IURD excomunga PGR

A Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em Angola repudia “veementemente” as acusações que lhe foram imputadas pela Procuradoria-Geral da República angolana e considerou que a apreensão de catedrais “enferma de ilegalidades” e atenta contra a liberdade religiosa. Eis mais uma diversão para entreter a populaça, também ela vítima da Igreja Universal do Reino do Dinheiro. Na sexta-feira, a Procuradoria-Geral da República (PGR) angolana apreendeu sete templos da IURD em Luanda, apresentando como matéria de facto a alegada prática dos crimes de associação criminosa, fraude fiscal, exportação ilícita de…

Leia mais

Onde andava JLo quando a probidade virou bacanal?

Os extintos ministérios angolanos das Obras Públicas e Construção não justificaram, entre 2007 e 2014, despesas de até 30.000 milhões de kwanzas (100 milhões de euros), denunciou hoje a Inspecção-Geral da Administração do Estado (IGAE) de Angola. Os dados foram apresentados pelos funcionários do actual Ministério da Construção e Obras e pelo director do gabinete de Inspecção da IGAE, Tomás Gabriel, no âmbito de uma formação sobre as Principais Irregularidades na Administração Pública e a Lei. A informação consta de um relatório sobre “irregularidades do funcionalismo público” angolano feitas pela…

Leia mais

As lições de Obiang, velho
e querido amigo do MPLA

A justiça é um dos instrumentos do governo de Teodoro Obiang Nguema, da Guiné Equatorial, para afastar os dirigentes de partidos da oposição, que são substituídos por líderes “amigos” do regime nomeados pelos tribunais. Salvador Ebang Ela e Jerónimo Ndong Mesi eram líderes partidários na oposição na Guiné Equatorial. Salvador era presidente da Convergência Social Democrata e Popular (CSDP) e Jerónimo secretário-geral da União Popular (UP). Foram afastados, mas não por adversários internos ou por congressos partidários. Deixaram de ser líderes partidários por ordem do tribunal, que nomeou novos dirigentes…

Leia mais

Empresário luso acusado
de actos racistas e burla

Um cidadão de nacionalidade portuguesa, identificado como Fernando Nascimento Fernandes, director de uma empresa da indústria transformadora, localizada no bairro Benfica, em Luanda, é acusado por um dos seus trabalhadores, Mário José Afonso Luanda, de tratamentos desumanos, racismo, e tentativa de burla contra o mesmo que diz ser accionista na empresa PMETAL, S.A, Lda. Por Gizela Munhingana e Pedrowski Teca Este pareceu ser um caso de cidadãos estrangeiros ilegais, que entram em Angola na qualidade de turistas, mas que chegam a desempenhar funções laborais lucrativas, usando cidadãos angolanos como accionistas…

Leia mais

Os bestiais e as bestas,
as bestas e os bestiais

O governo que temos há 42 anos, como mandam os manuais (mais hoje do que ontem, é certo), garante de forma categórica a lisura e a transparência nas próximas eleições de Agosto em Angola. Como árbitro, jogador, dono da bola e do campo e, ainda, com poder para escolher como alinha a equipa adversária, o MPLA pode garantir tudo o que bem entender. Pode até, como no passado, estabelecer o resultado final antes de o jogo começar. Por Orlando Castro Esta realidade, visível até por quem for cego, é legitimada…

Leia mais

Protesto total da UNITA
– Será (mesmo) para valer?

A UNITA convocou para sábado, 3 de Junho, uma manifestação nacional para exigir que a Comissão Nacional Eleitoral (CNE) de Angola inicie novo processo contratual das empresas para prestar apoio tecnológico às eleições gerais de Agosto. Segundo o líder da bancada parlamentar da UNITA, Adalberto da Costa Júnior, foram hoje enviadas cartas a dar conhecimento da acção ao Governo da Província de Luanda, ao ministro do Interior e ao Comandante-Geral da Polícia Nacional. “Convido todo o país, de Cabinda ao Cunene, do Lobito ao Luau a iniciar esta semana, e…

Leia mais

Graves acusações contra o General Adolfo Rasoilo

“Toda esta estória começa por um daqueles golpes de que a natureza é fértil: o meu pai morre primeiro do que a mãe dele – a minha avó Maria da Conceição Simões de Abreu Vieira da Fonseca, angolana crioula de gema”, conta ao Folha 8 Luís Rasoilo a propósito do diferendo que mantém com o seu meio-irmão Adolfo Rasoilo, general da Forças Armadas de Angola. Por Norberto Hossi Sem papas na língua, Luís Rasoilo diz que é “por isso que está metido nesta alhada com um general angolano corrupto e…

Leia mais