Quando ser jovem é (obrigatoriamente) ser do MPLA

A ministra da Juventude e Desportos, Ana Paula Neto, já está na província da Lunda Norte, onde, entre vários assuntos, vai orientar o acto central do Dia Nacional da Juventude do MPLA, que o partido assinala quarta-feira, em memória de Hoji Ya Henda, o patrono da JMPLA. A JMPLA enquanto mero instrumento canino do partido está, e tem razões para isso, preocupada com o comportamento que os jovens angolanos apresentam nos últimos tempos. Isto porque, ao contrário do que era habitual, a juventude começa a pensar pela própria cabeça, recusando…

Leia mais

Política porca

PONTO PRÉVIO: A política é suja, mas não navega na pocilga, pese ter nela muitos políticos, intelectualmente, porcos, que têm o cérebro ligado ao intestino grosso. A discriminação da comunicação social pública é latente, quando se trata de dar voz aos intelectuais livres ou à oposição real, catalogados como adversários e ou inimigos pelo partido no poder, mas esta mesma imprensa, de forma espúria estende tapete vermelho para quem, camaleonicamente, pretenda atacar e destratar, alguém, conotado pelo MPLA e pelo seu líder, como inimigo. Por William Tonet E é por…

Leia mais

Angola tem de respeitar os seus doentes que estão em Portugal

Lamentavelmente, dizem os cidadãos que são angolanos mesmo estando noutro país, e “ao arrepio do que está vertido na Declaração Universal dos Direitos Humanos e que a República de Angola ratificou para a sua Ordem Jurídica Interna, o Governo Angolano através de “alegadas Ordens Superiores” veio a público exigir e anunciar que doentes angolanos têm que regressar ao país dentro de dias, ignorando o mais elementar dos direitos de um doente estão agora a sofrer represálias e são coagidos a assinar um papel para regressarem de forma imediata para Angola”.…

Leia mais

Antigos combatentes merecem respeito

Assinala-se hoje o Dia do Antigo Combatente e Veterano da Pátria em Angola. Mas será que os antigos combatentes ainda serão angolanos? A falta de dignidade e de respeito, aliada a todo o tipo de assistência (médica e medicamentosa, habitação condigna e emprego, juntamente com uma miserável pensão, lideram as preocupações dos antigos combatentes. No âmbito do Dia do Antigo Combatente e do Veterano da Pátria, que se assinala em todo o país, os antigos combatentes angolanos, que participaram na guerra colonial e na guerra civil recordam a quem manda…

Leia mais

Honra não permite fugir ao desafio e à provocação

Nos últimos dias temos sido confrontados com uma série de questionamentos e provocações, vindos de pessoas “politicamente maldosas”, com pitadas de gindungo de kaombo, acusando-nos de parcialidade, “pois nuns casos estás sempre a condenar o combate do Presidente da República, aos crimes de corrupção, a brilhante actuação da PGR, o desempenho do Tribunal Constitucional, as acções sociais da primeira-dama, Ana Dias Lourenço, o enfraquecimento do director do gabinete do presidente, Edeltrudes Costa, mas, noutros casos proteges o teu amigo Abel Chivukuvuku e os jovens arruaceiros, das manifestações”, atira a pedra…

Leia mais

Vira o disco… toca o mesmo

A Primeira-Dama de Angola, Ana Dias Lourenço, apelou nesta terça-feira, aos órgãos do Executivo (cuja liderança pertence ao seu marido, João Lourenço) para o reforço, de forma substantiva e sustentável, dos apoios à mulher rural, por ser a principal força motora da economia familiar e rural no país. Em Angola, a mulher rural, reconhecida como um importante agente económico, representa um universo de 5.360.200 pessoas, 18,6% da população estimada em mais de 30 milhões de habitantes, de acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística (INE). Ana Dias Lourenço, que…

Leia mais

Ter memória é um
direito e um dever

A representante de Angola junto das Nações Unidas e outras organizações internacionais, Margarida Izata, assegurou em Genebra (Suíça), que Angola está alinhada com o pensamento do Relator Especial e a Declaração feita pelo Grupo Africano que destacam a importância do «Dever de Memória». Por alguma razão o Folha 8 tem como máxima “Jornalismo com memória desde 1995”… Por Orlando Castro A intervenção da embaixadora Margarida Izata centrou-se na temática “Reparação, Verdade e Justiça”, amplamente discutida durante a 45° Sessão do Conselho dos Direitos Humanos da ONU, que decorre no Palácio…

Leia mais

Crianças (dos outros) são gente?

As agressões sexuais a crianças têm “crescido bastante” em Angola nos últimos anos e ocorrem mais frequentemente no seio familiar, segundo a investigadora Ana Panzo, autora da obra “Agressores Sexuais de Menores”, que será lançada na próxima sexta-feira. Na verdade, tudo o que não devia crescer… está a crescer como nunca. Os pobres são cada vez mais, os desempregados também. Se o Poder corrompe, o Poder absoluto corrompe ainda mais. E por cá o Poder está há 45 anos nas mãos dos mesmos, o MPLA. Ana Isabel Marques Panzo é…

Leia mais

Jornalistas não são, não
podem ser, mercadoria!

No dia 20 de Dezembro de 2017, o Sindicato de Jornalistas de Angola (SJA) apelou ao boicote de uma sessão plenária da Assembleia Nacional, uma acção que disse “visava unicamente proteger a dignidade profissional” da classe. Em causa estava a expulsão, por agentes da ordem pública, de alguns jornalistas numa sessão parlamentar, numa “clara violação dos da liberdade de imprensa”. “E m face disso, o SJA apela à solidariedade dos responsáveis dos órgãos de comunicação social, no sentido de boicotarmos a próxima sessão do Parlamento”, referia uma carta dirigidas aos…

Leia mais

Carta aberta ao governador de Cabinda

Na sequência das recentes “calúnias na WhatsApp contra o Deputado Raúl Tati e de outros males”, José Marcos Mavungo, activista dos direitos humanos, redigiu uma Carta Aberta ao Governador de Cabinda, que a seguir se reproduz “ipsis verbis”. “A Carta vai pela utopia de todos quantos se batem pela melhor forma de governo em Cabinda, tanto pela paz e harmonia entre os actores sociais neste território, quanto para o bem-estar e felicidade de cada cidadão”, explica o subscritor. «À S. Exa. Senhor Governador da Província de Cabinda Engº Marcos Alexandre…

Leia mais