Para o MPLA, quantas mais FLEC houver… melhor

A Frente de Libertação do Estado de Cabinda (FLEC-FAC) pediu à Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) “atenção particular” para o conflito em Cabinda, denunciando a política de militarização de Angola naquela região. É chover no molhado. Desde logo porque a estratégia do MPLA (também) passa por fomentar a existência de várias… FLEC. “Constatando a incapacidade e indisponibilidade de Angola, a FLEC-FAC apela para uma atenção particular ao conflito em Cabinda” e para “o contributo para a resolução deste conflito” da SADC, diz, em comunicado, a direcção político-militar da…

Leia mais

A mensagem do Tio Celito

O Presidente da República de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, disse, numa mensagem gravada para a RTP África, que é preciso “ultrapassar rapidamente” as desigualdades e injustiças do “terrível ano” que acabou, manifestando “confiança” num melhor 2021. Em Angola, lembremos, foi “apenas” um dos muito terríveis anos para 20 milhões de pobres. “É preciso ultrapassar rapidamente 2020, é preciso ultrapassar rapidamente a pandemia, é preciso ultrapassar rapidamente o que há de pior, de mais profundo, desigual e injusto na crise económica e social”, disse Marcelo Rebelo de Sousa. O chefe…

Leia mais

Preservar a memória

O Presidente da República, João Lourenço, fez uma intervenção na Sessão Extraordinária da Reunião Global da UNESCO sobre a Educação. Porque as palavras voam mas os escritos são eternos, porque os escritos são um dos (bons) pilares da memória, importa preservá-los. Registemos, para memória futura, a intervenção do Presidente. «A gradeço a oportunidade de participar na reunião global de Educação, sector da área social que constitui um desafio prioritário para o Executivo angolano. Estamos todos conscientes das consequências que a pandemia da Covid-19 tem vindo a trazer aos países do…

Leia mais

Palavras, palavras, palavras

A UNITA, o maior partido da oposição que o MPLA ainda permite que exista em Angola, considera que a situação das populações “está a deteriorar-se a passos rápidos”, devido às medidas de combate à Covid-19, apelando ao Governo para um equilíbrio na sua aplicação. Isto, é claro, partindo do princípio (ainda não confirmado) de que são angolanos que constituem as… populações. A situação foi descrita pelo vice-presidente do grupo parlamentar da UNITA, Maurílio Luiele, no balanço preliminar das jornadas municipais, na província de Luanda e em outras 12 regiões do…

Leia mais

“Lamentar, quando o momento exige acção, é favorecer o inimigo”

O novo presidente da UNITA, Adalberto da Costa Júnior, declarou-se ontem, em Luanda, “presidente de todos os que têm a UNITA no coração” e mostrou-se preocupado com o agravamento da pobreza e da crise em Angola. Só falta, agora, mostrar que é uma solução para o problema e não um problema para a solução. Falando já depois dos discursos do presidente cessante, Isaías Samakuva e dos quatro candidatos derrotados, o novo líder do partido do “Galo Negro” deixou uma mensagem de união para o partido e apontou alguns “combates” para…

Leia mais

Lei KO aos corruptos

O Presidente da República, certamente com anuência explícita do Presidente do MPLA e o beneplácito institucional do Titular do Poder Executivo, todos os dias (para além de anunciar obras e projectos com dinheiro que Angola não tem) nos garante que vai acabar com a corrupção, com a cleptocracia, com a bajulação, com o compadrio, com o esclavagismo. Para isso tem em preparação a “Lei KO aos corruptos”, um diploma que vem reforçar os mecanismos de combate à cultura da corrupção, por forma a garantir o prestígio do Estado e das…

Leia mais

Tolerância zero de JES e JLo para enganar os matumbos

O Presidente da República, certamente com anuência explícita do Presidente do MPLA e o beneplácito institucional do Titular do Poder Executivo, todos os dias (para além de anunciar obras e projectos com dinheiro que Angola não tem) nos garante que vai acabar com a corrupção, com a cleptocracia, com a bajulação, com o compadrio, com o esclavagismo. Ou seja (se cumprisse) que vai acabar com o… MPLA. Vejamos. A Lei da Probidade Pública número 3/10, de 29 de Março, inscrita no Diário da República, I Série nº 57, é um…

Leia mais

É só tiros de pólvora seca

O governador da província de Luanda, Adriano Mendes de Carvalho, admitiu hoje que o rápido crescimento populacional da cidade “concorreu para o aumento de problemas de difícil resolução”, referindo entre outras áreas a saúde, saneamento básico e recolha de lixo. Eis mais um perito do MPLA (que só esta no poder há… 42 anos) a descobrir a pólvora… seca. O dirigente do MPLA, que falava hoje na cerimónia de cumprimentos de fim de ano, recordou que durante a sua gestão, de quase 90 dias, teve de realizar visitas para conhecer…

Leia mais

A caneta e o artista

A palavra poética é oportunista, pois permite interpretações. Com uma caneta na mão sou um artista e posso, se me utilizar das ideias certas, estimular multidões. Para quem pratica esse ofício, um dia chega aquele momento odioso em que o erro acontece. Você pega a referência errada, usa uma fonte fraca, ou fracassa, acidentalmente ou não, no português. Aí o Diabo entra em cena. Por Gabriel Bocorny Guidotti Jornalista e escritor Porto Alegre – Brasil Errar é humano. Notar o erro é desumano, ainda mais quando o erro é compartilhado…

Leia mais

Falar, Samakuva fala…

O presidente da UNITA, Isaías Samakuva, considerou hoje que Angola vive uma crise económica, financeira, política e social, agravada com as frequentes violações aos Direitos Humanos, pelo que as críticas da comunidade internacional são “um direito”. Por Maria Caluquembe Não serão também um atestado de incompetência ao regime esclavagista de sua majestade o rei de Angola, José Eduardo dos Santos, e aos partidos da Oposição – sobretudo os que têm representação parlamentar – que se limitam a reagir em vez de agir? Em declarações à agência Lusa, no final de…

Leia mais