Ele quer limpar “práticas indecorosas” do… MPLA

O ministro do Interior angolano, Eugénio César Laborinho, considera que as “práticas indecorosas” atribuídas ao Serviço de Migração e Estrangeiros (SME) podem pôr em causa a segurança nacional, exigindo aos novos altos responsáveis do sector “dedicação, isenção e transparência”. A crítica é de um ministro do MPLA e os responsáveis do SME são do MPLA. Está lindo. Continua lindo este reino. “É importante que os membros ora empossados, compreendam que a lógica da administração pública, assenta na satisfação de interesse público e não na defesa de interesses escusos ou de…

Leia mais

Delicadamente matumbos

Isto até parece ficção mas é a mais pura e triste realidade… O presidente foi visitar a província do Zaire. A cidade de Mbanza Congo mobilizou-se para receber o presidente da Re(i)pública. Até limparam a cidade com o objectivo de estar mais “asseada e receptiva” para a visita do Rei-Presidente. Até deram banho à estátua de Agostinho Neto, que foi “delicadamente lavada”. Por Domingos Kambunji A estátua, encardida, não protestou por a esfregarem “delicadamente” porque é surda e muda, como o satélite Ango-Rússia 1. Ressuscitaram o repuxo de água situado…

Leia mais

Sim, General Presidente!

O Presidente de Angola, João Lourenço, procedeu, enquanto comandante-em-chefe das Forças Armadas Angolanas (FAA), a uma profunda remodelação nas chefias militares angolanas, tendo exonerado 88 oficiais e nomeado outros 66, indica uma nota oficial. Chefes militares à medida e por medida. Tal como antes… Segundo a Casa Civil do Presidente angolano, João Lourenço passou também à reforma, através de um decreto, 47 oficiais (43 por limite de idade, entre eles o general Geraldo Sachipengo Nunda, e quatro por fim de carreira). O Presidente colocou na lista de inactividade temporária (“disponíveis”)…

Leia mais

JLo exonerou mais alguns governadores provinciais

O Presidente da República, João Lourenço, exonerou hoje, quarta-feira, os governadores provinciais do Bié, Álvaro Manuel de Boavida Neto, da Lunda Sul, Ernesto Fernando Kiteculo, do Cunene, Kundi Paihama, do Huambo, João Baptista Kussumua, da Huíla, João Marcelino Tyipinge, e do Zaire, José Joana André. Segundo uma nota da Casa Civil do Presidente da República, João Lourenço nomeou como governadores provinciais do Bié, Pereira Alfredo, do Cunene, Virgílio da Ressurreição Adriano Tyova, do Huambo, Joana Lina Ramos Baptista Cândido, e da Huíla, Luís Manuel da Fonseca Nunes, da Lunda Sul…

Leia mais

José Eduardo dos Santos?
– Mas, afinal, quem é esse?

No discurso de encerramento do VI Congresso Extraordinário do MPLA, João Lourenço citou duas vezes o nome de José Eduardo dos Santos. A primeira foi quando iniciou a intervenção e formalmente se dirigiu ao “Camarada Presidente José Eduardo dos Santos”. Depois disse: “Saúdo também o Camarada José Eduardo dos Santos, por ter dedicado toda uma vida à causa do nosso Partido e da Nação, numa conjuntura difícil da chamada guerra fria, com a ameaça constante do regime do apartheid. Neste momento em que deixa a política activa, os militantes do…

Leia mais

Amigos ao poder

O novo presidente do MPLA, João Lourenço, na primeira reunião extraordinária do MPLA, realizada hoje, dia em que foi eleito, por volta das 22h58, como era de se esperar, começou a varrer a casa e a entregar “guias de marcha” a alguns dinossauros, considerados não só radicais, como próximos de José Eduardo dos Santos e, alguns que em determinadas alturas, se opuseram ao novo homem forte do MPLA. Assim, na primeira reunião do Comité Central, saíram do Bureau político, Dino Matross, Paulo Kassoma, Joana Lina, Bento Bento, Norberto Garcia, entre…

Leia mais

MPLA continua a querer
a limpeza étnica no país

A “notícia” é de hoje e foi publicada no órgão oficial do MPLA, o chamado Jornal de Angola. Diz: “Um total de 100 cadetes das Forças Armadas Angolanas (FAA) da academia do Lobito, província de Benguela, realizaram durante dois dias junto do memorial à vitória da Batalha do Cuito Cuanavale, várias sessões de estudos sobre o sistema de defesa utilizado pelas Forças Armadas Populares de Libertação de Angola (FAPLA), que travou a invasão do exército sul-africano”. Por Orlando Castro E acrescenta: «No local, os finalistas do curso de infantaria, tanques,…

Leia mais