Há leis e, como juramos aqui, vamos respeitar as leis e fazê-las cumprir”, afirmou em declarações aos jornalistas, prometendo fazer agora…

Leia mais

No OGE, obras já feitas
ainda não estão… feitas

A equipa de governativa de João Lourenço é um espanto. Como se já não bastasse ao próprio Presidente ter exonerado um cidadão já falecido, ter anunciado como inaugurada uma mediateca que ainda estava fechada, agora foi a vez de o Orçamento Geral do Estado para 2020 incluir, em Cabinda, verbas para obras que já foram executadas. É mesmo só para peritos. Assim, 15 projectos ligados aos sectores da construção, educação e saúde, da província de Cabinda, com orçamento total de dois mil milhões, 233 milhões, 476 mil e 735 kwanzas…

Leia mais

Com peritos assim até o milho foge de Angola

O agrónomo Fernando Pacheco, conselheiro do Presidente da República de Angola, João Lourenço, disse hoje que, em termos nominais, o sector agrícola do país registou uma recessão de 2%, em 2018, “apesar do relativo aumento” da produção de alguns produtos. “T emos que concluir que, acompanhando a recessão económica do país, a agricultura também teve em termos nominais uma recessão de 2%, ou seja, a agricultura nesse período não cresceu, diminuiu, embora do ponto de vista físico se olharmos para os produtos há realmente aumento da produção física”, afirmou Fernando…

Leia mais

Aposta na forma(ta)ção de génios (do MPLA) para tudo

O Governo angolano quer (é, pelo menos, o que diz) “diminuir a excessiva consultoria externa” e promove, a partir de hoje, uma acção formativa dirigida a 200 técnicos para “assegurar a operacionalização” dos serviços da Justiça e Direitos Humanos. Bem visto. A culpa nesta matéria como em quase todas em que o MPLA confunde o corredor de fundo com o fundo do corredor é, reconheçamos, dos consultores externos. Num ou noutro caso, convenhamos, poderá haver ainda uma mãozinha de Jonas Savimbi ou até mesmo de Isabel dos Santos… O ciclo…

Leia mais

Para o Banco Mundial a convicção mata a fome

Um responsável do Banco Mundial (BM) indicou hoje, em Luanda, “não ter dúvidas” sobre os bons resultados previstos nas reformas económicas em curso em Angola e manifestou a disponibilidade para apoiar “sem limites” a diversificação da economia no país. Tem sido assim ao longo dos anos e os resultados estão à vista para os angolanos, não para os técnicos do BM porque eles assinam (sempre assinaram) de cruz o que o MPLA lhes põe à frente. Fábio Kanczuk, um dos 10 directores executivos de uma missão oficial do Banco Mundial…

Leia mais

“Jornalismo” bom só se for servil e por isso patriótico

O ministro angolano da Comunicação Social afirmou hoje que, tendo como pano de fundo as chamadas “fake news”, “parece estranho discutir o tema ‘boas notícias’”, sendo esse um desafio da comunicação social no mundo e também em Angola. E o que são boas notícias? Algo milimetricamente coincidente com a propaganda. João Melo falava, enquanto moderador, numa mesa redonda organizada num hotel em Talatona, arredores de Luanda, pelo Ministério da Comunicação Social, subordinado precisamente ao tema “Boas Notícias”, que contou com um painel de três jornalistas, entre eles o português Ferreira…

Leia mais

Milhafres do MPLA comem
os… peri(qui)tos europeus

O presidente do Tribunal Constitucional de Angola, Rui Ferreira, recebeu com todas as formalidades institucionais os membros da benemérita (e por isso inócua) missão de peritos, rotulados de eleitorais, da União Europeia, liderada por Tânia Marques. Em declarações à imprensa no final do encontro, que contou ainda com a presença de juízes conselheiros, Tânia Marques mostrou-se satisfeita e não perdeu a oportunidade para explicar, o que não era, obviamente, necessário, as razões pelas quais um perito que se preze não cospe nos pratos que o alimentam faustosamente. “Falamos não só…

Leia mais

Peritos europeus de férias
darão (boa) ajuda ao MPLA

Aí está o mais recente contributo da Comissão Nacional Eleitoral (CNE) de Angola para o anedotário nacional. Ou seja, manifestou hoje total disponibilidade para apoiar o trabalho, certamente árduo e extenuante, da enorme missão da União Europeia que vai “acompanhar” as eleições(?) do dia 23 e que é constituída por… cinco (5) peritos. Por Orlando Castro (*) A informação foi avançada à imprensa pela porta-voz daquele órgão eleitoral do MPLA, Júlia Ferreira, no final da audiência concedida pelo presidente da CNE, André da Silva Neto, ao enorme, e de elevado…

Leia mais

MPLA descobriu a pólvora:
Não somos um Estado da UE

O Governo angolano anunciou hoje um entendimento com a União Europeia (UE) apenas para o envio de quatro peritos, para acompanhamento (isto é como quem diz!) das eleições gerais, classificando como inaceitáveis as “exigências” para uma equipa de observadores eleitorais. A posição foi assumida pelo director para África, Médio Oriente e Organizações Regionais do Ministério das Relações Exteriores angolano, embaixador Joaquim do Espírito Santo, numa conferência de imprensa em Luanda, convocada numa altura de críticas, internas e externas, à exclusão de uma missão europeia para observação das eleições de confirmação…

Leia mais