Na (med)ida do (im)possível

A ministra das Finanças de Angola, Vera Daves, disse num encontro do FMI que as principais prioridades a curto prazo são impedir um colapso do sistema de saúde e garantir a sustentabilidade da dívida. E assim se vai, uns cantando e rindo, outros morrendo quando estavam quase a saber viver sem comer. “A primeira prioridade é sobreviver, preservar a vida tanto quanto possível e assegurar que o sistema de saúde não colapsa, e depois manter a sustentabilidade da dívida, que são os nossos principais pilares da estratégia a curto prazo”,…

Leia mais

Só o Povo pode (se assim quiser) exonerar o… rei

Em Janeiro, a ministra das Finanças, Vera Daves, afirmou, em Davos, que é necessário “respeitar o trabalho dos órgãos judiciais” nos casos de alegada corrupção em Angola, lamentando que “apenas alguns” sejam mediáticos. Ainda mais lamentável é serem todos do… MPLA. Questionada sobre se as acusações de corrupção relacionadas com os Luanda Leaks, Vera Daves disse, em declarações à Euronews em Davos, na Suíça, que as investigações “estão a acontecer a tantos níveis que é uma pena que apenas parte sejam mediáticas”. Tem razão. Se calhar seria bom descobrir uma…

Leia mais

Coronavírus dá uma (enorme) ajuda ao MPLA

O Governo angolano, sempre atento a tudo quanto possa usar em seu proveito, nomeadamente como cortina de fumo que esconda o desastre económico e social que até ao dobrar da esquina, descobriu agora que o contexto económico mundial e nacional “é desafiante e de muitas incertezas”, sobretudo pela volatilidade do preço do petróleo e pela propagação do Covid-19 (Coronavírus), com “potencial impacto” nas economias e dinâmica dos negócios. Na abertura da cerimónia de lançamento do Relatório Anual dos Mercados da Bolsa de Dívida e Valores de Angola 2019, a ministra…

Leia mais

Dívida pública de 111% este ano, afirma a “raposa” FMI

O Fundo Monetário Internacional (FMI) reviu a previsão de evolução de dívida pública em Angola, estimando agora um rácio de 111% face ao Produto Interno Bruto, que deverá descer para cerca de 70% até final do programa de ajustamento, em 2024. Até mesmo a raposa que o Governo colocou dentro do galinheiro está a passar um atestado de incompetência à equipa de João Lourenço. “A dívida de Angola permanece sustentável, mas o rácio da dívida pública face ao Produto Interno Bruto aumentou substancialmente, e os já de si elevados riscos…

Leia mais

(In)felizmente o Governo
só faz (e mal) o… possível

O Governo angolano considerou que o Orçamento Geral do Estado (OGE) 2020, hoje aprovado no Parlamento, “é o possível diante das circunstâncias económicas e financeiras” do país, garantindo resolver os problemas dos cidadãos “na medida do possível”. Fazer o possível é o que fazem os nossos 20 milhões de pobres todos os dias. Do Governo esperava-se que tentasse o transformar o impossível e em possível. Mas não. Para isso era preciso saber que não há comparação entre o que se perde por não tentar e o que se perde por…

Leia mais

Orgasmo dos esclavagistas

A ministra das Finanças de Angola, Vera Daves, disse hoje, em Luanda, que o executivo angolano tem consciência de que a poupança interna é ainda insuficiente para assegurar o êxito pleno do Programa de Privatizações (Propriv). É gozar com a nossa chipala ou ter uma orgia à custa dos nossos 20 milhões de pobres que passam, todos os dias, aquilo que o Presidente João Lourenço diz que não existe em Angola – fome? Segundo Vera Esperança dos Santos Daves de Sousa, na abertura do III Fórum de Mercado do Mercado…

Leia mais

Daves na roleta do MPLA

A nova ministra das Finanças (enquanto João Lourenço não acordar a pensar em fazer mais exonerações), Vera Esperança dos Santos Daves de Sousa, é natural de Luanda, licenciada em Economia pela Universidade Católica de Angola (UCAN) e no último congresso extraordinário do MPLA passou (como não poderia deixar de ser) a integrar o Bureau Político do MPLA, partido no Poder há 44 anos e único campo de recrutamento de peritos para Angola. De 35 anos de idade, Vera Daves é a primeira mulher que ascende ao cargo de ministra das…

Leia mais

E o Zé (Povinho) é que paga!

A secretária de Estado angolana para as Finanças e Tesouro, Vera Daves, considerou “pouco provável” a subida de preços devido ao IVA e garantiu que o governo vai estar atento à especulação, apelando à denúncia de situações abusivas. Mentir é uma arte ou uma obrigação? Ou é uma obrigação ser um artista da mentira? “U ma preocupação recorrente da sociedade é se teremos, a partir de amanhã, um aumento generalizado dos preços. Do que observamos noutras geografias, do que a teoria fiscal nos ensina, da mecânica geral do imposto achamos…

Leia mais